Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação SENID 2014 - Passos Fundo

Apresentação no 3o. Seminário Nacional de Inclusão Digital
by

Claudio Lima

on 2 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação SENID 2014 - Passos Fundo

Tendência crescente de mobilidade
de pessoas, objetos e informação.


JUSTIFICATIVA
Como o potencial de cooperação das ferramentas da web 2.0, acessadas por meio de dispositivos móveis, pode oportunizar a interação de alunos em exercício domiciliar com o contexto escolar?
PROBLEMA de Pesquisa
CONTEXTO
APRENDER COM MOBILIDADE:
Utilização das
T
ecnologias da

I
nformação e Comunicação
M
óveis e
S
em fio

como

potencializadoras da interação
em processos educativos

Claudio Cleverson de Lima


Geral
OBJETIVOS
METODOLOGIA
REFERÊNCIAS
Analisar como o potencial de cooperação das ferramentas da web 2.0, acessadas por meio de dispositivos móveis, pode oportunizar a interação de alunos em exercício domiciliar com o contexto escolar.
Específicos
Identificar e descrever a situação inicial do problema
, descrevendo o procedimento do exercício domiciliar
Selecionar e avaliar ferramentas da web 2.0
com potencial de
uso educativo
para aplicação da proposta.
Desenvolver proposta

para promover cooperação do aluno em exercício domiciliar com o contexto escolar, utilizando TIMS conectadas à web 2.0
validar a proposta

a partir da utilização com alunos em exercício domiciliar e
colegas da classe regular.
Analisar
os resultados
obtidos, cruzando-os com as categorias de análise provenientes do referencial teórico.
CARACTERIZAÇÃO
da PESQUISA
PARTICIPANTES
INSTRUMENTOS
ANGROSINO, Michael. Etnografia e observação participante. Trad. José Fonseca. Porto Alegre: Artmed, 2009.

COUTINHO, Clara Pereira; BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista. Blog e Wiki: Os Futuros Professores e as Ferramentas da Web 2.0 in Simpósio Internacional de Informática Educativa 2007. Disponível em <http://www.academia.edu/1230606/Blog_e_Wiki_os_futuros_professores_e_as_ferramentas_da_Web_2.0> Acesso em: 08 out 2012.

DRON, Jon & ANDERSON, Terry (2007). Collectives, Networks and Groups in Social Software for e-Learning. In G. Richards (Ed.), Proceedings of World Conference on eLearning in Corporate, Government, Healthcare, and Higher Education 2007, 2460-2467. Chesapeake: estados Unidos da América, 2007.

FAGUNDES, L da C.; HOFFMAN, Daniela. Cultura digital na escola ou escola na cultura digital? Brasília, DF, MEC/Semtec, 2002.

HART, Jane. Top 100 Tools for Learning 2012. Disponível em <http://c4lpt.co.uk/top100tools/> Acesso em: 11 mar 2013.

HEPPELL, Stephen. Online Spaces (2012) Disponível em <http://www.education.vic.gov.au/management/lol/lead.spaces.htm> Acesso em: 06 maio 2013.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

MEC. Ministério da Educação. Exercício domiciliar (2002) Disponível em <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB031_2002.pdf> Acesso em: 01 jan 2012.

PIAGET, Jean A epistemologia genética. 2ª ed. Petrópolis (RJ): Vozes; 1973.

PRIMO, Alex. Ferramentas de interação em ambientes educacionais mediados por computador. Educação, v. XXIV, n. 44, p. 127-149, 2001. Disponível em: <http://www.pesquisando.atraves-da.net/ferramentas_interacao.pdf> Acesso em: 22 nov. 2012

SACCOL, Amarolinda; SCHLEMMER, Eliane; BARBOSA, Jorge. M-learning e u-learning: novas perspectivas das aprendizagens móvel e ubíqua. São Paulo: Prentice Hall, 2011.

SHARPLES, Mike. The design of personal mobile Technologies for lifelong learning. Rev. Computers & Education, n. 34. Birmingham: United Kingdon, 2000.

YIN, Robert. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2010.

ZACCARON, Ana Beatriz Michels. SOUZA, Márcia Regina Souza; AMARO, Lisiane Santos Massochini; SERRES, Fabiana Fattore; NEVADO, Rosane Aragón de. Uso Pedagógico das Tecnologias Digitais: do Fazer ao Compreender. RENOTE, v. 10, n. 3, 2012.

Analisa relações dinâmicas entre o mundo real e o sujeito, intraduzíveis em números (MINAYO, 2007).

