Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Construções Sustentáveis

Trabalho realizado para a disciplina de Computação, na Universidade de Itaúna, pelos alunos do 1º Período - Turma A - de Engenharia Civil - 2014.

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Construções Sustentáveis

O QUE SÃO?

CARACTERÍSTICAS DAS CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS
MATERIAIS
SUSTENTÁVEIS
CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL
NO BRASIL
CONSTRUÇÕES
SUSTENTÁVEIS

João Paulo
José Eduardo
Júlia Gabriela
Juliana Rodrigues
Letícia Castro
Letícia Miranda
Letícia Oliveira
ENGENHARIA CIVIL - PERÍODO 1 - TURMA A
SELO LEED E SELO VERDE
BENEFÍCIOS DAS
CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS
As construções
sustentáveis são a melhor maneira de diminuir os
impactos causados ao meio ambiente e de possibilitar
a reaproximação do
homem à natureza.
Entre outros
benefícios advindos
construção sustentável
estão:
Benefício econômico:
Economiza-se cerca de 70% em produtividade com a construção de edificações sustentáveis, devido ao uso de energia solar e o reaproveitamento de outras fontes naturais, minimizando gastos;
Benefício à saúde física:
Funcionários e moradores de edificações
sustentáveis são de 2% a 16% mais produtivos;
estudantes demonstram rapidez em provas de matemática,
aumentada em aproximadamente 20% ao normal;
Satisfação:
Não há nada que proporcione maior satisfação a um indivíduo do saber que os projetos de sustentabilidade e ações dos quais participa são favoráveis à natureza e irão garantir uma melhor vida a ele e sua família.
A cadeia produtiva da construção civil brasileira abrange setores industriais diversos (tais como
siderurgia do aço, metalurgia do alumínio e do cobre, vidro,equipamentos elétricos e mecânicos, fios e cabos) e vários prestadores de serviços.
2. Aproveitamento passivo
dos recursos naturais
4. Gestão e economia da água
9. Uso de produtos e tecnologias ambientalmente amigáveis

São todos artigos de origem artesanal ou industrializada, que sejam não -poluentes, atóxicos, benéficos ao meio ambiente e à saúde dos seres vivos, contribuindo para o desenvolvimento sustentável.


Como saber se o material é sustentável?


Analisar a matéria-prima
• Sua instalação, manutenção.

O seu processo produtivo.

É reciclada ou renovável? Como é extraída?
O produto é poluente?
Sua distribuição.


Exemplos de materiais que ajudam a promover a sustentabilidade na construção civil
Tijolos de solocimento
Composto de solo, cimento e água,
produzido sem o processo da
queima, evita o desmatamento
e poluição do ar.
Madeira de Demolição
Possibilita o reuso de peças
que seriam descartadas, diminuindo
a demanda por madeiras novas.
Vidros
Garante a iluminação natural
e pode ser reutilizado várias vezes
para a mesma finalidade.
Lâmpada LED
Possui maior tempo de vida útil,
cerca de 50 mil horas, economiza
energia, não gera calor, nem
emite raios ultravioleta
e infravermelho.

Concreto Sustentável
Utiliza materiais reciclados na mistura.
Vidro triturado, lascas de madeira ou
escórias – um subproduto do fabrico do aço.
E diminui as emissões de CO2 associadas
como concreto.
Ecovative
Material isolante a base de
fungos que substitui a
utilização de espumas plásticas

