Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Conforto Acústico

No description
by

Thamara Gomes

on 25 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Conforto Acústico

Tipos de isolamento
Conforto Acústico na Arquitetura
Considerações Gerais:
Som:
vibração de partículas de ar trans-
mitida ao aparelho auditivo. Quanto mais
próximas as partículas mais rápido o som
se propaga. O som é uma onda mecânica
de movimentos oscilatórios. Não se propaga
no vácuo.
Ruído:
fenômeno

acústico que causa
sensação audível desagradável.
Nível do som:

obtido pelo uso de equipamentos medidores que
determinam a intensidade real do som.
Frequência do som:

determinada em Hertz (Hz) define o número de vibrações por segundo, diferenciando o som grave do agudo
Para medir o nível de som/ intensidade sonoro/nível de pressão acústica é usado o decilímetro, apresentado em decibéis (dB). 1 dB é o mínimo que o ouvido humano pode ouvir. E para um som de frequência de 1000 Hz possa a ser ouvido é necessário um 1dB.
Nível de ruído aceitável nos ambientes
Reflexão do som:

fenômeno onde a energia "bate"
e volta da parede.

Reverberação:

permanência do som em um
ambiente, mesmo depois de cessada sua emissão.
Acústica
de recintos
fechados

O comportamento do som depende dos seguintes fatores:

- da forma interna, pelas paredes e tetos;
- pela capacidade de absorção dos materiais;
- do volume do ambiente.


Nenhuma parede é perfeitamente refletora de ondas sonoras, e por isso uma parte da energia é absorvida pelo material.
Isolamento aéreo:
propagação do som/ruído no ar, e por isso deve-se usar materiais densos. Ex.: paredes duplas (colchões de ar) isolam de 5 a 10 dB.

- Lei das massas: dobrando-se a massa (Kg/m²), o isolamento aumenta
cerca de 5dB.






Ex.: Parede de alvenaria isola 45 dB
Parede dupla com câmara de ar isola 55dB

Janelas de vidros duplos de espessura diferente ou vedar frestas

Portas: rechear com o material absorvente ou isolante
Porta comum isola 18dB
Porta tratada isola 40dB


Para obter um bom isolamento
sonoro é necessário verificar o
índice de redução sonora (R) do material.
Em caso de madeiras simples,
quanto mais densos for o obstáculo, menos a quantidade
de energia sonora transmitida.
Tipos de isolamento
Isolamento por impacto:
ruído que se propaga nos sólidos, deve-se usar materiais elásticos e duráveis. Ex.: tecidos, feltros, materiais que separam a
laje estrutural, borracha.

Piso de borracha;
Tapete e forro;
Lajes flutuantes


A absorção sonora visa reduzir
ao máximo a reflexão de energia
sonora que incide na superfície.
da
acus
son
Acústica de recintos fechados
Concha acústica e teatros: som seja dirigido e concentrado sobre a platéia devido à forma côncava. Terreno em plano inclinado. O micro-clima: de preferência silencioso e desprovido de ventos, só tolerado no
sentido concha/platéia (velocidade máxima: 15 Km/h)
Energia absorvida
Energia transmitida
Energia refletida
lã de rocha
1.Isolar a lage de cobertura e/ou teto.

2.Isolar as paredes externas ou as paredes divisórias com outras unidades habitacionais ou comerciais.

3.Isolar a lage de piso.

4.Isolar as paredes divisórias internas.
Referências:
Disponível em: <http://www.kemperbrasil.com.br/norma10152.html >Acesso em: 15 Nov. 2013.

Disponível em: <http://www.fec.unicamp.br/~luharris/galeria/ic042_05/TIDIA-ae_TopicoA_mat-apoio_S03_C-Acustico.pdf>Acesso em: 15 Nov. 2013.

Disponível em: <http://www.ufpel.edu.br/faurb/labcee/site/adm_/content/home/arquivos/Conf_Amb_Acustica_Arq_Aulas_01_a_04.pdf>Acesso em: 12 Nov. 2013.

Disponível em: <http://www.knauf.com.br/folder/abc/pdf/abc.pdf>Acesso em: 12 Nov. 2013.

Disponível em: <http://www.ufpel.edu.br/faurb/labcee/site/adm_/content/home/arquivos/Conf_Amb_Acustica_Arq_Aulas_05_a_08.pdf>Acesso em: 14 Nov. 2013.

Disponível em: <http://www.fau.ufrj.br/apostilas/conforto/AMB20061CD0106.pdf>Acesso em: 15 Nov. 2013.

Disponível em: <http://www.knaufamf.com.br/profissional/area-tecnica/conceitos-tecnicos/isolamento-acustico/>Acesso em: 13 Nov. 2013.

Disponível em: <http://www.labcon.ufsc.br/anexosg/390.pdf> Acesso em: 13 Nov. 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10152: níveis de ruído para conforto acústico: procedimento. Rio de Janeiro, 1987.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12179: tratamento acústico em recintos fechados: procedimento. Rio de Janeiro, 1992.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10151: avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade: procedimento. Rio de Janeiro, 2000.

painéis acústicos
É necessário fazer o cálculo de reverberação para determinar o nível de absorção.
Cálculo de TR de senvolvido pelo Prof. Dr. João Candido Fernandes - Laboratório de Acústica e Vibrações - UNESP - Campus de Bauru
http://wwwp.feb.unesp.br/jcandido/acustica/Calculos/Tempo_de_reverb.htm


Tipos de barreiras:
A - Barreiras reflexivas
Sólidos homogêneos, opacos ou transparentes. Ex.: madeira e concreto.

B - Barreiras absortivas
Porosos, geralmente opacos. Ex.: fibra de madeira, concreto granulado e lã
mineral revestidos por materiais mais robustos.

C - Barreiras reativas
Geralmente material opaco, com cavidades ou ressonadores atenuando freqüências específicas - som penetra por pequenas aberturas na superfície.
Isolamento acústico:

é a capacidade de certos materiais de impedir que a onda sonora passe de um ambiente para outro. É o processo que impede a transmissão sonora.

Absorção acústica:
é o fenômeno que minimiza a reflexão das ondas sonoras em um mesmo ambiente.

- O nível de absorção dos materiais de construção depende da frequência. Os materiais que melhor absorvem são de baixa ou média densidade, fibrosos ou porosos. Classificados como:

Porosos expostos: lã de vidro, lã de rocha, feltro, etc.
Porosos recobertos: os anteriores combinados com chapa de gesso, lãminas metálicas, chapas perfuradas, etc.
Aplicação direta com pistola sobre parede ou teto: espumas de reinas especiais
Chapas pré - fabricadas, perfuradas ou não: chapas de gesso, de fibras de madeira, etc.
Relação de materiais com os respectivos
índices de absorção acústica relacionados às freqüências
Materiais Reflexivos 0,1 > 0,01
Materiais medianamente absorvedores 0,5 < α < 0,1
Materiais absorvedores α > 0,5
Coeficiente de Absorção - varia de 0 a 1. É o quociente entre a energia absorvida e a energia incidente em uma determinada superfície.





• Superfície teoricamente rígida e polida teria α= 0;

• Janela aberta α= 1;

• Unidade de área de absorção = 1 m2 = sabine;

• Ex: tapete com α= 0,7 – 70% da energia é absorvida,
ou seja, 1 m2 de tapete equivale a 0,7 m2 de uma janela
aberta;
Ariane Volpato
Danielle Lima
Débora Caroline
Débora Nascimento
Júlia Gabriella
Lívia Ghanem
Marlize Queiroz
Thamara Souza

2° período - 2013
Centro Universitário Newton
Full transcript