1
2
3
REVISÃO TEÓRICA

A AMO atende cerca de 60 pacientes, entre 6 e 18 anos, com diagnóstico oncológico. Quando em tratamento, afastam-se da escola (
exercício domiciliar
).


observação participante (ANGROSINO, 2009)
entrevista semi-estruturada (GIL, 2002)
questionário (GIL, 2002)
proposta de aplicação


Orientação: Drª. Patrícia Brandalise Scherer Bassani
Co-orientação: Drª. Débora Nice Ferrari Barbosa



A
web 2.0
, segunda geração da internet, foi possibilitada por recursos de software baseados em facilidade de uso/publicação, interação e cooperação entre os usuários: as
ferramentas da web 2.0.

O acesso
aos recursos da web 2.0 é cada vez mais efetuado
através

das

Tecnologias da Informação e Comunicação Móveis e Sem Fio

(
TIMS
): notebooks, tablets e smartphones.


Na escola,
TIMS conectadas às ferramentas interativo-cooperativas da web 2.0 representa
a possibilidade de estender o alcance da sala de aula a alunos impossibilitados de frequentá-la: a
aprendizagem com mobilidade.

No Brasil, alunos impossibilitados de comparecer às aulas são beneficiados com o
exercício domiciliar
, devendo receber material/suporte necessários à continuidade dos estudos.

O'Reilly (2007)
Primo (2007)
Coutinho e Bottentuir Jr (2007)
Saccol et al (2011)
MEC (2002)
ferramentas da web 2.0

TIMS

exercício domiciliar

Piaget (1973)
Sharples (2000),
Schlemmer et al (2007)
Saccol et al (2011)
A Universidade Feevale atua junto à
AMO
, Associação de Assistência em Oncologia, que atende
pacientes com diagnóstico oncológico, em idade escolar
que, em tratamento, utilizam o exercício domiciliar.

AMO (2013)
Barbosa (2013
)
Categoria da pesquisa


Estudo de caso:
* fenômeno contemporâneo dentro da vida real;
* limites indefinidos entre fenômeno e contexto;
* utilização de múltiplas fontes de evidências (YIN, 2010).


Abordagem
qualitativa

14 e 16 anos
7º ano
escola pública de Novo Hamburgo
professor regente de cada turma
2 alunos, gênero masculino
colegas da turma regular
média 30 alunos por turma
direção das escolas
+
ANÁLISE DOS RESULTADOS
interação e cooperação em processos educativos;

aprendizagem mediada pelas tecnologias digitais

ferramentas da web 2.0

tecnologias móveis (TIMS)

aprendizagem com mobilidade
SELEÇÃO das
FERRAMENTAS


FORMATAÇÃO e APLICAÇÃO DA PROPOSTA

4
ETAPAS DA PESQUISA
1
2
3
4
CATEGORIAS
escola e exercício domiciliar;
escola e tecnologias digitais ;
formação docente;
TIMS e interação;
TIMS e cooperação;
TIMS e aprendizagem móvel.
RESULTADOS
Coutinho & Bottentuit Jr. (2007)
Sollis e Jess3 (2013)
Hart (2013)
Dispositivos móveis
permitem
experiências pedagógicas diferenciadas.
A mobilidade, aliada às ferramentas da web 2.0, possibilita representação, atuação e alcance diversos.

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO - participantes

vinculação à AMO;
estar em tratamento de saúde;
idade mínima: 13 anos;
ano escolar: 7º a 8º ano Ens. Fundamental;
escolas com laboratório de informática.


CRITÉRIOS

utilização educacional
Hart (2013)
acesso via TIMS
espaço de aprendizado (Me,We,See)
Heppel (2012)
espaço de compartilhamento (grupo, rede e coletivo)
Dron & Anderson (2007)
comunicação: síncrona ou assícrona
Silva (2002)
redundância funcional.
Criação de um
blog
, com conteúdo definido pelo professor regente
(WordPress)
Inserção de
vídeos
(autorais/educativos) para reforçar conteúdo do blog (YouTube)
Bate-papo
sobre questões do conteúdo inserido no blog (Facebook)
Criação de uma
apresentação
cooperativa como avaliação (Prezi)
Alunos comentam livremente
Alunos respondem questões propostas no blog
Alunos debatem
online
para responder novas questões do blog
Alunos utilizam ferramentas aprendidas e constróem cooperativamente apresentação
(avaliação)
PRÉ-APLICAÇÃO


