Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Conceitos de Diagramação

aula para o portal Luciano Augusto
by

Papel Arroz

on 25 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Conceitos de Diagramação

E para finalizar
Tipos de grids
Os quatro princípios do design essenciais para a diagramação
Conceitos de Diagramação
Proximidade: itens relacionados entre si, devem ser agrupados. Quando vários ítens estão próximos, tornam-se uma unidade visual e não várias unidades individualizadas. Isso ajuda a organizar informações e reduz a desordem.

Alinhamento: nada deve ser colocado arbitráriamente em uma página. cada elemento deve ter uma ligação visual com outro elemento da página. isso cria uma aparência limpa, sofisticada e suave.

Repetição: repita os elementos visuais do design e espalhe-os pelo material. você pode repetir a cor, forma, a textura e as relações espaciais como a espessura, os tamanhos, etc. isso ajuda a criar uma organização e fortalece a unidade.

Contraste: objetiva evitar elementos meramente similares em uma página. se os elementos (tipo, cor, tamanho, espessura da linha, forma, espaço) não forem os mesmos, diferencie completamente.
Lembre-se!
Seus projetos devem permitir que o leitor identifique o veículo , apenas correndo os olhos pela página.
Além disso, temos os elementos essenciais da diagramação de textos.
São eles:
Título: chamada principal do texto.

Subtitulo: texto que encabeça as divisões do texto.

Chapéu: palavra ou expressão curta, diagramada no alto da página ou logo acima da notícia que tem por função, introduzir o leitor ao assunto estampado.

Olho: complemento do do título que visa chamar a atenção do leitor para o assunto estampado no corpo do texto. quando aplicado no meio do texto, além de destacar algum aspecto do mesmo, areja e subdivide textos longos.

Mancha gráfica: Espaço a ser utilizado pela composição. Pode ser determinado por processos mecânicos ou matemáticos, mas o designer pode fazer prevalecer seu “bom gosto” sobre as convenções.

Fio: Separa elementos que, por algum motivo, podem ser confundidos.

Box: Espaço delimitado graficamente, que normalmente inclui texto explicativo ou sobre assunto relacionado à matéria principal.
elementos visuais
Regras de Ouro da Diagramação!
Regrinhas que vão sempre te ajudar, e muito!
Elementos da diagramação
Elementos Visuais
São de fundamental importância na caracterização da identidade da publicação. Sua repetição contribui para que se estabeleça a unidade gráfica.
Elementos gráficos simples: pontos e linhas de todo tipo (livres, retas, quebradas curvas, etc.)
Elementos geométricos, com ou sem contorno: polígonos, círculos, elipses, ovais, etc.
Tipos: letras de diferentes formas e estrutura, utilizadas para apresentar mensagens textuais.
Gráficos: logotipos, ícones, etc.
Ilustrações
Fotografias
Geometrização: é a ênfase nos pontos de visão direta e visão periférica com as informações principais do texto.

•O uso de fotografia tem uma grande importância no traçado geométrico de uma página.

•Os olhos das pessoas caminham pela página de acordo com a força visual de cada elemento apresentado na diagramação.

•Esse traçado geométrico feito, inconscientemente, pelos olhos transmite ao cérebro informações de caráter sinestésico, além de facilitar ou dificultar o entendimento geral.
Agrupamento: Conjuntos de elementos relacionados mediante sua hierarquia de informação, levando em consideração os seguintes critérios:

•Proximidade: Tendemos a agrupar aqueles objetos que estão próximos, mais pertos entre si.

•Semelhança: Tendemos a agrupar os elementos iguais ou parecidos.

•Continuidade: Nossa mente tende a agrupar aqueles elementos que têm uma continuidade significativa.

•Simetria: Tendemos a agrupar os elementos para que apareçam ordenados formando figuras conhecidas.
Harmonia: Uma imagem – ou parte dela – é considerada harmoniosa quando seus elementos fundamentais compositivos (unidades, formas, cores, tons, etc.) dispõem-se organizadamente, completando-se, combinando-se e integrando-se em um todo homogêneo.

