Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sustentabilidade

No description
by

Bruno Azuos

on 31 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sustentabilidade

Fonte :http://biogeografia-ufsm.blogspot.com.br

12.4 A Agricultura de Monocultura

‘‘ A caça e a pesca são as atividades mais antigas da história da humanidade. Mais a exploração direta da natureza tornou-se totalmente inadequada para sustentar as principais fazes de crescimento da população humana. ’’

Fonte : macua.blogs.com

Monocultura

Com a Monocultura o produtor pode Maximizar a taxa de Produção de alimentos .

Mais até que ponto, os modernos tipos de cultivos são sustentáveis ?

Impacto ambiental:

- esgotamento da terra,
- perda de nutrientes,
- necessidades de adubos cada vez mais potentes,
- Disseminação Epidêmicas de Doenças

Fonte:ruralcentro.uol.com.br

Milho e Soja, principais culturas do Agronegócio Brasileiro.

Fonte: http://www.papodeestudante.com

12.4.1 Degradação e Erosão do Solo

Relatório das Nações Unidas – 1998

‘‘ a intensificação agrícola nas décadas recentes impôs um tributo pesado ao ambiente. Técnicas incorretas de cultivo e irrigação e uso excessivo de pesticidas e herbicidas tem provocado degradação dos solos e contaminação das águas em larga escala ’’

-
Técnicas para evitar a Degradação do Solo :

Fonte : http://klaumonforma.wordpress.com

12.42 Sustentabilidade da Água como um Recurso

Fonte : www.revistanovoambiente.com.br

‘‘É evidente que as ameaças muito significativas são colocadas ao ecossistemas ao redor do mundo pela população humana crescente e aumentos concomitante ao desenvolvimento agrícola; as projeções apontam para um efeito particularmente danoso desses aumentos sobre a biodiversidade, pois se prevê que a maior parte do crescimento agrícola ocorrera nos trópicos ricos em espécies . ’’

12.7 Prognosticando Mudanças Ambientais Globais Induzidas pela Agricultura

- Incorporar estrume e resíduos da lavoura
- Alternar anos de cultivo com anos de pousio da terra
- retorno da terra a atividade pecuária
- Curva de Nivel
-Florestas

Controle de pragas
Estimativas:
67000 especies de pragas que atacam lavouras
8000 ervas daninhas que competem com culturas
9000 insetos e ácaros além de 50000 patogenos
que danificam plantas (Pimentel 1993)

O controle de pragas é uma das áreas que pode ameaçar a sustentabilidade agrícola.
Especie praga é aquela que os humanos consideram indesejável.

Objetivo do controle de pragas
Tenta-se reduzir o numero de individúos da praga á um nível que ela não cause mais problemas para a cultura, e a torne inviavel economicamente. Esse nível é chamado de NED: Nível econômico de dano.
O objetivo do controle de pragas é eliminar as espécies que poderão ou estão atrapalhando qualquer atividade humana.
* O NED deve se manter maior do que zero
Praga-alvo: É a praga que deve ser combatida pois causa problemas a cultura
Pragas potenciais: são ''controladas'' por seus inimigos naturais.
Inimigos naturais: Organismos vivos que ajudam a regular a quantidade de indivíduos das espécies causadoras de danos.
Pragas efetivas: Ocorrem na ausência dos seus inimigos naturais, fazendo com que uma praga que não era danosa, se torne um problema.
Controle limiar da ação:
Prever em qual densidade demográfica se deve atacar a praga para que ela não atinja o seu NED.
Baseia se em previsões e estudos de ocorrências passadas ou correlações climáticas.
Pestiçidas
Substâncias químicas utilizadas para matar pragas que atrapalham o desenvolvimento da cultura minimizando o lucro.
Problemas dos pesticidas:
*Resurgimento da praga-alvo
- seleção natural, indivíduos resistestes
*Remoção dos inimigos naturais
* Surgimento de pragas secundárias
- ausência de inimigos naturais
*Resistência ao pesticida
Os primeiros exemplos de resistência a pesticidas foram registrados em 1946 na Suécia, onde moscas se tornaram resistentes ao DDT.
Os pesticidas também
podem causar:
*Contaminação do solo
*Danos a saúde - Câncer
*Poluição das águas

