Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

CONSTIPAÇÃO E FLATULÊNCIA

No description
by

on 29 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of CONSTIPAÇÃO E FLATULÊNCIA

CONSTIPAÇÃO E FLATULÊNCIA
Flatulência ou Flato
-Indivíduo
-Idade
-Constipação intestinal
-DIETA:
-Alimentos
-Intolerâncias
-bebidas gaseificadas
-Conversas durante o tempo de deglutição
Constipação
Alimentos Recomendados
Consumir bastantes frutas, utilizando o bagaço e casca quando possível;
Preferir à fruta aos sucos;
Utilizar as frutas nas sobremesas e lanches;
Ingerir verduras de preferência cruas;
Usar de preferência os alimentos integrais, principalmente o pão e o arroz;
Usar farelo de aveia em qualquer refeição;
Mastigar bem os alimentos antes de ingeri-los;
Fracionar a alimentação diária de 05 a 06 vezes, estabelecendo horário para cada refeição;
Plano Dietoterápico e Alimentos Permitidos e Evitados
Alimentos Evitados
Banana-da-prata, Maçã sem casca, Caju,
Goiaba, Maisena, Farinha de mandioca, Creme de arroz, Limonada;
Evitar alimentos refinados como farinhas, massas e alimentos industrializados;
Evitar beber líquidos durante as refeições;

Ana Cláudia, Andrea Huy, Katiane Dalla Vecchia, Lariza Fernandes, Luana Zem, Monize Orso, Rhaiane Polli, Simone Tessmann.
Medidas relacionadas a alimentação e nutrição são as melhores maneiras de controlar/ minimizar as flatulências.

Realizar investigação dos alimentos consumidos, com a finalidade de verificar quais são os causadores da flatulência.

Evitar os alimentos causadores da flatulência para que a produção de gases seja diminuída.


Introduzir fibras na dieta, que deve ser inserida gradativamente, junto com uma ingesta adequada de agua para um bom funcionamento intestinal.
Consumo de chás como: os de alecrim, de camomila, de erva doce e de carqueja ajudam a prevenir e aliviar a flatulência aquecendo e
relaxando o aparelho digestivo.
O iogurte com Lb.acidophilus pode
agir contra os gases causados pelo Candida Albicans e favorece a criação de bactérias que podem ajudar na digestão;
É possíveis também reduzir a produção de gás proporcionada por alguns alimentos como:
feijão,
couve flor,
brócolis
outas membros da família do repolho
Outras Considerações
Consumir pequenas quantidades de alimentos
Realizar refeições vagarosamente
Mastigar bem os alimentos, com a boca
fechada
Não se deve engolir líquidos de pressa
Não ingerir líquidos gaseificados
Não beber líquidos com canudinho
Nem mascar chiclete
Afim de diminuir a quantidade de ar no aparelho digestivo e com isso diminuir as flatulências .
BONETT, L.P; et al. Compostos nutricionais e fatores antinutricionais do feijão comum (phaseolus vulgaris L.). Arqv. Ciênc. Saúde Unipar, Umuarama, v.11, n.03, p.235-246, 2007.

CAPER, J. Remédios comprovados para gases. In____________ Alimentos: o melhor remédio para a boa saúde: como os alimentos podem prevenir e curar mais de 100 sintomas e problemas. Rio de Janeiro: Campus, 1995, p. 151-156.

MAHAN, L.K; STUMP, S.E; RAYMOND, J.L. Tratamento nutricional nos distúrbios do tratamento gastrointestinal inferior. In____________ Krause: alimentação, nutrição e dietoterapia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012, p. 611.

MERINOSKI, S; BATISTA, Z. Flatulência. In____________ Nutrição e terapias alternativas. Blumenau: Nova Letra, 2011, p.227-229.

POLUNIN, M. Alimentos que curam. São Paulo: Marco Zero, 1997, p.

STÜRMER, J. Azia, má digestão e gases. In____________ Comida: um santo remédio. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002, p. 31-37.

VILLELA, N.B., ROCHA, R. Manual básico para atendimento ambulatorial em nutrição. 2. ed., Salvador, 2008, p.81-82.

JUNIOR O.A., MISZPUTEN S.J., Constipação intestinal crônica. São Paulo, V. 59, n. 12, p. 133-139, Dez, 2002.

Referências Bibliográficas
Iogurte com ameixa; Laranja c/ o bagaço; Mamão; Maxixe; Milho; Pão integral; Quiabo; Tangerina com bagaço; Todos folhosos; Umbu; Uva; Vagem; Abacate; Abóbora; Aipim; Ameixa; Ando; Arroz integral; Caqui; Cajá; Ervilha; Feijão; Gérmen de trigo; Granola; Kiwi.
Evitar alimentos obstipantes, como:
O feijão deve ser lavado e deixado de molho, por pelo menos oito horas, jogar fora a água do molho e cozinha-lo em outra água
Já nos vegetais é possível acrescentar anis, gengibre, alecrim, ervas, sementes de erva doce durante o cozimento.

