Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Balaiada

No description
by

Kevin Voigt

on 4 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Balaiada

Balaiada

Balaiada
Eclodiu no maranhão (1838-1841)

Governo Provisório
A Balaiada não possuia um projeto político, mas entraram no poder.
Crise do Algodão
Se deu com a perda de preço e vendas do algodão, em função da concorrência internacional
Líderes da Balaiada
Principais inciadores e mobilizadores do movimento
O duque de Caxias
Classe média se desvinculou, e começou a apoiar os militares.

Consequências e desfecho
Por que Balaiada?
Apelido de Manoel Francisco dos Anjos Ferreira

Manoel fazia cestos/balaios
Alvos do movimento
Aconteceu no Periodo regencial

Contra os grandes proprietários agrários
Causa da revolta
Condições de miséria e opressão da sociedade

Crise no Maranhão

Concorrencia internacional com o algodão
Afetados
Principalmente as camadas inferiores
Povo vs Governo
Classe média insatisfeita

Lei dos Prefeitos

Fortes atritos entre governo e povo
Mobilização
Jornal Bem-te-vi

Classe média se aproxima das camadas mais pobres
Raimundo Gomes
Mobilizar um grupo de artesãos, vaqueiros e escravos

Vila da Manga
Manoel dos Anjos Ferreira
Artesão

Acusou Antônio Raymundo Guimarães

Controle da cidade de Caxias
Cosme Bento de Chagas
Reuniu 3 mil escravos

Trouxe a revolta traços raciais



Realizações
Os balaios conseguiram tomar a cidade de Caxias

Governo provisório acabou com a guarda nacional

Expulsou os portugueses
Decadência
Radicalização

Juntou-se a criminosos e desordeiros

Vandalismos extremo
Movimento contido
Fim: 1841

Cerca de 12 mil sertanejos e escravos morreram nos combates

Pedro 2º

Luís Alves de Lima e Silva -> Barão de Caxias

Líder Manoel Francisco Gomes foi morto

Negros foram reescravizados
Vaqueiro Raimundo foi expulso
e faleceu em uma embarcação

Cosme Bento foi preso e condenado à forca
Mesmo ao final da revolta, a miséria persistiu
Based on Jim Harvey's speech structures
Medidas do Governo
Luiz Alves de Lima e Silva

Tentativa de acabar com a revolta
Luís Alves de Lima e Silva
Combate Violento
João Henrique Oss-mer
João Paulo Bona Fissmer
Julia Gramkow
Kevin Voigt
Maria Eduarda Pereira Fortunato
Thaís Aparecida Carlini

Full transcript