Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tecnologia Educacional

Apresentação elaborada para a JORNATEC 2013
by

Claudia Losso

on 20 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tecnologia Educacional

CONCEITOS Conhecimento técnico e científico;
Ferramentas, processos e materiais criados e/ou utilizados a partir de tal conhecimento. TIC - Tecnologia da Informação e Comunicação

NTIC – Novas Tecnologia da Informação e Comunicação

Informática Educativa X Tecnologia Educacional X Tecnologias Digitais? BREVE HISTÓRICO Escolas Públicas

Final dos anos 80 início da década de 1990 com o Programa Nacional de Informática - ProInfo
Laboratórios de Informática
Computadores para escolas das regiões urbanas
Capacitações aos professores nos Centros de Informática na Educação - CIEd
Curso Formar em cada Estado.
Kits multimídia (TV, VídeoCassete e Antena Parabólica) programas TV Escola e Salto para o Futuro. Linguagem LOGO - a linguagem da tartaruga
Linguagem de Programação criada por Seymor Papert, discípulo e colega de Jean Piaget possibilita a primeira aproximação do mundo da programação e informática a crianças.
“Brincando” com a tartaruga LOGO se apropriavam do mundo da matemática e da lógica de forma quase lúdica. AS SOCIEDADES ORAIS, ESCRITAS E TECNOLÓGICAS As sociedades orais - primeiro pólo do espírito humano - fase da oralidade e a consolidação da aldeia -poder dos anciãos como guardiães das tradições e educadores das novas gerações

As sociedades escritas - segundo pólo do espírito humano - fragmentação dos sentidos com a consequente destribalização -memória da tribo podia, agora, ser armazenada

As sociedades tecnológicas - terceiro pólo do espírito humano - sociedade dos meios PARADIGMAS DAS CIÊNCIAS E A SOCIEDADE Modelo de racionalidade totalitário
Baseado no empirismo;
Dicotomia das ciências naturais (quantifica, mede e transforma);
A natureza teórica do conhecimento científico - pressupostos epistemológicos e das regras metodológicas
Conhecimento causal, formulação de leis;
Equipara os fenômenos sociais aos naturais;
Matemática - instrumento privilegiado de análise da ciência moderna;
O conhecimento X Objeto científico. A crise do paradigma dominante A crise é o resultado das condições sociais (industrialização da ciência) e teóricas.
Teoria da relatividade de Einstein;
Mecânica quântica de Heisenberg e Bohr;
Teorema de Godel;
Avanço dos conhecimentos da metafísica, química (Prigogine) e biologia. Dominante Emergente holístico, emergente, da complexidade ou simplesmente inovador Utiliza os resultados da ciência em benefício da população;
Conhecimento tende a ser não dualista; é total e local;
“Agir comunicativo” - Habermas;
O caráter autobiográfico e auto-referenciável da ciência é plenamente assumido;
A ciência é mais contemplativa (observação) do que ativa;
Não desconsidera o senso comum;
Desenvolvimento tecnológico deve traduzir-se em sabedoria de vida;
O conhecimento aumenta à medida que o objeto se amplia. A SOCIEDADE TECNOLÓGICA E A VELHA ESCOLA Implicações dos paradigmas na educação:

Dominante - A fragmentação da educação, baseada no espírito da racionalidade científica.

Emergente - Educação baseada em conceitos holísticos, na unidade do ser a natureza.

As possibilidades de ambientes coletivos de aprendizagem propiciando a inteligência coletiva, reabre a discussão para uma educação pluridimensional (na relação todos-todos), transdisciplinar, coletiva, produtora de conhecimento. http://euqueroefaco.blogspot.com/ NOVOS DESAFIOS PARA A VELHA ESCOLA
Desafio e oportunidade
O desafio: formular um projeto pedagógico que contemple as inovações tecnológicas e promova a interatividade dos alunos.
A oportunidade: deixar para trás um modelo de ensino que se tornou obsoleto no século XXI. Mudanças de paradigmas na Educação e os Modelos Educacionais Pessimista - Tecnofobia (Resistências à mudança)
Otimista – Tecnofilia TECNOLOGIAS E APRENDIZAGEM HUMANA NATIVOS E IMIGRANTES DIGITAIS (Marc Prensky 2004)


NATIVO DIGITAL

E-life – cotidiano no ciberespaço

Preferem receber a informação crua para depois selecioná-las.
Comunicação pluri-dimensional (Todos -Todos)