DESIGN
INTEGRADO
MATERIAIS SUSTENTÁVEIS
QUALIDADE
DO
AMBIENTE
EFICIÊNCIA NO USO DE H2O E NO USO DE ENERGIA
QUALIDADE SOCIAL
CONSTRUÇÕES
SUSTENTÁVEIS
Esta cadeia produtiva é responsável por cerca de
15,5% do PIB brasileiro
. Além da participação direta
no PIB, a construção civil é responsável por grande contingente de mão de obra empregada, sendo considerado
um dos setores mais empregadores do Brasil.
Apesar da contribuição positiva da construção civil no desenvolvimento socioeconômico nacional, as atividades do setor degradam o ambiente e reduzem a qualidade de vida.
No Brasil, dados do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS) dão conta de que :
A construção civil é a
maior consumidora
dos recursos naturais extraídos no País, e que a construção e a demolição produzem resíduos estimados em torno de
450kg por habitante
por ano (cerca de 80 milhões de toneladas).
Além disso, a operação dos edifícios é responsável por aproximadamente
18% do consumo total
de energia do País;
50%
do consumo de
energia elétrica e 21% do
consumo de água.
Diante desses dados, o Brasil lançou-se, em meados da década de 90, na busca da construção sustentável.
Atualmente, o país ocupa o 4º lugar no ranking das nações
que possuem o maior número de edificações em processo
de certificação Leed, atrás apenas dos EUA, China e Emirados Árabes.

Além das obras particulares, o governo federal tem investido na construção de casas populares com soluções sustentáveis.
Cerca de 300 mil casas do programa minha casa minha vida foram equipadas com sistema de aquecimento solar e incentivo
ao reuso de recursos hídricos.

E MAIS...
Oito
dos 12 estádios-sede da Copa do Mundo (2014) estão em processo de certificação Leed.
O Brasil está prestes a realizar o
evento esportivo mais verde
da história.


SELO LEED - Leadership in Energy and
Environmental Design.
Sigla em inglês para Liderança em Energia e Design Ambiental. Foi criado em 2000, pela USGBC -
Conselho de Construção Sustentável dos EUA.
O selo é emitido em mais de 130 países, é considerado
a principal certificação da construção sustentável,
criado no Brasil em 2007 é representado no país
pela GBC-Brasil – Conselho de construção
sustentável do Brasil.
Inovação e tecnologia
Cada quesito tem um peso diferente na avaliação.
A categoria Eficiência Energética, por exemplo, vale 37 pontos, enquanto a categoria Qualidade dos Ambientes Internos vale 17.
Essas construções podem até fazer com que os prédios verdes se tornem métodos de construção padrões. Procurando maneiras novas e criativas, arquitetos e projetistas conseguiram erguer construções que refletem um senso crescente de proteção ao meio ambiente.

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL NO
CENÁRIO INTERNACIONAL
Geração de bem-estar aos usuários
ALGUMAS DAS OBRAS SUSTENTÁVEIS DO BRASIL:
A GBC Brasil leva em conta 7 quesitos para certificação:
1- Uso racional da água;
2- Eficiência energética;
3- Redução, reutilização e reciclagem de materiais e recursos;
4- Qualidade dos ambientes internos da edificação;
5- Espaço sustentável;
6- Inovação e tecnologia;
7- Atendimento a necessidades locais, definidas pelos próprios

profissionais da GBC, que variam de empreendimento para empreendimento.

Exitem quatro tipos de selo:

- Selo LEED - conferido a empreendimentos que tiveram mais de 40 pontos;
- Selo LEED Silver - para edificações com mais de 50 pontos;
- Selo LEED Gold - para empreendimentos com pontuação superior a 60 e
- Selo LEED Platinum para edificações que conquistaram mais de 80 pontos.


Construção Sustentável é um sistema construtivo que promove alterações conscientes no entorno, de forma a atender as necessidades de edificação e uso do homem moderno, preservando o meio ambiente e os recursos naturais, garantindo qualidade de vida para as gerações atuais e futuras.
Para uma obra ser considerada sustentável,
ela deve causar o menor impacto sobre o meio ambiente e
a saúde de seus ocupantes. Esta é a linha-mestra.
Na construção sustentável dá-se ênfase a quatro palavras: reduzir, reutilizar, reciclar e renovar!
apoiadas no triple bottom line:
Economicamente viável
Socialmente
desejável
Ambientalmente
sustentável
O empreendimento avaliado pode conseguir até 110 pontos, sendo que, para receber a certificação LEED, é preciso ter pontuação superior a 40. Quanto maior a pontuação da edificação, melhor será o nível do selo conquistado.
A moderna construção sustentável,
num ideal de perfeição, deve visar sua
auto-suficiência
e até sua auto-sustentabilidade, que é o estágio mais elevado da construção sustentável. Auto sustentabilidade é a capacidade de manter-se a si mesmo, atendendo a suas próprias necessidades, gerando e reciclando seus próprios recursos.
Não há uma
‘receita de bolo
’ para uma obra sustentável, mas
pontos em comum
que devem ser atingidos.
SÃO ELES:
Baixo consumo de energia e água na implantação da obra
e ao longo de sua vida útil;

