Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

FISIOTERAPIA GERIÁTRICA

No description
by

DANIEL FERRAZ

on 20 October 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of FISIOTERAPIA GERIÁTRICA

FISIOTERAPIA EM GERIATRIA
Processos Ortopédicos

FRATURA PROXIMAL DE ÚMERO
10% do total; 70% das de úmero; 3ª (+) comum no idoso
4 partes: tubérculo maior e menor, cabeça umeral,
e o colo cirúrgico
Fraturas de 2, 3, ou 4 partes
ML:
queda da própria altura + apoio com a mão ou cotovelo (RE + ABD)
TRATAMENTO CONSERVADOR (85%) 3-6sem
TRATAMENTO CIRÚRGICO
Placa c/ parafusos de ângulo-fixo: preserva cabeça umeral *Mobilização precoce do membro fraturado
IMOBILIZAÇÃO
DO OMBRO

Complicações:
Rigidez articular
Capsulite adesiva
Perda da força muscular
Hospital: diário
Ambulatorial: 2-3x/sem
12 semanas
Tipoia: 2-4sem
2ª Sem: só p/ sair
4ª Sem: ganho de força
TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO
Crioterapia

Terapia Manual Passiva
Cinesio Ativa-Assistida
Cinesio Ativa-Resistida
Exercícios isotônicos
de ombro e cintura
escapular: até 8sem
Resistência elástica:
TheraBand®
Flex-ext, ABD-ADD,
RE-RI
Liberação da
descarga de peso no membro afetado, trabalho proprioceptivo
12 Sem:
Questionário de Constant
Quedas sobre a mão c/ punho em extensão: IDOSOS
* Nervo Mediano
Redução Fechada e Imobilização
6 semanas
Redução ou Fixação Cirúrgica

FRATURA DISTAL DO RÁDIO
FISIOTERAPIA
(+) Precoce possível
Priorizar (-) Edema
Restaurar ADM punho/mão
Manter art. não afetadas
Mobilização articular
Passiva e Ativa

Movimentos Cotovelo/Punho:
Prono-supinação
Flexo-extensão
Desvios ulnar/radial
Movimentos de Ombro
CINESIOTERAPIA
EDEMA
Elevação do Membro
Movimentação Ativa
Compressão mecânica:
Faixa Coban, luvas digitais,
meias compressivas
Massagem
Crioterapia
Banhos de Contraste
Evoluir os exercícios:
Alcançar habilidades motoras precocemente
Exercícios proprioceptivos e funcionais
RECUPERAÇÃO DA FUNÇÃO
“... quadro clínico articular consequente às alterações bioquímicas, moleculares e histológicas que ocorrem na
cartilagem articular
e no
osso subcondral
quando, por diversos fatores, há uma
falha dos condrócitos
em sintetizar qualitativa ou quantitativamente a
matriz extracelular
.” (REBELATTO, 2007)
OSTEOARTRITE (OA)
CLASSIFICAÇÃO
Muda
: sinal radiográfico
Ativa
: SR + queixas associadas
0 = ausência de SR
IV = espaço articular
quase ou totalmente
inexistente
EPIDEMIOLOGIA
Doença Musculoesquelética
(+) Prevalente em Idosos
85% com SR
30-40% das consultas
Absenteísmo e Aposentadoria
30-35 anos: 50% tem predisp.
50 anos: toda a população
ETIOLOGIA
Primária
: independe
de fatores externos
Secundária
: traumas, estresse repetitivo, obesidade
FISIOPATOLOGIA
Degenerativa
Cartilagem articular, memb.
sinovial, osso subcondral
QUADRO CLÍNICO
DOR:
Mecânica, protocinética,
não melhora com o repouso
RIGIDEZ MATINAL:
30min
CREPITAÇÃO:
palpável/audível
FUNÇÃO:
diminuição/perda
HIPOTROFIA MUSCULAR
DEFORMIDADES
COXOARTROSE
Principal causa de
restrição da
atividade física
em Idosos:
Fraqueza e hipotrofia
(-) condicionamento (+) dor, levando à
Incapacidade Física
CAMINHADAS
Dor local e pontos dolorosos nas pregas glúteas ou
região inguinal
Limitação da ADM: ABD, RI e FLEX.
Assimetria do MI acometido
Atrofia visível de quadríceps
Informação
e conscientização
do paciente
DOR
e Processo Inflamatório
ADM
e
FORÇA
muscular
Evitar a imobilidade
OBJETIVOS
TRATAMENTO
Medicamentoso:
Ação rápida: analgésicos e antiinflam.
Ação lenta: modificadores da doença
Reabilitação:
Terapia Física Local e Exercícios
Redução dos fatores mecânicos
Terapias Alternativas
Intervenções cirúrgicas
• Dor e rigidez articular

• Perda da mobilidade articular sem destruição importante da articulação

• Sintomas de fraqueza muscular

• Fadiga e resistência cardiovascular reduzida

• Alterações da marcha e do equilíbrio
FISIOTERAPIA
Casos discretos/moderados
Eletroterapia:
DOR
Exercício Físico:
Aptidão Física / Imobilidade / Propriocepção
Cinesioterapia Pas/Ativa/Livre:
Manutenção da Fc Articular
Cinesioterapia Resistida:
Força Muscular
* Tratamento pré-cirúrgico
Casos discretos/moderados
Drenagem:
Edema
Uso de órteses/Circuitos de marcha:
treinamento da
Marcha e Equilíbrio
Hidroterapia*
Primeiras - 8ª Semana
Evitar Luxação
Reeducação da marcha - Ensinar o uso de Órteses
Treino de Equilíbrio Estático e Dinâmico – Propriocepção
Trabalho de Cicatriz*
Mobilização Passiva – ADM
Fortalecimento Muscular – uso do FES
Reeducação Funcional para subir e descer escadas
Caminhada
(12 sem): levantar/sentar, escadas, força e dor
Moderadamente vigorosa: (+) eficiente - Treinamento de F
Dor + Capacidade funcional
30 minutos
o ideal
Exercícios em Casa: não melhora aderência ou efeitos
GONARTROSE
Dor que limita a marcha
(-) ADM: Flexão
Deformidades - Varo/Valgo
Perda de Força - Déficit Proprioceptivo
Pendulares de Codman
Exercícios Escapulares
Exercícios Isométricos
Exercícios Isométricos
Massagem Cicatricial
COMPLICAÇÕES
Distrofia simpático reflexa, rigidez articular,
perda de força de preensão,
alterações neuromotoras decorrentes da
lesão do nervo mediano, deformidade residual
da articulação do punho
Evidência Científica
ARTROPLASTIA DE QUADRIL
POI
Explicar sobre a recuperação / Isometria de quadríceps
Cinesioterapia – Exercícios Respiratórios / Crioterapia
Sedestração progressiva

++ 48h
Recomendações*
Sedestação – Ortostase – Dispositivo de marcha
Equilíbrio estático - Reeducação da marcha e giros
DESCARGA DE PESO PROGRESSIVA
Full transcript