Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Fisioterapia Vs Massagem: Que relação?

No description
by

Ana Neves

on 10 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fisioterapia Vs Massagem: Que relação?

Massagem História da Massagem Objetivos da Massagem Métodos da Massagem Que relação Fisioterapia Vs História da Fisioterapia Objetivos da Fisioterapia Métodos da Fisioterapia Inquérito "Objetivo geral" "Objetivos específicos" "Objetivos específicos" População alvo Análise de dados: Se as pessoas sabem ou
não distinguir Fisioterapia
de Massagem. Perceber se existe alguma relação
entre as diferentes faixas etárias e
o conhecimento. Se existe alguma relação entre o
conhecimento e o facto de ja terem
ou não usufruído de algum serviço. Objetivos da massagem mecânicos fisiológicos psicológicos "Boca do povo" Relaxamento Alívio da dor Não existem datas ou correspondências exatas quanto à evolução da fisioterapia. Diferentes conhecimentos Bem estar do indivíduo Séc. XIX MÉDICO - figura central dos cuidados de saúde Mais tarde Escolas de Enfermagem Nova visão nos cuidados de saúde. Inicia-se o processo de profissionalização de enfermagem e posteriormente de outros setores como a Fisioterapia. Segundo Joyce (1986), citado por Marques (2005) as raízes da Fisioterapia podem ser encontradas na massagem. A massagem é importante em toda a área de manipulação, mobilização e alongamento articular e muscular. Técnicas baseadas em respostas a estímulos sensoriais Drenagem brônquica Técnicas de facilitação neuro-muscular Técnicas de manipulação Ginástica médica tem origens na ginástica sueca. Especialistas no desenvolvimento humano normal e anormal, desenvolveram conhecimentos para lidar e prevenir a lesão através de métodos baseados no movimento ativo. História da Fisioterapia em Portugal 1953 1960 1957 Cursos especiais de ajudantes técnicos de fisioterapia na Escola de Enfermagem Artur Ravara em Lisboa. Duração: 1 ano Formação de agentes técnicos e fisioterapia na Santa Casa da Misericórdia em Lisboa (3 anos) Formada a Associação Portuguesa de Fisioterapeutas 1961 Criadas escolas de técnicos de auxiliares em serviços clínicos dentro dos hospitais regionais e centrais. Auxiliares de fisioterapia (9 meses) Técnicos de fisioterapia (1 ano e 3 meses) 1966 Criada a escola de reabilitação integrada no Centro de Medicina e Reabilitação de Santa Casa da Misericordia de Alcoitão (cursos com 3 anos). 1971 As carreiras profisionais de saúde organizavam-se em três grupos:

Tipo1- profissionais com habilitação de licenciatura universitária
Tipo 2- profissionais com habilitação técnica devidamente titulada
Tipo 3- profissionais com habilitação por cargos

Fisioterapia insere-se no grupo 2. 1977 Decreto Regulamentar 87/77 de 30 de Dezembro, é criado a Carreira dos Técnicos Auxiliares dos Serviços Complementares de Diagnóstico e Terapêutica Fisioterapeutas perdem o estatuto de técnicos de terapeutas de saúde. 1980 Centros de Formação de Técnicos e Auxiliares de Serviços Complementares de Diagnósticos e Terapêutica de Coimbra, Lisboa e Porto. Condições de acesso, segundo Portaria nº 709/80 de 23 de Setembro:
9º ano de escolaridade, preferência aos candidatos com o 11º ano de escolaridade;
prestação de uma prova eliminatória, obrigatória, de seleção e avaliação de conhecimentos. 1982 Criadas Escolas Técnicas dos Serviços de Saúde em Coimbra, Lisboa e Porto Os cursos magistrados nestas escolas tinham duração de um ano e a escolaridade mínima era o 11º ano. 1983 Cria-se a primeira definição de fisioterapeuta "O fisioterapeuta colabora na recuperação, aumento ou manutenção das caspacidades físicas dos deficientes bem como na prevenção das suas incapacidades." 1986 Carreira de Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica (Decreto-Lei nº 384B/85 de 30 de Setembro.


