Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

da favela à academia

No description
by

Jobson Silva Júnior

on 19 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of da favela à academia

A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE NEGRA A PARTIR DA INFORMAÇÃO MUSICAL EM BLOGS
Jobson Francisco da Silva Júnior
Orientadora: Profª Drª Mirian de Albuquerque Aquino
INTRODUÇÃO
A Vivência no NEPIERE e GEINCOS;

A informação musical como possibilidade de construção da identidade afrodescendente na ciberculra (SILVA JÚNIOR, 2010);

A música entra em cena: o rap e o funk na socialização da juventude em Belo Horizonte (DAYRELL, 2001).
As mudanças trazidas pela globalização, e a evolução das TIC;

As formas de produzir conteúdos torna-se cada vez mais fáceis e acessíveis;

Observa-se grande tipologia da informação, da qual salientamos a informação musical.
A qual tem a sua disseminação e consumo reinventados na sociedade contemporânea.
A música passa a conectar seus consumidores na Sociedade da Informação, Conhecimento e Aprendizagem;

O (ciber) sujeito irá exercer ao mesmo tempo várias identidades, voltamos nosso olhar para a identidade étnico-racial.
A necessidade de se consolidar uma identidade negra.
Como a identidade afrodescendente tem sido construída por jovens negros a partir da informação musical vivenciada por meio funk?
Objetivo geral: analisar processos de acesso, apropriação e uso da informação musical na construção da identidade de jovens afrodescendentes, tendo como foco os blogs voltados para música funk.
Mapear os principais blogs nacionais destinados à disseminação da informação musical funk;

Identificar o conteúdo informacional nos blogs voltados para música funk de recorte etnicorracial;

Verificar como os usuários de blogs se apropriam da informação musical para a construção da identidade afrodescendente.
DESENHO METODOLÓGICO
"O método é o próprio processo de desenvolvimento das coisas" (MINAYO, 1996)
Enfoque qualitativo associado a visão da pesquisa social.
Em nossa realidade consideramos que a natureza do observador é a mesma do seu objeto de estudo;

Vemos na pesquisa social como uma possibilidade de pesquisa orientada para a ação;

Aceitamos como premissa de que o pesquisador está sempre envolto na subjetividade, seja na dele próprio como na dos pesquisados e vice-versa;

A pesquisa social da voz aos excluídos (GROULX, 2008).
Bricolagem
Estudos Culturais
Netnografia
Discurso do Sujeito Coletivo
Seguimos caminhos múltiplos (teóricos e metodológicos), levando em consideração as relações de poder;
É exigido do pesquisador-bricoleur uma interdisciplinaridade profunda;

O bricoleur trabalha para construir UMA realidade e repudia o determinismo.
Complexidade
Trazemos o olhar do popular proposto pelos Estudos Culturais;
Olhar netnográfico traz as pessoas como nós em redes de significado;
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Entrevistas semi-estruturadas com usuários do Blogger;

A escolha do Blogger foi devido a sua usabilidade;

Serão entrevistados donos ou colaboradores de blogs;

Entrevistas serão feitas via Facebook, que nos trarão como dados adicionais os emoticons e o internetês;

DSC (ECH, IC, AC)
PONTO DE PARTIDA: ALICERÇANDO O OBJETO DE ESTUDO NA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
Epistemologia da CI (AQUINO, 2007; BORKO, 1968; CAPURRO, 2003; CRIPPA, 2010; DELATRE, 2006; FREIRE, 2003, 2006; PINHEIRO, 2005; SANTOS, 1988; SARACEVIC, 1992)
A INFORMAÇÃO COMO MATÉRIA-PRIMA DO CONHECIMENTO
Delimitação do objeto de estudo da CI e reflexões sobre o seu conceito (AQUINO,2007, 2008; FREIRE, 2006; FROHMAN, 2008; LE COADIC, 2004; PACHECO, 1995; PINHEIRO, 2004, 2005; SARACEVIC, 1996; ZEMAN, 1970)
IMERSÃO NA (CIBER)CULTURA:
TECENDO UMA REDE CONCEITUAL

Adoção da perspectiva teórica dos Estudos Culturais, que tem como foco de estudos a relação entre cultura contemporânea e socidade, formas culturais, instituições e práticas culturais, bem como suas relações com a sociedade e as mudanças sociais;

Seguimos trazendo um histórico dos Estudos Culturais.
MÚSICA POPULAR NOS ESTUDOS CULTURAIS
Centramos no estudo da cultura popular, especificamente na música popular, uma vez que a mesma é um fenômeno social, presente em todas as sociedades humanas;

A música popular é arte ou é produto?

A música pode produzir efeitos nefastos na sociedade.
REFLEXÕES SOBRE A CULTURA
Compreensão do conceito de cultura, estabelecendo um diálogo entre a Antropologia e os Estudos Culturais (ESCOSTEGUY, 2010; GARCÍA CANCLINI, 1995; HALL, 1997; LARAIA, 2009; SHALINS, 2003;)
ENQUADRAMENTOS CULTURAIS: COMO OPERA A CULTURA
A cultura enquanto um produto, fruto da globalização e das tecnologias digitais;

Diversidade cultural e o diálogo entre as culturas (HALL, 1977).
ESCUTA SINGULAR: CONSUMO DA MÚSICA NA CIBERCULTURA E APROPRIAÇÃO DA INFORMAÇÃO MUSICAL
BLOGS COMO FONTE DE INFORMAÇÃO MUSICAL E ÉTNICO-RACIAL
Reflexão sobre os blogs e suas aplicações, tomando como base teóricos da comunicação (ARAÚJO, 2006, MONTARDO; PASSERINO, 2008; OLIVEIRA; SANTOS, 2011);

Discussão sobre fontes de informação, sob a ótica da Ciência da Informação (FIGUEIREDO, 1999; TOMAEL et al., 2001).
O RACISMO E A IDENTIDADE NEGRA
Histórico da ideia de raça e racismo (BREND, 1994; MUNANGA,1994, 2003, 2012)

Conceito de identidade (GLEASON, 1983; MUNANGA, 1994);

Memória enquanto componente da identidade (CANDAU, 2011, COSTA, 2006; FRAGOSO, 2008; HALBWACHS, 2006; LE GOFF, 2003);

Identidade afrodescendente e negritude (AQUINO, 2010; HALL, 1997; MUNANGA, 2012; WANDERLEY, 2009).
Obrigado pela atenção de tod@s!
Imagens de David Garibaldi
A música pode ser concebida como informação, veículo de informação ou documento;

A trasmissão de arquivos musicais na Internet muda as relações entre produtores e consumidores;

Experimentação no consumo da música;

Agrupamento dos cibersujeitos em torno da música;

Nesse ambiente ocorre a apropriação e manipulação da informação musical pelos cibersujeitos;

Em meio a todas ferramentas disponíveis voltamos o nosso olhar para os blogs.
Ponto de
entrada
Roteiro da entrevista
1)Dados de identificação do sujeito: nome, idade, sexo, identificação racial, escolaridade, naturalidade e residência.

2)Quais os blogs voltados para o funk que você costuma ler/acompanhar? Você consegue identificar nesses blogs informação relacionada às questões étnico-racial?

3)Você utiliza as informações disseminadas nesses blogs na sua vida cotidiana? Se sim, de que forma?

4)Você consegue identificar nas músicas de funk informação que poderiam contribuir para construir e/ou fortalecer uma identidade afrodescendente?

5)Na sua visão o funk poderia ser usado para construir e/ou fortalecer uma identidade afrodescendente?
Full transcript