ENTREVISTA
Direção da escola
aluno em exercício domiciliar
professor regente
APLICAÇÃO DA PROPOSTA
alunos em exercício domiciliar
acompanhados pelo pesquisador

alunos da turma regular
atividades assíncronas (pesquisador)
atividades síncronas (professor)
PÓS-APLICAÇÃO
QUESTIONÁRIOS
professor regente
alunos em exercício domiciliar
colegas da turma regular
Categoria 3
Categoria 4
Categoria 6
Categoria 5
Categoria 2
Categoria 1
TECNOLOGIAS DIGITAIS E FORMAÇÃO DOCENTE
Os professores acompanhados neste estudo não tem formação inicial percebida como suficiente para que possam fazer uso pedagógico das tecnologias digitais.

Também não fazem cursos de aperfeiçoamento e/ou formação continuada, alegando falta de recursos financeiros.
As TIMS e a interação
As ferramentas da web 2.0 utilizadas através das TIMS permitiram níveis diferentes de comunicação e aprendizado. Observou-se interação nos níveis de interação reativa (Atividade 1 e 2) e observou-se interação mútua nas Atividades 3 e 4 (chat e Prezi).

O chat e o Prezi foram as ferramentas que os alunos mais gostaram, por permitirem maior rapidez no contato (chat) e maior liberdade de expressão e criação coletiva (Prezi).
As TIMS e a cooperação
AS TIMS E A APRENDIZAGEM MÓVEL
Considera-se que a crescente utilização das TIMs possa contribuir para que os processos educativos, cada vez mais, possam ocorrer com qualidade, independente do local onde os alunos estejam.

Utilizar TIMS conectadas às ferramentas da web 2.0, com conteúdo adequadamente selecionado e preparado pelo professor com formação para tal pode significar um potencial avanço ás possibilidade de interação e cooperação, permitindo a aprendizagem móvel.
A ESCOLA E O EXERCÍCIO DOMICILIAR
No formato em que é operacionalizado pelas escolas analisadas, o exercício domiciliar não possibilita ao aluno acompanhar o andamento dos conteúdos na sua totalidade.

O simples envio de cópias de apenas alguns exercícios não contempla o processo de aprendizagem desenvolvido em sala de aula e não possibilita que o aluno em exercício domiciliar construa seu conhecimento.
ESCOLA E TECNOLOGIAS DIGITAIS
Os laboratórios de informática das escolas analisadas não atendem satisfatoriamente o número total de alunos.

Falta professores qualificados e suporte técnico para manter o equipamento em níveis de funcionamento adequados.


A utilização das ferramentas ocupou os epaços colaborativos (chat e Prezi) e públicos (vídeo e blog). Os alunos conseguiram, em diversos momentos (Prezi e chat) trabalhar cooperativamente, notadamente quando estimulados pelo professor.

A construção de conceitos através das discussões envolvendo os alunos do laboratório e os alunos em exercício domiciliar confirmam a validade da utilização pedagógica das tecnologias digitais.

POSSIBILIDADES DE ESTUDOS FUTUROS
Estender este estudo (indicativo) para um nível mais amplo (representativo), aproximando-o de outros estudos da área;

Aprofundar o processo de seleção de ferramentas da web 2.0 para uso nos processos de ensino e de aprendizagem;

Investigar as potencialidades da
internet 3.0
para utilização nos processos de aprendizagem;

Aprofundar estudos na área da
aprendizagem móvel
e
computação ubíqua.

Elaboração conjunta entre pesquisador <--->professor
Duração: 4 aulas(semanas)
MEC (2002)
REVISÃO TEÓRICA

SELEÇÃO
DAS FERRAMENTAS
FORMATAÇÃO e APLICAÇÃO DA PROPOSTA

ANÁLISE DOS RESULTADOS
Brasil (2012)
Fagundes e Hoffmann (2002)
Primo e Smaniotto (2006)
Almeida (2007)
Kenski (2008)
Lopes (2013

Moreira e Silva (2001)
Zaccaron et al (2012)
Fagundes (2013)
Brasil (2013)
Piaget (1973)
Quintanar (2010)
Saccol et al (2011)
Primo (2000)

INTERAÇÃO REATIVA (Primo, 2000)
Piaget (1973)
Dron e Anderson (2007)
Heppel (2012)
IDC Brasil (2012)
CGI (2012)
Saccol et al (2011)

Lemos (2009)
Apresentação disponível em

claudiodelima.wordpress.com
twitter.com/claudiodelima
claudiodelima.yahoo.com.br
prezi.com/user/claudiodelima
Full transcript