Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Erik Erikson

No description
by

Emanuel Duarte

on 16 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Erik Erikson

Milena Flament 3ª Idade
Iniciativa Versus Culpa 2ª Idade
Autonomia Versus Vergonha 4ª Idade
Mestria Versus Inferioridade 1ª Idade
Confiança Versus Desconfiança Erik
Erikson Teoria do Desenvolvimento Psicossocial Erik Erikson é um psicanalista que vai redefinir a conceção freudiana da personalidade, centrando-a numa perspetiva psicossocial. Propõe-nos uma conceção de desenvolvimento em oito estágios psicossociais, perspectivados em oito idades que decorrem desde o nascimento até à morte. Cada estágio é atravessado então por uma crise psicossocial com duas vertentes: uma vertente positiva e uma negativa. Introdução Vida e Carreira Erik Erikson nasceu a 15 de Julho de 1902, em Frankfurt, na Alemanha. Filho de pais Dinamarqueses, mas abandonado à nascença pelo pai, foi educado por um pediatra Judaico-Alemão, que pensava ser o seu verdadeiro pai. Em 1927, Erikson enveredou pela docência básica. Durante este período da sua vida Erikson conheceu Anna Freud, Em 1933, foi eleito para o instituto de psicanálise de Viena.
No mesmo ano iniciou a prática da psicanálise infantil em Boston, na faculdade de medicina de Harvard.
Em 1936, Erikson abandonou a universidade de Harvard para trabalhar no Instituto de Relações Humanas de Yale.
Morreu a 12 de Maio de 1994. O autor é inserido na corrente psicossocial. Na sua teoria... O desenvolvimento psicossocial é sinónimo de desenvolvimento da personalidade. Desenvolvimento que decorre ao longo de oito estádios. Cada estádio corresponde à formação de um aspeto particular da personalidade. O conceito central da sua teoria é o de identidade. A formação da identidade inicia-se nos primeiros quatro estágios, evoluindo e influenciando os últimos três. Erikson dá especial importância ao período da adolescência. Uma vez construída a personalidade, não lhe é conferido um carácter rígido. Cada estágio contribui para a formação da personalidade total (princípio epigenético), sendo por isso todos importantes mesmo depois de se os atravessar. Não se deve atribuir uma duração exata a cada estágio. Estágios do Desenvolvimento Psicossocial 6ª Idade
Intimidade Versus Isolamento 7ª Idade
Produtividade Versus Estagnação Nesta idade a criança vai aprender o que é ter ou não confiança, esta está muito relacionada com a relação entre o bebé e a mãe. Devido à familiarização entre a mãe e o bebé é atingida uma realização social, que consiste na aceitação em que a progenitora pode ausentar-se e na certeza que ela voltará Quando a mãe falta, o bebé experimenta o sentimento de esperança. A Desconfiança Básica é a parte negativa deste estágio, e supera a Confiança quando a mãe não transmite segurança e conforto suficiente à criança A criança inicia a atividade exploratória do meio. É neste momento que os pais surgem para ajudar a limitar essa exploração. Os pais fazem uso da vergonha e do encorajamento. O indivíduo vai aprender quais os seus privilégios, obrigações e limitações. Há uma necessidade de auto-controlo e de aceitação do controlo por parte das outras pessoas, desenvolvendo-se a autonomia. Erik Erikson - Vida Crise Virtude Desequilíbrio O versus negativo deste estágio é a vergonha quando perde o senso de auto-controlo, os pais contribuem neste processo ao usarem a vergonha na repressão da teimosia. O sentimento que se desenvolve nesta etapa é a vontade. Esta é responsável pela aceitação progressiva do que é permitido e necessário. É a capacidade de planear as suas tarefas e metas a atingir que define a criança como autónoma.No entanto este estágio define-se também como perigoso. O propósito é a virtude que surge neste estágio de desenvolvimento. Este chamado propósito define-se como o resultado do seu brincar, das suas tentativas e dos seus fracassos. A criança constrói também jogos mentais tentando imitar os adultos e entrando no mundo do faz de conta. Ao fracassar sente-se culpada por se equiparar aos adultos. Nesta fase a criança necessita controlar a sua imaginação exuberante e dedicar a sua atenção à aprendizagem. Existe um perigo eminente que se caracteriza pelo sentimento de inferioridade aquando a sua incapacidade Ao longo deste estágio a mestria desponta a virtude de competência. Nesta fase a criança sente-se pronta para desempenhar o trabalho adulto, trabalho esse que implica responsabilidades como ir à escola. 5ª Idade