Tão danoso, então porque utilizar?
As vantagens ecônomicas são altas:
*Benefícios é de 5$ para cada 1$ investido
*Estabilidade da produção
*Maximização da produção
*Aumento dos lucros

O que torna a utilização dos pesticidas ecônomicamente viável depende claramente do desenvolvimento de novas substâncias, para que assim os pesticidas estejam sempre pelo menos um passo a frente das pragas-alvo
Controle biológico
Uma grande alternativa para os pesticidas é o controle biológico das pragas.
Além de menor impacto podem ser bem mais rentáveis.
Como funciona?
Esse procedimento envolve a manipulação de inimigos naturais das pragas, e evolução controlada de resistência do hospedeiro. Existem 3 tipos:

Importado: O inimigo natural é trazido de uma outra área geográfica

Inoculação: O inimigo não persiste o ano inteiro, mas é reintroduzido várias vezes no ano (Comum em estufas)

Inundada: Insere-se grandes quantidades do inimigo natural da praga, que não persiste mas atua como um pesticida matando os indivíduos presentes naquele momento
Sistemas agrícolas integrados
Trata de abordagens mais ecológicas para a produção de alimentos, com uma filosofia prática que levam em conta para o controle de pragas o manejo integrado de pragas – MIP:
*Controle físico
*Controle cultural
*Controle biológicos e químicos
*Utilização de variedades resistentes
*O MIP priorisa a menor alteração dos fatores naturais
*Necessita de técnicos especializados em pragas
A chave do sucesso de um projeto que adote o MIP é o MONITORAMENTO DE CAMPO
Todas as práticas dos projetos que envolvem o MIP, tem suas vantagens ambientais mas se não forem economicamente viáveis se tornam impraticáveis.
Deste modo, graças as vantagens, como manutenção da fertilidade do solo e menos impacto ambiental varios projetos adotaram não somente o SAI, mas também outros projetos como:

ASEB: Agricultura sustentável com entrada baixa;
ALEB: Ambiente de lavoura de entrada mais baixa
Comparação
SUSTENTABILIDADE
Definição da ONU é antropocêntrica.
Definição do autor generaliza todas as espécies.
Fatores desconhecidos ou imprevisíveis.
Paradigma.
Sustentabilidade em 1991, Ecological Society of America.

SUSTENTABILIDADE

Crescimento da população humana.
Maior demanda por energia, consumo de recursos não renováveis e pressão sobre recursos renováveis.

O Problema da População Humana

Crescimento exponencial

Crescimento Populacional até o Presente:

No ano 200 havia ¼ de bilhão de pessoas.
Em 1990 o total estimado era de 5,3 bilhões.

O tamanho da população mundial é insustentavelmente alto

No século XVIII a população levou 1000 anos para dobrar de tamanho.
Atualmente o tempo de dobra é de 43 anos.

A taxa atual de crescimento é insustentavelmente alta

A fração de população vivendo em um ambiente urbano cresceu de 3% em 1800 para 29%. E Hoje a população que mora em áreas urbanas já ultrapassa as que moram nas rurais.


A distribuição da população sobre a Terra é insustentável

Ásia é o continente mais populoso do mundo, com 60% do total. É também o continente mais povoado, com 80 hab./km².
O Brasil, com cerca de 200 milhões, é o 5º país mais populoso do mundo.

Nas regiões desenvolvidas do mundo, a população que se tornou idosa cresceu de 7,6% em 1950 para 12,1% em 1990. Hoje chega a mais de 1 bilhão de idosos no mundo.

