Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE - ISO/IEC 14598

No description
by

Bruno Guimarães

on 5 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE - ISO/IEC 14598

AVALIAÇÃO DE PRODUTO DE SOFTWARE
NBR ISO/IEC 14598

Tópicos
1 - INTRODUÇÃO
2 - CONCEITO DE QUALIDADE
3 - NBR ISO/IEC 9126
4 - NBR ISO/IEC 14598
5 - CENÁRIO EXEMPLO`

3 - NBR ISO/IEC 9126
4 - NBR ISO/IEC 14598
1 - INTRODUÇÃO
Cada vez mais empresas e pessoas que utilizam softwares, buscam softwares com maior qualidade, para que estes façam diferença em suas atividades, que sejam: rápidos, eficientes, fácil usabilidade e confiáveis, entre outras características importantes. Para atender este público alvo que cresce, as empresas que produzem ou adquirem software, utilizando padrões e modelos de qualidade, para avaliação desta qualidade é aplicando normas internacionais como ISO/EIC JTC1/SC7 9126 e 14598 onde descrevem um modelo de qualidade, um processo de avaliação e métricas.

2.1 DEFINIÇÃO GENÉRICA
“Conformidade a requisitos funcionais e de desempenho explicitamente declarados, a padrões de desenvolvimento claramente documentados e a características implícitas que são esperadas de todo software profissionalmente desenvolvido” (Pressman).

“Propriedade, atributo ou condição das coisas ou das pessoas capaz de distingui-las das outras e de lhes determinar a natureza” (Aurélio).
2. CONCEITOS DE QUALIDADE
2.2 - OUTRAS DEFINIÇÕES
- Qualidade é estar em conformidade com os requisitos dos clientes;

- Qualidade é antecipar e satisfazer os desejos dos clientes;

- Qualidade é escrever tudo o que se deve fazer e fazer tudo o que foi escrito.

Modelo que trata da qualidade do produto de software, que defini características em que qualquer produto de software com qualidade deverá atender, este modelo se divide em:

- modelo de qualidade;
- métricas internas;
- métricas externas;
- modelo de qualidade de uso.
– capacidade de ser transferido em um ambiente para outro;
3.2 - MODELO DE QUALIDADE INTERNA E EXTERNA
Um software que atende a ISO/EIC 9126, no tange a qualidade interna e externa, deve atentar para os seguintes pontos:
Confiabilidade
– capacidade do software de manter seu nível de desempenho sob condições estabelecidas durante um período de tempo estabelecido;
3.1 MODELO DE QUALIDADE
Funcionalidade
– conjunto de funções, que satisfazem as necessidades explícitas ou implícitas, e suas propriedades especificadas;
Eficiência
– verifica o relacionamento entre o nível de desempenho do software e a quantidade de recursos usados, mediante condições estabelecidas;
Usabilidade
–evidencia o esforço necessário para poder-se utilizar o software;
Manutenabilidade
– avaliam o esforço necessário para fazer modificações especificadas no software;
Portabilidade
3.3 MODELO DE QUALIDADE
DE USO
Sendo a primeira norma a definir o termo usabilidade de software, este item avalia a qualidade dos produtos de software do ponto de vista do usuário durante o uso das funcionalidades do software, os seguintes pontos: efetividade, produtividade, segurança e satisfação.
4.1 PROCESSO DE AVALIAÇÃO
Desenvolvedores: Organizações que estão planejando o desenvolvimento de um novo produto de software;

Compradores: Organizações que estão planejando a compra de um pacote de software que será desenvolvido ou já pronto no mercado;

Avaliadores de software: Organizações que executam avaliações independentes de produtos de software disponíveis no mercado.

4.2.1 - VISÃO GERAL
ISO/IEC 14598-1

Define um processo de avaliação de produtos de software dividido em quatro fases:

4.2.1.1 - Estabelecimento de requisitos de avaliação
Na fase de especificação da avaliação é necessário estabelecer métricas que se correlacionem com as características de qualidade do produto de software que foram descritas na fase anterior. Para auxiliar na interpretação dos resultados das medições é necessário o estabelecimento de critérios para julgamento.

Nessa fase são conduzidas três atividades:

1. Selecionar métricas;
2. Estabelecer níveis de pontuação para as métricas;
3. Estabelecer critérios para julgamento.


Essa fase ressalta a importância dessas características por meio da declaração do uso esperado do produto e de riscos associados.

Nessa fase são conduzidas três atividades:

1. Estabelecer o propósito da avaliação;
2. Identificar tipos de produtos a serem avaliados;
3. Especificar modelo de qualidade;

4.2.1.2 - Especificação da avaliação
4.2.1.3 Projeto da avaliação
A fase de projeto da avaliação consiste da documentação dos procedimentos que serão utilizados pelo avaliador para executar a medição.
Os recursos necessários como, por exemplo, pessoas e técnicas, bem como a sua alocação devem ser especificados para as diferentes atividades durante a fase de execução da avaliação.
O resultado da fase de projeto da avaliação é um plano de avaliação que descreve os métodos de avaliação e o cronograma das ações do avaliador.
Convém que esse plano de avaliação esteja consistente com o plano de medições definido na ISO/IEC 14598-2.
Essa parte da norma tem como objetivos básicos a organização das atividades necessárias ao apoio das avaliações realizadas dentro dos vários projetos de uma organização.

4.2.1.4 - Execução da avaliação
Na fase de execução da avaliação, as métricas selecionadas são aplicadas ao produto de software, obtendo-se os valores nos níveis de pontuação.
Esses valores medidos são comparados com os critérios para julgamento determinados anteriormente.