Identidade Versus Confusão Questões como “O que sou?” ou “O que serei?” são levantadas nesta fase e somente quando forem respondidas terá sido superada esta crise. As fases anteriores irão deixar marcas que vão influenciar a forma como se vivencia esta crise. A identidade constrói-se tendo por base as representações feitas sobre nós e as que fazemos de nós próprios. O versus negativo define os sentimentos relacionados à confusão. Lealdade e fidelidade para consigo próprio são características do desfecho positivo desta etapa. A construção da identidade necessita do contributo das pessoas significativas com que o adolescente convive. Erikson considera a adolescência como a fase mais crítica do ciclo vital Pela primeira vez o indivíduo pode desfrutar de uma genitalidade sexual verdadeira. Deve-se ao facto do indivíduo nos estágios anteriores se limitar por intimidades efémeras. Uma identidade assumida, possibilita o estabelecer de relações de intimidade A vertente negativa traduz-se no isolamento de quem não consegue estabelecer relações que permitam partilhar vivências e intimidades. O isolamento pode ocorrer por períodos curtos ou longos. É um dos mais extensos estágios psicossociais e resume-se no conflito entre educar, cuidar do futuro e preocupar-se exclusivamente com os seus interesses. A produtividade denota a possibilidade de se ser criativo em diversas áreas da vida, representa uma preocupação com o contentamento das gerações seguintes. O indivíduo pode estagnar, preocupar-se quase unicamente com o seu bem-estar e a posse de bens materiais. O egocentrismo é para Erikson, sinónimo de decadência vital precoce. O egocentrismo é para Erikson, sinónimo de decadência vital precoce. 8ª Idade: Integridade Versus Desespero A sabedoria é a virtude resultante da última fase da vida. Se a retrospetiva da existência for negativa, se sentimos que desperdiçámos o nosso tempo. A integridade indica que o indivíduo considere positivo o seu percurso vital. A última idade do desenvolvimento psicossocial é marcada por um olhar retrospetivo.
«Teve a minha vida sentido ou falhei?». Objeto de estudo e metodologia de investigação Erikson baseou a sua conclusão numa pesquisa que efetuou com meninos e meninas observando-os a construir figuras com brinquedos. Tem sido difícil provar e avaliar os objetivos das teorias de Erikson. De acordo com Cole e Cole (1989), um dos métodos favoritos de Erikson para testar a sua teoria era o estudo biológico de casos específicos. A Psicologia do Desenvolvimento tem como objetivo a descrição e a explicação de mudanças nos comportamentos e nos processos mentais. Erikson Freud Vs Erikson valorizou o tributo de Freud, mas perspetivou o desenvolvimento de uma ótica não biológica. Conceção mais englobante O meio é basicamente a família Fatores pulsionais e biológicos Fatores sociais, mentais, psicológicos O meio é composto por agentes externos - meio sociocultural Conceção mais restrita Psicologia do Ego Psicologia do Id Identidade global Identidade psicossexual Adolescência Infância Ambos pretenderam descrever a forma como o ser humano pode
auto – realizar-se Dicotomias Erikson limita-se a expressar a sua opinião relativamente a duas dicotomias: Inato/Adquirido e Interno/Externo Adquirido Externo & Das quais defende: Conclusão O autor foi beber à teoria freudiana a essência da sua abordagem psicossocial. Erikson perspetivava o desenvolvimento tendo em conta aspetos de cariz biológico, individual e social. Enfatiza-se o conceito de identidade e o conceito de crise, sendo a forma como esta é resolvida determinante para a conceção do indivíduo. Por parte dos críticos a teoria não tinha em igual linha de conta as raparigas. Apesar das diferenças teóricas entre os autores, Erikson reconheceu a contribuição de Freud para a compreensão do desenvolvimento. Desenvolvimento equilibrado Desenvolvimento desequilibrado Andreia Ferreira Emanuel Duarte João Mineiro Comparação...
Full transcript