Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Biomas e paisagens vegetais do mundo

No description
by

Larissa Désirée

on 5 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Biomas e paisagens vegetais do mundo

Biomas e ecossistemas
Paisagens vegetais da terra
Savanas (Brasil: cerrado e caatinga)
Deserto ( quente e frio) e tundras
Floresta subtropical, floresta temperada, estepe e pradarias
Floresta equatorial e tropical
Biomas e paisagens vegetais do mundo

Ecossistema é onde são encontrados todos os fatores bioticos e abioticos.
Biomas são definidos pela relação entre o solo, a vida animal, a vegetação e o clima. Assim, em um mesmo bioma pode-se perceber diversos ecossistemas. Biomas são as comunidades biológicas, ou seja, as populações de organismos da fauna e da flora interagindo entre si e interagindo também com o ambiente físico chamado biótopo.
Definições:

Biótopo
Biocenose
Ecossistema
Bioma
Biosfera
O que é, e como reconhecer um bioma:

Os biomas podem ser divididos em aquáticos e terrestres:

Biomas aquáticos: oceanos e rios.

Oceanos: Representam 70% da superfície terrestre, sendo, portanto, o maior ecossistema do planeta.

Rios: São ecossistemas de fundamental importância para a manutenção da vida terrestre.

Biomas terrestres: floresta equatorial e tropical, savanas, deserto, tundra, floresta subtropical e temperada, estepes e pradarias, floresta boreal, vegetação mediterrânea e vegetação de altitude.
Desmatamento: ate quando a natureza suportará?" e "o verde sumiu: a cartografoia do desmatamento"
processos de desmatamento
Vegetações mundiais

A composição dinâmica da biosfera produz diferentes vegetações, climas, relevos entre outros, dessa forma as paisagens naturais variam de grandes florestas tropicais a desertos, montanhas e imensas geleiras. Para a consolidação dos mais variados tipos de vegetações existentes no mundo é preciso que haja a interação entre os elementos naturais (clima, solo, relevo, vegetação e energia).

Isso fica evidente quando notamos as regiões com predominância de clima quente e chuvoso, que deriva grandes florestas tropicais com enorme umidade e precipitação. Já nos lugares de climas áridos, semi-áridos e desérticos a composição de vegetação é muito diferente, pois as plantas e os animais são adaptados às condições adversas, como a falta de água e alimento.


Floresta Temperada: essa vegetação é encontrada principalmente no hemisfério norte, situada entre os trópicos e os círculos polares, os países que possuem esse tipo de florestas são Estados Unidos, Europa, Ásia e no Sul do Chile com climas temperados. As florestas temperadas são diferentes em relação às florestas tropicais, pois a primeira produz uma quantidade menor de variedade de plantas e animais. As florestas temperadas possuem características singulares, no inverno e outono as árvores perdem suas folhas, e por isso são denominadas de caducifólias.

Classificação:
Floresta pluvial tropical: essas se localizam geograficamente, em geral, na América do Sul, América Central, África, Ásia e Oceania. Todas as regiões citadas possuem características semelhantes como clima quente e úmido, proporcionando assim o surgimento de grandes florestas com uma enorme riqueza de biodiversidade, essas são as áreas do planeta que concentram a maior parte dos seres vivos.
Florestas de coníferas: essa vegetação é encontrada geograficamente em regiões com proximidade aos círculos polares, com características de clima com inverno bastante rigoroso. As coníferas são denominadas também de floresta boreal, é composta por pinheiros.
Tundra: se faz presente no extremo norte do continente americano, europeu e asiático, a particularidade dessa vegetação é em relação ao clima, pois se desenvolve em áreas de clima frio e polar, com duas estações (verão e inverno), sendo inverno rigoroso e verão com temperatura um pouco mais elevada. Na tundra as vegetações encontradas são musgos, liquens e plantas herbáceas, esses vegetais se desenvolvem de forma mais efetiva no verão, pois na estação do inverno toda área fica coberta de gelo.

