Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Documento 85 - Desafios

Processo de formação para juventude São Mateus Documento 85
by

Djair Silva

on 30 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Documento 85 - Desafios

Documento 85 Renovar a opção afetiva e efetiva pela juventude;

Colaborar com a pluralidade de pastorais, grupos, movimentos, serviços;

Incentivar o trabalho em conjunto desta pluralidade;

Contribuir para a promoção da dignidade de sua vida
[da juventude] em todos os aspectos. O que a igreja quer... Reconhecê-los [os jovens] como sujeitos e protagonistas na evangelização dos outros jovens;

Favorecer o seu desenvolvimento através da formação integral;

Ser sinal e portadora do amor de Deus a eles;

Apresentar-lhes a pessoa e o projeto de Jesus Cristo. O que a igreja quer... De quem foi a idéia? Para que serve mesmo? Quando foi feito? Quem que escreveu? Para quem foi feito? Como vamos fazer isso acontecer? Desafios!!! “Dizer que, para a Igreja, a juventude é uma prioridade em sua missão evangelizadora, é afirmar que se quer uma Igreja aberta ao novo, é afirmar que amamos o jovem não só porque ele representa a revitalização de qualquer sociedade, mas porque amamos, nele, uma realidade teológica em sua dimensão de mistério inesgotável e de perene novidade.” (81) “A evangelização dos jovens não pode visar somente suas relações mais próximas, como o grupo de amigos, a família, a amizade, a fraternidade, a afetividade, o carinho, as pequenas lutas do dia-a-dia. A ação evangelizadora deve também motivar o envolvimento com as grandes questões que dizem respeito a toda a sociedade, como a economia, a política e todos os desafios sociais de nosso tempo. Há necessidade de animar e capacitar o jovem para o exercício da cidadania, como uma dimensão importante do discipulado”(83) Bento XVI:
“Sem o rosto jovem, a Igreja se apresentaria desfigurada” (São Paulo, 2007) Medellín (1968)
"A juventude é “uma grande força nova de pressão” e “um novo organismo social com valores próprios”. Puebla (1979)
"opção preferencial pelos pobres e pelos jovens." Santo Domingo (1992)
"opção afetiva e efetiva pelos jovens e por uma pastoral da juventude orgânica, com acompanhamento, com apoio real, com diálogo, com maiores recursos pessoais e materiais e com dimensão vocacional." E no documento de Aparecida? 1. Formação Integral d@ discípul@
2. Espiritualidade
3. Pedagogia de Formação
4. Discípul@s para a missão
5. Estruturas de Acompanhamento
6. Ministério da Assessoria
7. Diálogo Fé e Razão
8. Direito à Vida Linhas de Ação! Quem sou eu?
”Só amamos aquilo que conhecemos” Dimensão Psicoafetiva - Personalização Constante buscas de respostas não especulativas, mas existenciais. Autoconhecimento
Descoberta dos próprios interesses.

Autocritica
Revisão pessoal e busca permanente de superação.

Autovalorização
Descoberta da dignidade pessoal.

Auto-realização
Sentir-se amado e capaz de amar. Comigo Mesmo... Quem é o outro?
“Amar o próximo como a si mesmo” Processo de trabalho em grupo.
Superação de bloqueios
Capacidade de descobrir o outro com quem queremos nos comunicar. Dimensão Psicossocial - Personalização Onde estou e o que faço aqui?
“Construir sua casa sobre a rocha” Dimensão sociopolítico-ecológica Trata-se de ajudar o jovem a descobrir o mundo onde vive e seu lugar nele, como sujeito de história.

Formar de maneira gradual para a ação sociopolítica.

Processo de conscientização em etapas. Sensibilização
A maioria que chega aos grupos, possuem consciência ingênua e desinformada.

Conscientização
Levar os jovens a descoberta das causas estruturais a partir de pequenas ações.Partir da necessidade sentida.

Organização – Mobilização
O processo conscientização tem como ápice o engajamento na ação organizada. Participação / Conscientização
Qual o sentido da vida?
“Conhecereis a verdade e a verdade o libertará”

“Fizeste-me para ti, Senhor, e meu coração não descansa enquanto não repousar em ti.”
(Sto. Agostinho.) Dimensão Mística - Evangelização Todo ser humano indaga sobre sua origem e destino, sobre o sentido de sua existência. Qual o sentido da vida?

Não basta estudar Deus, é necessário, também, fazer uma experiência de Deus Como fazer?
“Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”

O processo de capacitação técnica tem seu inicio desde o ingresso no grupo e se faz gradativamente, na participação no grupo e formações complementares. Dimensão da Capacitação Em três passos:

Participação-ação
Coordenação
Planejamento-organização.
Full transcript