Fisioterapia recupera o estatuto 1985 Portaria nº. 549/86, de 24 de Setembro
Cursos providos pelas Escolas Técnicas dos Serviços de Saúde de Coimbra, Lisboa e Porto e Escola de Reabilitação do alcoitão têm: Duração de 3 anos letivos 2º Ano 3º Ano 1º Ano Formação teórica Formação técnica Formação prática 12º ano de escolaridade na área científico-naturais e do 11º ano Equivalentes gerais e existência de condições físicas compatíveis. Acesso a estes cursos 1989 Decreto-Lei nº. 123/89, de 14 de Abril, a Carreira de Técnico de Diagnóstico e Terapêutica, passa a ter uma estrutura constante: Técnico Principal Técnico Especialista Técnico Especialista de 1º Classe TécnicoDiretor 1993 Escolas Técnicas inserem-se no Sistema Educativo Nacional e passam se a denominar por Escolas Superiores de Tecnologias da Saúde de Coimbra, Lisboa e Porto. 1997 Criado o Sindicato dos Fisioterapeutas Portugueses. 1999 Decreto-Lei nº 564 de 21 de Dezembro estabelece o estatuto legal da Carreira de Técnico de Diagnóstico e Terapêutica. Fisioterapia nas ESTeS e Alcoitão passam a licenciaturas bi-etápicas. Tratado de Bolonha, renova planos de estudo do curso de fisioterapia ministrado nas Escolas Superiores de Saúde contemplam um quadro de 4 anos de licenciatura de ciclo único. Terapia
(cura) Fisioterapia Fisio (físico) Origem etimológica da palavra Segundo a legislação Portuguesa: “centra-se na análise e avaliação do movimento e da postura, baseadas na estrutura e função do corpo, utilizando modalidades educativas e terapêuticas específicas, com base, essencialmente, no movimento, nas terapias manipulativas e em meios físicos e naturais, com a finalidade de promoção da saúde e prevenção da doença, da deficiência, de incapacidade e da inadaptação e de tratar, habilitar ou reabilitar indivíduos com disfunções de natureza física, mental, de desenvolvimento ou outras, incluindo a dor, com o objetivo de os ajudar a atingir a máxima funcionalidade e qualidade de vida.” (in Decreto-Lei n.o 564/99, de 21 de Dezembro ). Relação de Fisioterapia com Massagem "como uma técnica complementar de terapêutica" Massagem terapêutica e Cuidados Paleativos Massagem Consiste em toda a manobra manual ou mecânica, com fins estéticos, higiénicos, desportivos ou terapêuticos, efetuadas sobre uma ou mais regiões do corpo, sendo a direção, a intensidade, a velocidade e a duração variáveis. Origem da palavra: Culturas que impulsionaram o desenvolvimento da massagem: China Antiga (rio Amarelo) Índia Antiga (rio Indo) Mesopotâmia
(rio Tigre e Eufrates) Egipto (Nilo) "Personalidades" Hipócrates Pehr Henrik Ling Johann Georg Mezger John Kellogg Tipos de massagem Shiatsu Massagem Ayurveda Reflexologia Acupuntura Cinesioterapia Eletroterapia Hidroterapia Massoterapia Como é definida a cinesioterapia Finalidade Aplicações da cinesioterapia Ortopedia
Reumatologia
Neurologia
Cardiologia
Geriatria Como é definida a eletroterapia Finalidade Como é definida a hidroterapia Finalidade Como é definida a massoterapia Finalidade Técnicas utilizadas na massoterapia Drenagem Linfática
Shiatsu
Reflexologia Podal
Do-in
Tuiná
Ayurvédica
Tailandesa
Massagem Relaxante
... Efeitos Sistema termorregulador
Sistema respiratório
Sistema nervoso
Sistema renal
Sistema imunológico
Sistema músculo-esquelético Tipo de correntes utilizadas Classificação dos tecidos quanto à sua condutibilidade Ondas curtas
Ultra-sons
Correntes galvânicas
TENS (estimulação elétrica nervosa transcutânea)
Iontoforese Efeitos Alívio da dor
Estimulação muscular, para aumentar ou manter a massa muscular
Estimulação do fluxo sanguíneo
Estimulação nervosa Eletroterapia atualmente Conclusão Dúvidas Ana Grave
Ana Neves
Cláudia Vaz
Rita Ascenso
Sofia Pereira
Tânia Gomes Bibliografia Biasoli, Maria C.; Machado, Christiane M.C. Hidroterapia: aplicabilidades clínicas: Revista Brasileira de Medicina. Acedido a 13 de Dezembro de 2012. Disponível em: http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=3288
LEDUC, A.; LEDUC, O. Drenagem Linfática: teoria e Prática. 2ª ed. São Paulo: Manole, 2000.

Marques, C. (2010). A massagem terapêutica em idosos não comunicantes com doença terminal – Tese mestrado em Cuidados Paleativos. Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina de Lisboa.

Martin, J. Eletroterapia en Fisioterapia. 2ª edição, Editorial Medica Panamericana; Madrid (2004) Acedido a 13 de Dezembro de 2012. Disponível em: http://www.google.pt/books?hl=en&lr=&id=TMR-DzWvieMC&oi=fnd&pg=PA17&dq=electroterapia&ots=z38nvuewY6&sig=RBAgO50cAN_w-LSkyaGgLnmaZ4Y&redir_esc=y#v=onepage&q=electroterapia&f=false
Massagem ayurvedica na revitalização cutânea facial com princípios de origem vegetal. (2008) UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI. Curso de Graduação Tecnológica em estética e cosmetologia. Disponível em www.belezain.com.br/trabcientificos/TCC2003_fin.doc

Oliveira, Catarina (2012). Massagem – História da Massagem. Curso Quiromassagem – CEFAD / DGERT (Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho).

Oliveira, Cláudia. (2006). Efeitos da Fisioterapia no assoalho pélvico durante o ciclo gravídico-puerperal. Tese de Mestrado em Ciências. Dissertação apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Acedido a 15 de Dezembro de 2012. Disponível em: http://www.feminafisio.com/noticias/10003/livro_10003.pdf

Seubert, Fabiano.; Veronese, Liane. A massagem terapêutica auxiliando na prevenção das doenças físicas e psicológicas. Acedido a 14 de Dezembro de 2012. Disponível em: http://www.centroreichiano.com.br.

Soares, Lúcia M.A.; Soares, Sandra M.B.; Soares, Aline K.A.; (2005). Estudo comparativo da eficácia da drenagem linfática manual e mecânica no pós-operatório de Dermolipectomia. Acedido a 14 de Dezembro de 2012.Disponível em: http://redalyc.uaemex.mx/src/inicio/ArtPdfRed.jsp?iCve=40818407
Souza ,Soraya L. G.; Braganholo ,Larissa P.; Ávila, Adriana C. M.; Ferreira, Adriana S. (2007). Recursos Fisioterapêuticos Utilizados no Tratamento do Envelhecimento Facial. Acedido a 14 de Dezembro de 2012 . Disponível em: http://www.unifafibe.com.br/revistasonline/arquivos/revistafafibeonline/sumario/11/19042010103832.pdf
Williams, Joyce D. Physiotherapy is Handling, Physioterapy, February, Vol, 72 nº2, 56-70, 1986. evolução dos estudos dos técnicos auxiliares de fisioterapia
Full transcript