Savana: esse tipo de vegetação tem uma grande semelhança com o cerrado brasileiro, as savanas são compostas basicamente por gramíneas e capins, árvores e arbustos espalhados na paisagem. As savanas são situadas geograficamente em regiões de clima tropical, com duas estações bem definidas, sendo uma de seca (inverno) e uma chuvosa (verão). No mundo essa vegetação se faz presente nos seguintes países e continentes: América do Sul, África, Ásia e Austrália.
Estepe e pradarias: são compostas por plantas herbáceas, arbustos e gramíneas, em áreas de clima temperado, geralmente o estepe desenvolve em lugares mais secos, enquanto que as pradarias em locais mais úmidos, essa é utilizada como uma ótima pastagem na pecuária. Os dois tipos de vegetações são encontrados na América do Norte, Ásia e América do Sul (Argentina, Uruguai e Rio Grande do Sul nos pampas gaúcho).
Florestas equatorial e tropical

As florestas equatoriais e tropicais localizam-se na costa oriental dos continentes ate uma latitude norte e sul de aproximadamente 26º C.
O clima é quente e a variação anual da temperatura não ultrapassa 6ºC. As chuvas abundantes, de origem convectiva em virtude da atuação dos ventos alicios , e bem distribuidas durante o ano.

Savanas (Brasil, cerrado e caatinga)
De ambos os lados da linha do equador, tanto no hemisferio norte quanto no sul, onde o clima se caracteriza por apresentar uma estação seca e outra chuvosa, estendem-se as savanas tropicais.
A pluviosidade é abundante no verão e escassa no inverno e, pelo menos durante um mês do ano, e inferior a 60 milimetros, por esse motivo na savana não se desenvolvem formações florestais.
PAISAGENS VEGETAIS
A palavra fitogeografia quer dizer geografia dos vegetais ou como eles estão dispersos e classificados ao longo de um território. As vegetações presentes no planeta são derivadas de uma série de elementos, tais como luminosidade, temperatura, variedade de solo e umidade.
Os elementos que mais determinam uma vegetação são o clima e o solo, esses são responsáveis pela variedade de espécies da flora. Um exemplo disso são as zonas intertropicais que, em razão do calor e da umidade, apresentam grandes florestas.

Os vegetais são distintos por causa de muitos fatores, um deles é proveniente da quantidade de água que determinadas plantas necessitam para sua manutenção. Nesse caso, existem três tipos distintos: as higrófilas, que se proliferam em ambientes com grande concentração de umidade; as hidrófilas, que representam o grupo de vegetais que é adaptado à água; e as xerófilas, que sobrevivem com a escassez de água.

No caso das vegetações presentes no território brasileiro, é bom ressaltar que o fato de estudar as coberturas vegetais do Brasil não quer dizer que essas estão com seu aspecto natural, diante disso, o que é abordado é o estudo dos aspectos vegetativos originais, pois o espaço geográfico do país vem passando por uma série de transformações para atender aos interesses e às atividades humanas.
O território brasileiro abriga uma variedade de coberturas vegetais proveniente de muitos fatores, entre os principais estão: a localização geográfica onde há uma elevada temperatura, além de possuir uma extensa área de aspecto continental, que também proporciona uma diversidade de fusos, climas, vegetações entre outros.
Apesar da grande diversidade natural da flora presente no Brasil, atualmente existe somente 60% de áreas conservadas, isso para atender às atividades produtivas, como a produção agropecuária, o processo de urbanização e o extrativismo (vegetal, mineral e animal).

Levando em conta as características naturais e originais dos tipos de vegetações existentes no Brasil, podemos encontrar as principais, que são:


Floresta Amazônica: é uma cobertura vegetal de origem equatorial constituída por uma grande variedade de espécies com grande concentração de plantas higrófilas, as árvores são de grande porte e copas largas, ou mata fechada, essa pode ser encontrada nos Estados do norte do país. Apesar de aparentemente apresentar uma cobertura homogênea existem diferenças, dessa forma podem ser classificadas em Mata de igapó (ocorre nas margens de rios que se encontram alagadas o ano todo), Mata de várzea (abriga uma imensa variedade de espécie e passa por inundações em determinados períodos do ano) e Mata de terra firme (não sofre inundações e ocupa grande parte da região).


Mata Atlântica: corresponde a uma cobertura vegetal tropical com árvores altas e densas, atualmente só resta um pequeno percentual, cerca de 7% , dessa importante vegetação que já cobriu grande parte do Brasil, pois cobria desde o litoral do Rio Grande do Sul até o Rio Grande do Norte e algumas partes mais interiores como São Paulo, Minas Gerais e Paraná e já abrigou uma riquíssima biodiversidade e ecossistemas.