Equilíbrio: A assimetria ou simetria excessiva pode afastar o interesse e dificultar a leitura. Leve em conta o perfil do público para determinar se simétrico ou o assimétrico é o melhor.

Proporção: Para manter o equilíbrio, é importante que as áreas com conteúdos tenham o mesmo volume visual de informação.

Espaços em Branco: O espaço em branco também atua como elemento de criação, servindo tanto para unificar e segregar partes de uma composição visual quanto para criar e intensificar contrastes. Eles são capazes de distanciar as unidades visuais apresentadas em uma imagem, assim como de fortalecer as conexões entre suas partes e elementos.
Contraste: Intensidade de visualização de cada elemento com relação aos que lhe rodeiam e ao grafismo completo.

Ritmo: Movimento, massa e harmonia podem sugerir ritmo, tornando a leitura de alguns elementos mais rápidos ou lentos.É utilizado para manipular a leitura, oferecendo um “caminho” confortável e racional, orientando os olhos pelos pontos de interesse.
Direção Visual: Diagramação que conduz a leitura de um conteúdo de forma controlada como elemento de narrativa. O intuito é direcionar o olho da pessoas para pontos estratégicos e dar uma sensação de movimento.

•Diagonal: Os olhos seguem um vértice por pontos opostos. Gera uma linha imaginária que divide a composição. Deve-se evitar a igualdade excessiva.

•Triangular ou pirâmide: Aplicada em composições simétricas, com peso e solidez marcados na base. Assegura unidade do conjunto e estabiliza o equilíbrio.

•S: Sugere ação e graça. Permite uma leitura em etapas. Se houver massas muito concentradas e distantes (sem unidade) provoca uma dispersão visual na leitura.

•Z: Possui um movimento vigoroso e definitivo. Similar a movimentação em S, mas com mais intensidade e velocidade na leitura.

•L ou Ângulo reto: Utilizadas para indicar algo. Relaciona diretamente um objeto para a informação.O movimento é muito mais vigoroso, por isso, deve-se tomar muito cuidado com a unidade, pois a leitura pode conduzir para fora da comunciação.

•Cruz: Utilizada para separar poucos elementos, aproveitando melhor o espaço. Sugere dinamismo e modernidade.

•Círculo: Cria uma sensação de fluxo. Possibilita uma sequência de leitura. Relaciona elementos a um tema central.
A direção visual pode se dar nos seguintes tipos:
Grid
Grid é a junção de todos os elementos visuais que estarão numa peça gráfica para transmitir uma informação, conhecimento, sendo composto por conjuntos de “regras” como colunas e linhas, que funcionam como guias para a distribuição dos elementos visuais. Com a utilização do grid, existem muitas vantagens, como clareza e eficiência na transmissão de informação.
Elementos do Grid
Elementos do Grid
Margens: espaços negativos entre a borda da página e a área do conteúdo. As margens exercem grande influencia sobre o conceito trabalhado no projeto, e por isso seu tamanho deve ser muito em estudado. Podem servir tanto como área de descanso para os olhos, como para chamar a atenção para o conteúdo que elas enquadram.

Linhas de fluxo: alinhamentos horizontais no espaço. Não são linhas visíveis, mas são usadas para guiar o sentido de leitura do usuário pela página.

Zonas especiais: grupos de módulos que formam campos distintos. Esses campos servem para informações específicas do projeto (imagens, publicidade, etc).

Módulos: cada pequena unidade que compõe a malha. São espaçados uniformemente e permitem inúmeras possibilidades de composição.

Marcador: elementos que auxiliam na navegação pelo documento, como número de página, título de seção, etc.

Coluna: áreas verticais que contém texto ou imagens. As colunas podem ter o mesmo tamanho ou tamanhos variados, dependendo da informação que está sendo trabalhada e dos elementos gráficos a se dispor no layout.
Full transcript