Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O QUE É POLÍTICA? HANNAH ARENDT

No description
by

Mayana Rocha Soares

on 24 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O QUE É POLÍTICA? HANNAH ARENDT

Natureza da Política
"a política basea-se na pluralidade dos homens"
"A política trata da convivência entre os diferentes"

Negociação de interesses
"Nessa forma de organização, a diversidade original tanto é extinta de maneira efetiva como também destruída a igualdade essencial de todos os homens. A ruína da política em ambos os lados surge do desenvolvimento de corpos políticos a partir da família. Aqui já está indicado o que se torna simbólico na imagem da Sagrada Família: Deus não criou tanto o homem como o fez com a família."
"Enquanto os homens organizam corpos políticos sobre a família, em cujo quadro familiar se entendem, o parentesco significa, em diversos graus, por um lado aquilo que pode ligar os mais diferentes e por outro aquilo pelo qual formas individuais semelhantes podem separar-se de novo umas das outras e umas contra as outras."
"O homem se realiza na política apenas no tocante aos direitos iguais que os mais diferentes garantem a si próprios. Exatamente na garantia e concessão voluntária de uma reivindicação juridicamente equânime reconhece-se que a pluralidade dos homens, os quais devem a si mesmos sua pluralidade, atribui sua existência à criação do homem."
"Pode ser que a tarefa da política seja construir um mundo tão transparente para a verdade como a criação de Deus. No sentido do mito judaico-cristão, isso significaria: ao homem, criado à imagem de Deus, foi dada capacidade genética para organizar os homens à imagem da criação divina. Provavelmente, um absurdo — mas seria a única demonstração e justificativa possível à idéia da lei da Natureza."
"Na diversidade absoluta de todos os homens entre si — maior do que a diversidade relativa de povos, nações ou raças — a criação do homem por Deus está contida na pluralidade. Mas a política nada tem a ver com isso. A política organiza, de antemão, as diversidades absolutas de acordo com uma igualdade relativa e em contrapartida às diferenças relativas."
INTRODUÇÃO À POLÍTICA I - Preconceitos
Medos da política
Efeitos da política - bomba atômica
Compreensão equivocada da relação entre "dominadores" e "dominados", de maneira verticalizada e totalizante.
Política Externa e Política Interna
"No que diz respeito à política interna, são pelo menos tão antigos quanto a democracia de partidos — quer dizer, pouco mais de 100 anos —, a qual alega, pela primeira vez, representar o povo na história mais recente, se bem que o povo jamais acreditou nisso. A política externa surgiu, de fato, na primeira década da expansão imperialista, por volta da virada do século, quando o Estado nacional — não por incumbência da nação, mas sim por causa de interesses econômicos nacionais — começou a levar o domínio europeu para todo o planeta."
"Mas o verdadeiro ponto principal do preconceito corrente contra a política é a fuga à impotência, o desesperado desejo de ser livre na capacidade de agir, outrora preconceito e privilégio de uma pequena camada que, como lorde Acton, achava que o poder corrompe e a posse do poder absoluto corrompe em absoluto."
Preconceitos e Juízos
Nenhum ser humano está livre dos preconceitos;
Preconceitos - que não determinam um juízo;
A construção dos preconceitos são coletivos, não individuais;
O perigo do preconceito reside no fato de originalmente estar sempre ancorado no passado, quer dizer, muito bem ancorado e, por causa disso, não apenas se antecipa ao juízo e o evita, mas também torna impossível uma experiência verdadeira do presente com o juízo.
"Todas essas interpretações pressupõem, de forma tácita, que só se podem exigir juízos dos homens onde eles possuem parâmetros; que a capacidade de discernimento não seja nada mais do que a capacidade de agregar, de modo correto e adequado, o isolado ao geral que lhe corresponde e sobre o qual se chegou a um acordo."
"O sentido da política é a liberdade"
"tem a política algum sentido ainda?"
Liberdade e Política eram sinônimas na Antiguidade;
é na experiência da liberdade que encontramos fórmulas para a igualdade política.
O QUE É POLÍTICA? HANNAH ARENDT
Diversidade Original - pluralidade individual e coletiva
O SER HUMANO SEMPRE BUSCOU COMPREENDER A SI MESMO - FILOSOFIA, TEOLOGIA, ETC.
Mitos da política
Zoon Politikon - a política como essência do ser humano.
Concepção Monoteísta de Deus - o homem como uma ráplica do divino.
"A solução ocidental dessa impossibilidade da política dentro do mito ocidental da criação é a transformação ou a substituição da política pela História. Através da idéia de
uma história mundial, a pluralidade dos homens é dissolvida em um indivíduo-homem, depois também chamada de Humanidade. Daí o monstruoso e desumano da História, que só em seu final se afirma plena e vigorosamente na política."
Deus X Política
Individualidade X Pluralidade
A tentativa da autora é reconhecer o caráter político-social da "coisa" política, longe da tradição jucaico-cristã.
A relação entre dominados e dominantes é resultado e resultante de uma complexa rede de poder.
Crítica ao marxismo
"Quanto mais livre de preconceitos é um homem, menos apto será para a coisa social pura. Mas nós afirmamos não julgar, em absoluto, dentro da sociedade e essa renúncia, essa substituição do juízo pelo preconceito só se torna perigosa quando se alastra para o âmbito político, onde não conseguimos mover-nos sem juízos porque, como veremos mais tarde, o pensamento político baseia-se, em essência, na capacidade de formação de opinião."
"política e liberdade são compatíveis entre si?"
"Contra a experiência da politização total nas formas totalitárias de Estado e o caráter duvidoso da coisa política que nela nasce está sempre o fato de, desde a Antigüidade, ninguém mais ser de opinião que o sentido da política é a liberdade; bem como o outro fato de, nos tempos modernos, tanto em termos teóricos como práticos, a coisa política ser tida como um meio para proteger o sustento da vida da sociedade e [a] produtividade do desenvolvimento social livre."
"A diferença decisiva entre as "infinitas improbabilidades" nas quais se baseia a vida terrestre-humana e o acon-tecimento-milagre no âmbito dos assuntos humanos é, claro, existir aqui um taumaturgo e o fato de o próprio homem ser dotado, de um modo extremamente maravilhoso e misterioso, de fazer milagre. No uso idiomático habitual e comum, nós chamamos essa aptidão de agir. É característico do agir a capacidade de desencadear processos, cujo automatismo depois parece muito semelhante ao dos processos naturais; é-lhe característico, inclusive, o poder impor um novo começo, começar algo de novo, tomar iniciativa ou, adotando-se o estilo de Kant, começar uma cadeia espontaneamente. O milagre da liberdade está contido nesse poder-começar que, por seu lado, está contido no fato de que cada homem é em si um novo começo, uma vez que, por meio do nascimento, veio ao mundo que existia antes dele e vai continuar existindo depois dele."
Full transcript