Utilização de matérias-primas ecoeficientes;

Geração mínima de resíduos;

Aproveitamento dos recursos naturais, tais como o sol, a
umidade e o vento;

Utilização mínima de terreno e integração ao ambiente natural;

Redução ou não criação de impactos na paisagem e temperatura no entorno

Adaptação às necessidades atuais e futuras dos usuários

Criação de um ambiente interior saudável como, por exemplo, promover excelentes condições termo -acústicas, de forma a melhorar a qualidade de vida física e psíquica dos indivíduos.

Em resumo, as construções sustentáveis devem ser economicamente viáveis, ecologicamente corretas e socialmente justas. Dentre essas exigências, entende-se que já existem diversas alternativas para cumpri-las. No entanto, o setor de construção civil precisa adotar tecnologias, investir na pesquisa e no desenvolvimento de outros métodos que contribuam com a preservação do meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas. Paralelamente, a sociedade civil precisa se conscientizar sobre as alternativas que podem ser utilizadas; tendo as organizações um papel fundamental, já que dispõem de recursos e influência para definir idéias e atitudes que contribuam com sustentabilidade nas construções.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Pontução da certificação LEED:
Consome muita energia?
Os Estados Unidos é o país que mais
se destaca como exemplo de métodos para construção de prédios verdes.
O Reino Unido possui a

maior ponte solar do mundo
:
A cobertura solar da Ponte Ferroviária de Londres foi recentemente inaugurada pela Network Rail, a principal operadora da infraestrutura rodoviária britânica. A estrutura, parte integrante do Projeto Viário
Thameslink de 6,5 mil milhões de libras e possui
cerca de
4400
painéis fotovoltaicos.
A cidade sustentável, Masdar City, nos Emirados Árabes, reúne vários projetos de sustentabilidade. Uma
Cidade sustentável no deserto
. Ela procura ser um exemplo em seus projetos de sustentabilade, preservando o meio ambiente e priorizando a
qualidade de vida. As construções consomem
uma pequena quantidade de energia.

A Cidade Sustentável
dos Emirados Árabes
Hotel na China é construção arborizada
Este é um hotel que mostra como é possível ser um pouco mais sustentável sem se esforçar muito. A construção consiste em quatro blocos de prédios espelhados, sendo no total oito construções. Toda a parte externa é pensada para abrigar árvores e outras vegetações, dando mais
conforto acústico e térmico
para os apartamentos.
Ponte 100% sustentável
O País de Gales construiu ponte totalmente sustentável em apenas quatro dias.O modelo instalado recentemente sobre o rio Tweed tem 27 metros de comprimento e foi feito a partir da reciclagem de 50 toneladas de resíduos plásticos.Esta é a primeira ponte da Europa feita inteiramente de material reciclado, e pode servir como modelo para outros projetos de engenharia e construção civil.
Essas construções podem até fazer com que os prédios verdes se tornem métodos de construção padrões. Procurando maneiras novas e criativas, arquitetos e projetistas conseguiram erguer construções que refletem um senso crescente de proteção ao meio ambiente.


Confira um ótimo exemplo de uma casa sustentável:
Veja o vídeo que mostra detalhes da construção do primeiro
edifício brasileiro a receber certificação Leed Platinum do GBC:
Geram resíduos?
Apresenta baixo consumo de energia e água?
Full transcript