A distribuição de idade da população é insustentavelmente alta

Em 1992 a renda média anual da população dos países “ricos” (11% da população) era de $22.000. Os 40% nos países de renda média, recebem cerca $1600. Mas os 49% nos países mais pobres, recebem apenas $400 de renda anual.

A distribuição desigual dos recursos é insustentável

Projeção é estimar o futuro com base no passado.
Previsão requer uma compreensão do que aconteceu, como está no presente e, por fim, como isso pode ser traduzido em modelos futuros de crescimento populacional.

Prevendo o Futuro

As subpopulações são distinguidas em termos de
Transição “demográfica”:
Transição inicial;
Transição tardia;
Pré-transição.

A fertilidade começou a cair na Inglaterra pois apenas 15% dos homens trabalhavam na agricultura.
Já na Bulgária, a fertilidade caiu quando os níveis de instrução ainda eram baixos e as populações eram amplamente agrícolas.

Se as taxas de natalidade não fossem maiores que as de mortalidades o problema populacional estaria resolvido?

Duas inevitalidades futuras

E se essas taxas fossem iguais? A população pararia de crescer?


Uma estimativa recente sugere que a população mundial de 5,3 bilhões em 1990 provavelmente não estará estabilizada até o ano de 2070 (quando for 9,0 bilhões)

População máxima (bilhões)

A taxa atual de crescimento é insustentável, mesmo sendo menor do que já foi.
Wit (1967), Hulett (1970) e Kates (1988).
Há uma diferença entre o número que a Terra suporta e o número que pode ser suportado com um padrão de vida aceitável.


Uma capacidade de suporte Global

O principal limite ao número de pessoas que a Terra pode suportar é o alimento.
Os recursos estão sendo explorados além da capacidade que eles tem de se recuperar.

Explorando recursos vivos da natureza

Risco de extinção, sobre-exploração.
A exploração de peixes marinhos cresceu cinco vezes entre 1950 e 1989.

Pescas: Produção Máxima Sustentável

Recrutamento líquido

Tamanho da população

O número mais alto de peixes que pode ser removido da população a cada ano, para que ela possa se restabelecer.
Essa retirada é conhecida como PMS, onde ocorre a exploração de uma produção realizada de uma forma regular.

Produção máxima sustentável

A dinâmica seria que anualmente os membros da população, por meio da sua reprodução, acrescentariam exatamente o que foi removido.

Obtendo PMSs por meio de Cotas Fixas

Anos

Captura (milhões de toneladas)

Pelo fato de 20.000 pessoas dependerem de um emprego em um pesqueiro, o governo peruano permitiu a continuação da pesca à uma espécie que já tinha sido explorado o máximo permitido para que ela se recupera-se. A safra pesqueira nunca mais foi recuperada.

Mantendo um “esforço de exploração” constante. Logo o número de “dias de arrasto” em uma pesca ou o número de “dias de disparo” com uma população caçada.
Risco de extinção mais reduzido, pelo fato de se a densidade ficar abaixo do pico, um novo recrutamento excede a quantidade retirada e a população se recupera.

Obtendo PMSs por meio de Esforço Fixo

Cresce o número de pragas resistentes
Referências
Fundamentos em Ecologia. Towsend CR; Begon & Harper JL. Editora Artmed, 2° Ed. 2006.

www.revistanovoambiente.com.br acesso em 28 de novembro de 2013 .

http://www.esccultural.com.br/wp-content/uploads/2013/05/sustentabilidade-planeta-terra
acesso em 28 de novembro de 2013.

http://meioambiente.culturamix.com/blog/wp-content/uploads/2013/07/Saiba-Mais.jpg
acesso em 28 de novembro de 2013.

http://gaiasustentabilidade.com.br/wp-content/uploads/2013/09/sustentabilidade.jpg
acesso em 28 de novembro de 2013.

f

FIM!
Deserto verde
Full transcript