Emissão exagerada de gases pelo reto, que podem ser ruidosos ou não e geralmente possuem um cheiro fétido. É composta por uma mistura de produto químicos sulfurosos formados por produtos derivados do processo digestivo ou de ação bacteriana.
Produzidas dentro do trato gastrointestinal
Odor Fétido
Hidrogênio (H2)
Nitrogênio (N2)
Oxigênio (O2)
Dióxido de Carbono (CO2)
Enxofre (compostos sulfurosos)
Metano (CH4)
(para rafinose e estaquinose, que açucares solúveis não digeridos nem absorvidos pelo homem e que por isso causam a flatulência, sejam solubilizados pela agua diminuindo assim os riscos do feijão causar a flatulência) aconselha-se também a tempera-lo com alho e gengibre, pois esses são bloqueadores da formação de gases.
Origem
Ar (oxigênio) no processo de mastigação e deglutição
Gases acumulados durante o processo de digestão
Decomposição dos resíduos orgânicos no interior do intestino
Bactérias do intestino grosso.
Fermentação de carboidratos por bactérias
Fatores:
* Estilo de vida
* Comer rapidamente
* Sedentarismo (falta de execicio físicos)
* Fumar
* Ansiedade (respiração + rápida)
* Alguns alimentos (mau digeridos que passam por um processo de fermentação liberando hidratos de carbono)
* Síndrome do cólon Irritável
* Intolerância a lactose

Sintomas
*Gases * Desconforto
* Distensão Abdominal * Borborigmo
* Cólicas * Irritação do intestino Grosso
* Mal estar * Aerofagia

Curiosidades
A Quantidade de gases que entram e se formam no intestino grosso, a cada dia é, em média, de 7 a 10 litros, enquanto a quantidade média eliminada, em geral é de cerca de 0,6 litros. O restante é normalmente absorvido pelo sangue através da mucosa intestinal e eliminado através dos pulmões. (GUYTON, 2011)
Humanos excretam uma média de 700 ml de gás por dia, sendo que aproximadamente 200 ml de gás estão presentes no trato gastrointestinal saudável. (DECHER, 2012)
A frequência da passagem média do flato é de 13,6 vezes por dia, podendo-se considerar como um excesso quando essa média sobe para mais de 20 emissões por dia. (DOUGLAS, 2011)
Presença freqüente aumentada de CH4, H2 e O2, reflete em má-
absorção, principalmente de carboidratos. (DOUGLAS, 2011)

Produção de gases varia de acordo com:
Plano Dietoterápico e Alimentos
Permitidos e Evitados
-Algumas combinações ( Frutas e oleaginosas, frutas ácidas e alimentos amiláceos, limão e farináceos, leite e clara de ovo, gorduras/frutas oleaginosa e alimentos doces, feculentos e farináceos
Definição
Diagnóstico
Realização de um exame físico, precedido por um interrogatório.
Exploração abrangente do abdômen (palpação) para verificar o estado do abdômen
Ultra-sonografia abdominal
Radiografia profundas do intestino ou uma tomografia computadorizada
Ressonância magnética
Exames de sangue, fezes e de intolerância alimentar.

Característica
Plano Dietoterápico e Alimentos
Permitidos e Evitados
É recomendável uma dieta rica em fibras (20 a 30 g/dia). Do total de fibras ingeridas, aproximadamente dois terços devem ser fibras insolúveis e um terço de solúveis.
Atualmente os frutoligossacarideos, encontrados naturalmente em plantas (cebola, chicória, alho, aspargo, banana e alcachofra), tem sido acrescentados em produtos dietéticos, devido seu efeito prebiótico de estimular o crescimento da microflora não
patogênica.
Seu consumo numa dose diária de 4 a 15g reduz a contipação por aumentar o bolo fecal e frequência das evacuações.
A ingestão de líquidos pode aliviar os sintomas da constipação:
seis a oito copos de água ou 1.500 ml/dia
Sentar corretamente no vaso sanitário, ao centro e ligeiramente inclinado para frente, caso o vaso for mais alto, apoiar os pés em um banquinho;
A atividade física também pode contribuir para a melhora geral desses pacientes, mas não deve ser exaustivo (como caminhar diariamente durante 45 minutos). Observa-se um aumento nas contrações propagadas no cólon, particularmente no período pós- exercício;
A Recomendação de obediência ao reflexo da evacuação é a abordagem inicial mais simples.
A orientação é de ir ao banheiro após uma refeição (de preferência a matinal) e iniciando o esforço para evacuar (15 a 20 minutos), costuma auxiliar no restabelecimento da resposta adequada ao reflexo gastrocólico;
Full transcript