Caatinga: vegetação característica do clima semiárido que ocorre no sertão nordestino, constituída por plantas adaptadas à escassez de água que possuem aspectos singulares, como caules grossos e raízes profundas para garantir a sobrevivência ao longo de extensos períodos sem chuvas. Nesses momentos, essas plantas perdem suas folhas para evitar a transpiração e perda de umidade.


Floresta subtropical ou Araucária: ocorre na região Sul onde prevalece o clima subtropical. Nessa vegetação aciculifoliada, as árvores atingem até 30 m e fazem parte da família das coníferas. Em virtude da intensa exploração através da agricultura e extração de madeira, só restam 3% do total original.


Cerrado: vegetação composta em geral por vegetais com troncos retorcidos e folhas grossas. É influenciado pelo clima tropical típico, com duas estações bem definidas, sendo uma seca e uma chuvosa. Essa cobertura vegetal é mais comum no Centro-Oeste do Brasil. O cerrado não é uma vegetação homogênea, pois existem variações em sua composição, desse modo existem os subsistemas do cerrado, que são: cerradão, cerrado comum ou típico, campos e cerrado. A tortuosidade das árvores do cerrado é proveniente da acidez do solo e da alta concentração de hidróxido de alumínio.

Pantanal: nesse domínio é possível identificar uma série de coberturas vegetais, desse modo, a região pode ser compreendida como uma área de transição entre diferentes tipos de ecossistemas apresentados no território brasileiro. Diante da heterogeneidade do Pantanal quanto à cobertura vegetal, podemos destacar a presença de campos que periodicamente permanecem inundados no período chuvoso, além de floresta tropical e equatorial. Esse domínio ocorre nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O Pantanal é conhecido como um refúgio ecológico.


Campos: vegetação que corresponde a um tipo de vegetação que possui plantas rasteiras compostas por gramíneas herbáceas e arbustos. Essa característica vegetal ocorre com maior concentração no estado do Rio Grande do Sul.



Vegetação litorânea: conhecida também por áreas de mangues, essa vegetação é encontrada em regiões costeiras. Ela é composta por arbustos e espécies arbóreas e pode ser classificada em: mangue-vermelho, mangue-branco e mangue-siriúba.
Floresta boreal
Localiza-se nas regiões dominadas por clima frio, nas áreas de altas latitudes da América do Norte, Europa e Ásia.
* Costuma-se nevar de três a seis meses por ano.
* As árvores tem entre 12 a 18 metros de altura e as espécies variam de acordo com a localização. Costumam ser utilizadas como matéria-prima na produção de papel e celulose e também na construção civil.
* Existem países sustentáveis como o Canadá, Noruega, Suécia e Finlândia, também são grandes produtores de papel e celulose.
Vegetação mediterrânea
* Localiza- se em pequenas áreas no sul da Europa, Ásia menor, extremo norte e extremo sul da África do Sul, Austrália (ao sul), Califórnia, Estados Unidos e Chile (entre Santiago e Valparaíso).
* Desenvolve-se em clima mediterrâneo ou temperado ameno, onde os verões são quentes e secos e os invernos são amenos e chuvosos. A vegetação é formada por árvores de pequeno e médio porte, como oliveiras e sobreiros, e moitas e arbus e urzes.
* Pode possuir três estatos: carbóreo, arbutivo e herbaceo.
* E em cada área recebe um nome diferente: garrigues e maquis (no sul da França e na Espanha), chaparral (Estados Unidos), mattoral (Chile), fynbos (África do Sul).
Vegetação de altitude
* Localiza-se nas encostas dos Andes, dos Alpes, das montanhas rochosas do Himalaia e de outros maciços montanhosos.
* A variação da vegetação é dada conforme a altitude, e nos planaltos elevados é mais escassa.
* A vegetação é influenciada pela ocorrência de chuvas e de ventos.
Vou te mandar umas duas imagens, uma da vegetação de altitude e a outra os três tipos da mediterrânea
Desmatamento

Florestas originais
Florestas remanescentes



- Grande impacto nos biomas e ecossistemas
- Processo de destruição de florestas
- Formas de degradação
Full transcript