Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A SÍNDROME DA ADOLESCENCIA NORMAL

No description
by

Penha Fernandes

on 8 August 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A SÍNDROME DA ADOLESCENCIA NORMAL

A SÍNDROME DA ADOLESCÊNCIA NORMAL - Knobel.

Prof. Ms. Maria Jozina Ferreira


SÍNDROME DA ADOLESCÊNCIA NORMAL - Knobel.

Psicologia do Desenvolvimento II

A maior ou menor normalidade da síndrome normal dependerá, em grande parte, dos processos de identificação e da luta que tenha desenvolvido o adolescente, para conseguir um mundo interior mais fortalecido e menos conflitivo.
A síndrome normal da adolescência, conforme Maurício Knobel, pode ser resumida na sintomatologia, que vem a seguir.

A turbulência e instabilidade da identidade adolescente são caracterizadas pelo processo biopsíquico, desenvolvido para alcançar a genitalidade e procriação.


A identidade é uma característica de cada momento em que se vive. Formada por evoluções compatíveis com a afirmação de que o individuo precisa desenvolver sua autocognição que implica o conhecimento da individualidade biológica, psicológica e social, isto é, do todo biopsicossocial.


Busca de si mesmo e
da Identidade

Ao procurar sua identidade adolescente, o indivíduo recorre, como comportamento defensivo, à busca de uniformidade que lhe garanta segurança e estima pessoal.

A TENDÊNCIA GRUPAL
Trata-se do espírito de grupo
em que se dá uma
superidentificação de massa,
onde todos se identificam
com cada um.

Necessidade de intelectualizar e fantasiar

Constitui uma das formas típicas do pensamento adolescente. Essa situação obriga o adolescente a recorrer ao pensamento para compensar as perdas que ocorrem dentro de si mesmo e que não podem ser evitadas.

Esta audiência no mundo interior permite uma espécie de reajuste emocional, um autismo positivo com um incremento da intelectualização.

Quanto à religiosidade, o adolescente pode manifestar-se como um ateu exacerbado ou como um mítico muito fervoroso,experimentando uma variedade de posições religiosas e mudanças muito freqüentes. É comum observar um mesmo adolescente passando por períodos místicos e por períodos de um ateísmo absoluto.

Crises religiosas

As elaborações da adolescência fazem com que a dimensão temporal adquira outras características. Surge então a conceituação de tempo, que implica a noção discriminada de passado, presente e futuro.

A noção temporal do adolescente é de caracteristicas fundamentalmente corporais ou rítmicas, ou seja, baseadas na hora de comer, de dormir, de estudar, etc. Esse é o chamado tempo vivencial ou experiencial.

A desorientação temporal

A evolução sexual do auto-erotismo à heterossexualidade

Nesta evolução, observa-se uma permanente oscilação entre a atividade de tipo masturbatório e o início do exercício genital, em que se dá mais um contato genital de tipo exploratório e preparatório para a verdadeira genitalidade procriativa e a correspondente capacidade de assumir o papel parental da fase adulta.


A aceitação da identidade é forçosamente determinada por um condicionamento entre indivíduo e meio.

Atitude social reivindicatória

O processo da adolescência não depende do indivíduo isolado, mas colocado no mundo social. A constelação familiar é a primeira expressão da sociedade que determina grande parte da conduta do adolescente.

A conduta do adolescente é denominada pela ação, de forma a expressão mais típica nestes momentos de vida, em que o próprio pensamento necessita fazer-se ação para poder ser controlado.

Contradições sucessivas em todas as manifestações da conduta

Separação progressiva dos pais

Uma das tarefas concomitantes à identidade do adolescente é a de separar-se dos pais. O determinismo das mudanças biológicas desta fase favorece o cumprimento desta tarefa. O aparecimento da capacidade para genitalidade impõe a separação dos pais.

Knobel enfatizou que os fenômenos de “depressão” e “luto” acompanham o processo identificatório da adolescência. No processo de flutuações dolorosas, a realidade nem sempre satisfaz as aspirações do indivíduo, isto é, suas necessidades instintivas básicas ou sua modalidade específica de relação objetal, em seu próprio campo dinâmico.

Constantes flutuações do humor e do estado de ânimo

Obrigada

Full transcript