Nessa fase são conduzidas três atividades:

1. Obter as medidas;
2. Comparar com critérios;
3. Julgar os resultados.

4.2 SUBDIVISÃO DA NORMA NBR ISO/IEC 14598
4.2.2 - PLANEJAMENTO E GERENCIAMENTO
As organizações encarregadas de desenvolver, adquirir ou avaliar software devem ter as responsabilidades de avaliação e garantia de qualidade claramente definidas e incorporadas em um plano. Existem requisitos e recomendações que devem ser seguidos mesmo que as atividades de avaliação sejam terceirizadas:

- planejamento do uso e da melhoria da tecnologia de avaliação;
- implementação da tecnologia de avaliação;
- transferência da tecnologia de avaliação;
- avaliação da tecnologia de avaliação utilizada;
- gerenciamento das experiências de avaliação;

4.2.2.2 - A função de suporte à avaliação no nível do projeto
ISO/IEC 14598-2

Tem como objetivos básicos a organização das atividades necessárias ao suporte das avaliações realizadas dentro dos vários projetos de uma organização
4.2.2.1 - A função de suporte à
avaliação no nível da organização
O apoio a esse projeto de avaliação deve ser dado pela função de suporte de avaliação existente dentro da organização. Esse suporte inclui o planejamento da avaliação (através de um plano de avaliação quantitativa) e a promoção desse plano de avaliação e da tecnologia usada para outros projetos dentro da organização. A implementação do plano deve ficar a cargo do gerente do projeto em questão.
Para cada projeto de avaliação deve ser elaborado um Plano de Avaliação Quantitativa, e essa possui a seguinte estrutura:
- Introdução;
- Objetivos;
- Características da qualidade;
- Lista de prioridades;
- Metas para as características da qualidade;
- Cronograma;
- Responsabilidades;
- Categorias das medições;
- Uso e análise de dados;
- Relatos;
- Outros requisitos

4.2.2.2 - A função de suporte à
avaliação no nível do Projeto
4.2.3 - GUIA PARA
DESENVOLVEDORES
ISO/IEC 14598-3

Destina-se ao uso durante o processo de desenvolvimento e manutenção de software. Enfocando a seleção e registro de indicadores que possam ser medidos e avaliados, a partir dos produtos intermediários, obtidos nas fases de desenvolvimento do sistema para a tomada de decisões estratégicas e gerenciais, com o objetivo de prever a qualidade do produto final a ser desenvolvido.

4.2.4 - GUIA PARA AQUISIÇÃO
ISO/IEC 14598-4

Esta norma é direcionada para adquirentes de software e estabelece um processo sistemático para avaliação de: produtos de software de prateleira, produtos de software sob encomenda ou, ainda, modificações em produtos já existentes. O propósito da avaliação pode ser a comparação entre diversas alternativas de produtos existentes no mercado, ou a tentativa de garantir que um produto desenvolvido ou modificado sob encomenda atenda aos requisitos inicialmente especificados. A norma considera o Modelo de Qualidade da ABNT NBR ISO/IEC 9126-1 e utiliza o processo de avaliação definido genericamente na ABNT NBR ISO/IEC 14598-1.
4.2.5 - GUIA PARA
AVALIAÇÃO
ISO/IEC 14598-5

Esta norma fornece orientações para a implementação prática de avaliação de produto de software, quando diversas partes necessitam entender, aceitar e confiar em resultados de avaliação. Normalmente é utilizada considerando o Modelo de Qualidade descrito na norma ISO/IEC 9126-1. O processo descrito define as atividades necessárias para analisar os requisitos de avaliação de modo a especificar, projetar e executar as atividades de avaliação e para se obter a conclusão sobre avaliação de qualquer tipo de produto de software.

ISO/IEC 14598-6

Esta norma define a estrutura e o conteúdo da documentação a ser usada na descrição dos Módulos de Avaliação. Explica como desenvolver módulos de avaliação e como validá-los.

- Um Módulo de Avaliação é um conjunto de instruções e dados usados para avaliação.

- Define também os procedimentos elementares de avaliação e o formato do relatório de apresentação dos resultados das medições resultantes das aplicações das técnicas.

- As normas das séries 9126 e 14598 podem ser utilizadas em complementação uma à outra, de acordo com o objetivo da avaliação.

- As normas ISO/IEC 14598-2 e ISO/IEC 14598-6, estabelece itens necessários para o suporte à avaliação e as normas ISO/IEC 14598-3, ISO/IEC 14598-4 e ISO/IEC 14598-5 estabelecem processos de avaliação específicos para desenvolvedores, adquirentes e avaliadores de software, respectivamente.
4.2.6 - MÓDULOS DE
AVALIAÇÃO
Os componentes para a criação do documento do Módulo de Avaliação:
1. Introdução;
2. Escopo;
2.1 Característica;
2.2 Nível de avaliação;
2.3 Técnica;
2.4 Aplicação;
3. Referências;
4. Definições;
4.1 Termos técnicos;
5. Entradas para avaliação
5.1 Entradas
5.2 Dados
5.3 Métricas e suas relações
6. Interpretação dos resultados
6.1 Mapeamento das métricas
6.2 Relatório

Componentes
Relacionamento
Modelo de Processo de Avaliacção
No Módulo de Avaliação existe uma série de diretrizes definidas na ISO/IEC 14598-6 que podem ser apresentadas na figura abaixo:
Full transcript