IMIGRANTE DIGITAL

Saídos da condição analógica de codificação, são estrangeiros que tentam se adaptar ao ciberespaço

EXCLUÍDOS DIGITAIS - os "infoexcluídos" NOVO PAPEL DO PROFESSOR E DO ALUNO Velhas X Novas Competências Cópia - Reprodução - Descontextualizado -Individualizado Pesquisa - Elaboração - Com significado - Socializado - Colaborativo Acrítico - Passivo - Dependente - Reprodutor Detentor do saber Crítico - Ativo - Autônomo - Autor e Co-autor Inovador - Mediador – Autor e Co-autor Professor Aluno Conhecimento Interação com o outro;
Compartilhamento das atividades e do conhecimento;
Ampliação do repertório cultural e simbólico;
Alteração nos esquemas mentais (novas categorias cognitivas);
Potencialização da atividade intelectual em geral. Novas atitudes do aluno PAPEL DO EDUCADOR EM TRANSFORMAÇÃO Três tipos de professor:
1. Os que preferem o método tradicional
2. Aqueles que não sabem utilizar a tecnologia
3. Os que se adaptaram ao novo contexto http://nteitaperuna.blogspot.com/2009/04/o-papel-do-professor-guiar-o.html A internet e as novas tecnologias são um ponto de partida. Nunca de chegada. (Moran) O novo aluno - quer participar, quer fazer suas próprias escolhas.

Os professores têm que se "reinventar" - não pode mais ser uma figura autoritária: ele precisa ser capaz de aprender com os educandos e de admitir que não tem todas as respostas.
Andrea Ramal É necessária uma nova relação entre professor e aluno, baseada em uma parceria:
"O estudante faz aquilo que tem de melhor (como buscar informações e usar as tecnologias para criar algo novo), e o professor, por sua vez, também faz o seu melhor, que é orientar reflexões, avaliar o comprometimento dos alunos e criar um contexto favorável".
Por "contexto favorável" entenda-se uma nova pedagogia: algo como deixar que os alunos aprendam por seus próprios caminhos, mas com a orientação do professor.
Mark Prensky Se o papel do educador está em transformação, as escolas também vivem um período de transição.
Elas precisam se adequar não só ao novo aluno, mas também à nova formação de seu corpo docente. http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/conheca-escola-ensino-futuro O professor como mediador, guia da aprendizagem;
Contempla as inovações tecnológicas na sua prática pedagógica;
Promove a interatividade dos alunos com atividades planejadas;
Aberto sempre ao diálogo com os alunos. Novas atitudes do professor POSSIBILIDADES EM INCLUSÃO DIGITAL NO USO DAS TIC

Escolas
As Salas Informatizadas - SI estão em quase todas as escolas do Brasil e Santa Catarina tem quase 100% das escolas conectadas.
Programas federais para acesso a Internet também permitem às escolas uma conexão ADSL em cada Sala Informatizada – SI com o programa “Banda Larga nas Escolas”.

IEs
Laboratórios de pesquisa
Sala de informática
Plataformas virtuais para EAD (Moodle)

Ações Governamentais
Inclusão Digital às comunidades por meio de programas governamentais e não governamentais:
Telecentros, ONGs e Associações (CDI), GESAC, etc. PROFESSORES DAS ESCOLAS PÚBLICAS - (Salas Informatizadas)
Núcleos de Tecnologias Educacionais – NTE
Portal e-ProInfo ( Portal do Professor)
Em Santa Catarina existem NTEs espalhados estratégicamente pelas regionais de educação da Secretaria Estadual de Educação – SED e alguns NTM (municipais), como o do município de Florianópolis e Jaraguá do Sul.

IES – cada instituição tem autonomia para definir sua política de formação e como vai atender a comunidade local. POSSIBILIDADES EM FORMAÇÃO PARA O USO DAS TIC CURSOS DE GRADUAÇÃO
Deveriam propiciar ao futuro professor uma formação tecnológica tanto técnica quanto pedagógica.

