Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ciclo Celular

No description
by

Erika Caldas Silveira

on 1 December 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ciclo Celular

Ciclo celular
"As células são geradas a partir de células e única forma de obter ainda mais células é pela divisão daquelas que já existem"


As células também devem duplicar as suas macromoléculas e organelas e duplicar de tamanho antes de dividir-se senão ficariam cada vez menores;

O DNA de cada cromossomo deve ser replicado fielmente e muito bem dividido ou segregado para as duas células filhas

Ocorrendo a divisão;


Controle do ciclo celular
O sistema de controle do ciclo celular ativa e desativa toda a maquinaria nos momentos corretos e coordena as várias etapas do ciclo;

Dois tipos de controles de ciclo celular estão envolvidos no ciclo celular :

1) Que produz novos componentes da célula em crescimento;
2) Que atrai os componentes para os seus locais corretos e os reparte apropriadamente quando a célula se divide em duas.
Ciclo Celular
Proteínas envolvidas no sistema de controle do ciclo celular
Prof. Dra. Erika Caldas Silveira
Todos os organismos vivos, desde a bactéria unicelular até os mamíferos multicelulares, são produzidos através de ciclos repetidos de crescimento e de divisão celular desde o início da vida há mais de 3 bilhões de anos.
Nos organismos unicelulares, como bactérias cada divisão celular produz um organismo novo completo
Vários ciclos de divisão celulares são necessários para produzir um novo organismo multicelular a partir de um óvulo fertilizado
Portanto, todas elas copiam e passam a informação genética para a próxima geração de células, que recebe uma cópia completa de todo o genoma.
Importância biológica da divisão celular
Reprodução sexuada em muitos organismos;

Crescimento dos organismos pluricelulares;

Renovação dos tecidos e regeneração das estruturas;

Assegurar a estabilidade genética ao longo das gerações;

Fases da interfase
G0
G1

Em G1 que a célula recebe os estímulos para se dividir (nutrientes, fatores de crescimento, hormônios nas leveduras); esses estímulos provocam reações em cascata que controlarão todas as etapas seguintes;

Biossíntese de RNA, proteínas, lipídios e glicina.

Em G1-S ocorre a duplicação do centrossomo que vai garantir a formação dos polos do fuso;

Permite que a célula confirme se o meio é favorável para proliferação celular antes de passar para a fase S.
Fase S
Replicação do DNA e síntese de histonas.
G2
Assegura que as células não entrem em mitose até que o DNA danificado tenha sido reparado e a replicação de DNA esteja completa;

Verificação se houve um aumento do tamanho celular correto para que a célula entre em divisão;

Biossíntese de proteínas e estruturas membranares.
Interfase
Período que decorre entre o fim de uma divisão celular e início da seguinte;

Durante toda a interfase a célula continua a transcrever genes, sintetizar proteínas e aumentar a sua massa;

Na interfase o DNA dos cromossomos são duplicados, e o centrossomo é duplicado.
Quando as condições extracelulares são desfavoráveis e podem atrasar o progresso em G1 a célula entra em estado especializado de repouso;

Várias células como por exemplo, as células nervosas e as células do músculo esquelético, permanecem em G0 pelo tempo de vida do organismo.


Cinases - Fosfatases
A fosforilação seguida de desfosforilação é uma das maneiras mais comuns utilizadas pelas células para ativar e desativar a atividade de uma proteína;

As reações de fosforilação que controlam o ciclo celular são realizadas por um grupo específico de proteínas _
Cinases


As reações de desfosforilação são realizadas por um grupo específico de proteínas _
Fosfatases
Cinases
CDKs
Proteínas cinases dependentes de ciclinas;

As alterações cíclicas nas concentrações de ciclina ajudam a direcionar a montagem cíclica e ativação dos complexos ciclina- Cdks ;



Complexo ciclina CDK
Estão presentes nas células em proliferação;

Algumas se tornam ativas no final da fase G1 e são responsáveis por direcionar a célula para a fase S;

Outras se tornam ativas logo antes da Fase M, e são responsáveis por direcionar a célula para a mitose;
A ativação e desativação dessas proteínas são de responsabilidade de outro grupo de proteínas _
As Ciclinas
Para que a ciclina CDK esteja ativa ao máximo, a CDK deve ser fosforilada em um sítio por uma proteína cinase específica;

Desfosforilada em outro sítio por uma proteína fosfatase específica.
Metáfase
Anáfase
Citocinese
Telófase
Pró Metáfase
Prófase
Na anáfase, as cromátides irmãs se separam sincronicamente, e cada uma delas é puxada lentamente para o polo do fuso ao qual está ligado. os microtúbulos do cinetócoro encurtam e os polos do fuso também se distanciam contribuindo para a segregação dos cromossomos.

Na telófase, os dois conjuntos de cromossomos chegam aos polos do fuso. Um novo envelope nuclear é remontado, em torno de cada conjunto, completando a formação de dois núcleos e marcando o fim da mitose. A divisão do citoplasma começa com a formação do anel contrátil.
Durante a citocinese de uma célula animal, o citoplasma é dividido em dois por um anel contrátil de filamentos de actina e miosina, os quais formam um sulco na célula para dar origem a duas células filhas, cada uma com um núcleo.
A pró-metáfase se inicia repentinamente com o rompimento do envelope nuclear. Os cromossomos podem agora se ligar aos microtúbulos do fuso pelo cinetócoro e sofrem movimentos ativos.
Mitose
Na prófase os cromossomos replicados, cada um constituindo duas cromátides irmãs intimamente associadas, condensam-se. Fora do núcleo o fuso mitótico se forma entre os dois centrossomos, os quais começam a se separar.
Na metáfase, os cromossomos estão alinhados no equador do fuso, exatamente metade entre os dois polos. Os microtúbulos dos cinetocoros pareados em cada cromossomo se ligam aos polos opostos do fuso.
Full transcript