Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Representação do suicídio em ANNA KARENINA: Convergência das perspectivas analíticas da Psicologia e do Cinema

No description
by

Natan Reis Gomes

on 12 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Representação do suicídio em ANNA KARENINA: Convergência das perspectivas analíticas da Psicologia e do Cinema

Representação do suicídio em
ANNA KARENINA: Convergência das perspectivas analíticas da Psicologia e do Cinema

Marco Teórico
Justificativa
Método
Joiner
Teoria interpessoal do suicídio

1. Forte desejo de morte: o individuo se percebe como um fardo e não estar integrado;
2. Desenvolver a capacidade de superar o instinto de autopreservação. Se adaptar a ideia da morte.

Moscovici
Representação Social

Um saber não científico que configura as relações do homem em sociedade, orientando comportamentos e permitindo a comunicação.

Objetivação
e
Ancoragem

É um fenômeno que ainda é muito pouco discutido e cada vez mais tem feito vítimas ao redor do mundo. Dessa forma, é preciso tentar compreender através da ilustração cinematográfica como a ideação suicida pode surgir e se desenvolver para o suicídio consumado.
Problema de Pesquisa
Como diferentes versões fílmicas representam a ideação suicida e o próprio suicídio, através da personagem Anna Karenina?

Objetivo Geral
Analisar a partir da perspectiva das Representações Sociais como a ideação suicida e o próprio suicídio são percebidos nas diferentes edições do filme.
Objetivos Específicos
Identificar as representações sociais da ideação suicida e o suicídio consumado na primeira edição do filme Anna Karenina de 1935 e em seu mais recente remake produzido em 2012;
Comparar estas representações nestas versões;
Identificar as principais mudanças.

Para atingir os objetivos, adotei a pesquisa documental que constitui “uma técnica importante na pesquisa qualitativa, seja complementando informações obtidas por outras técnicas, seja desvelando aspectos novos de um tema ou problema”
(Ludke e André, 1986)
Esta é a opção mais adequada e coerente com os elementos deste estudo, para a análise dos filmes. Juntamente com a revisão de literatura acerca da temática suicídio.
1. Identificar a temática do filme;
2. Decompor a obra fílmica;
3. Relacionar e Interpretar elementos;
4. Montar um resumo da história;
5. Analisar os conteúdos com o amparo de recursos como o fotograma e trechos de diálogos dos personagens, no comparativo com os dados teóricos.

Autor:
Natan Reis Gomes
Orientadores:
Prof. José Euclimar X. Menezes
Prof.ª Mariana Leonesy Barreto

Durkheim
– O que é o suicídio?
Fato Social que é geral, exterior e coercitivo;
Categorias: Egoísta – Anômico
Fatalista - Altruísta

Através de filmes podemos ter contato com a realidade do suicídio, pois este problema vem sendo abordado em diversas obras.

Discussão



Natan Reis Gomes
E-mail: natanrg@hotmail.com

Obrigado
Referências
CAMUS, A. O mito de Sísifo. São Paulo: Record, 2004.
DURKHEIM, E.  O suicídio: estudo de sociologia.  4. ed.  Trad. de Luz Cary, Margarido Garrido e J. Vasconcelos Esteves. Lisboa: Editorial Presença, 1987.
JOINER, T. E. The interpersonal theory of suicide. Harvard University Press. USA, 2010.
__________ Why people die by suicde. Havard University Press. USA, 2005.
MASCARELLO, F. (org.). História do cinema mundial - Campinas, SP: Papirus, 2006.
OMS. Prevenção do suicídio: manual dirigido a profissionais das equipes de saúde mental. UNICAMP, 2006.
MOSCOVICI, S. Representações Sociais: Investigações em psicologia social. Traduzido do inglês por Pedrinho A. Guareschi. 8 ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.
OMS. Prevenção do suicídio: manual dirigido a profissionais das equipes de saúde mental. UNICAMP, 2006.
TORRES, C. V.; NEIVA, E. R. (Orgs.) Psicologia Social: principais temas e vertentes. Porto Alegre: Artmed, 2011.

FILMOGRAFIA
BROWN, C. Anna Karenina: EUA, Metro-Goldwyn-Mayer (MGM), 1935, 1 DVD, (95 min), som, (preto e branco).
WRIGHT, J. Anna Karenina: Reino Unido, Working Title Films, 2012, 1 DVD, (129 min), som, color.

1935
2012
Porque trabalhar com o filme Anna Karenina?
Só em audiovisual foram 13 adaptações da obra;
Um filme que possibilita a visualização do marco teórico estabelecido para este trabalho.


Joiner apresenta alguns casos clínicos que se aproximam da realidade de Anna
Gayle apresenta ideação suicida e aos poucos adquiriu a capacidade de auto-lesão por recorrentes situações dolorosas e por usar substâncias graves.
Esquema da teoria interpessoal do suicidio
Percepção de fardo + Falha no pertencimento
+ Capacidade para cometer o ato
=
Tentativa séria ou morte por suicídio

Na relação indivíduo / sociedade Anna vivenciou as dificuldades em suprir suas necessidades
psicológicas e sofre a coerção social. Neste ponto o
suicidio egoista acontece configurando o fato social, a dor e o seu estado psicológico conturbado.
Trata-se de um fenômeno multifacetado e ainda é representado como um grande TABU
CONCLUSÃO
Full transcript