Dificuldade dos cursos de licenciatura
Como saem os professores formados em cursos de Licenciaturas que pretendem seguir carreira?
Eles sabem o que vão encontrar nas escolas, mas será que estão aptos a utilizarem os recursos tecnológicos de forma coerente e adequada, que produza uma aprendizagem significativa? Currículo
Mas e o currículo? Contempla a formação dos professores no uso das TIC ? Breve cronologia histórica das tecnologias na educação Livro
Quadro Negro
Retroprojetor
TV e Vídeo
Computador
DOS
Editores de texto (Carta Certa)
Aplicativos Office TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS:
COMO UTILIZAR OS RECURSOS TECNOLÓGICOS EM SUA AULA?
PARA QUAL FINALIDADE?? Gestão do uso das TIC na educação Como fazer da escola um espaço que articule conhecimentos e produza novos conhecimentos de modo compartilhado?

possibilitar a comunicação entre os educadores da escola, pais, especialistas, membros da comunidade e de outras organizações;
dar subsídios para a tomada de decisões, a partir da criação de um fluxo de informações e troca de experiências;
produzir atividades colaborativas que permitam o enfrentamento de problemas da realidade escolar;
desenvolver projetos relacionados com a gestão administrativa e pedagógica;
criar situações que favoreçam a representação do conhecimento pelos alunos e de sua respectiva aprendizagem. http://usuarios.idbrasil.org.br/nte/texto4-O%20papel%20do%20gestor%20e%20a%20TICS.pdf 1- Planejamento http://eulvolley.blogspot.com/2007_11_01_archive.html 2- Metodologia 4- Inovação e Criatividade REQUISITOS Aprendizagem Colaborativa O caso dos Blogs Confiança
Criatividade
Interação
Colaboração
Comunicação
Motivação
Estrutura “work in progress”
Novas habilidades cognitivas Softwares de autoria
Mídias Digitais
Projetor Multimídia
INTERNET
WEB 2.0
WEB 3.0
Redes Sociais – Twiter, Facebook, LinkedIn, Second Life, Youtube, SlideShare, etc Julho 2011 http://www.slideshare.net/claudiarcl/como-fazer-procedimentos-no-superlogo O que muda??
Memória
Noção de tempo
Tipo de conhecimento
Objetos culturais
Armazenamento e transmissão do conhecimento
Formas de comunicação Modelo Tradicional Modelo presente Modelo esperado VISÕES DOS USOS DAS TIC Tecnofilia ≠ Tecnologia como panacéia http://www.gettyimages.com/detail/83479717/Imagezoo http://zelmar.blogspot.com/2011/04/da-sociedade-dos-midias-sociedade-em.html Quadro evolutivo http://portaldoprofessor.mec.gov.br/index.html 3 - Avaliação CRIATIVIDADE e INOVAÇÃO Obrigada!

Claudia R C Losso e Simone S H Carminatti O que você está esperando para inovar em sala de aula??

"O aluno de hoje precisa de um professor inovador...." http://www.fapesc.sc.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=332:2007-interacionismo-social-e-novas-tecnologias-da-comunicacao-no-processo-educativo-contemporaneo&catid=10:palestras&Itemid=39 This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License. e-mail:
claudiarcl@yahoo.com.br
simone.sh.carminatti@gmail.com Organização e seleção dos conteúdos;
Estabelecer um cronograma das atividades;
Utilizar recursos que você conhece.
(não queira bancar o super professor) Escolha dos recursos;
Escolha da metodologia apropriada;
Contemplar a diversidade de saberes;
Escutar os desejos e as necessidades dos alunos. Mediadora e Processual (Hoffmann)
Importância do Feedback Não há fórmula secreta nem receita! http://www.gettyimages.com/detail/878179-002/Photodisc Tecnologias Oficina
"Práticas Pedagógicas Inovadoras: o uso de recursos tecnológicos em sala de aula"

Claudia R C Losso e Simone S H Carminatti
l'ENA IEA
Grupo de Pesquisa Educação e Cibercultura
UDESC O termo "weblog" foi criado por Jorn Barger em 17 de dezembro de 1997. A abreviação "blog", por sua vez, foi criada por Peter Merholz, que, de brincadeira, desmembrou a palavra weblog para formar a frase we blog ("nós blogamos") na barra lateral de seu blog Peterme.com, 1999. Todos querem blogar …..
por vários motivos Edublogs
Blogs Educativos Fácil uso
Gratuito
Autoria compartilhada
Acesso de qualquer lugar
Publicação cronológica
Integrador de outras ferramentas (web 2.0)
Categorias, tematização
Links permanentes (arquivo, hemeroteca,…)
Blogroll
Interatividade (comentários, trackback)
Agregação RSS Pierre Lévy Jorn Barger SKINER E A MÁQUINA DE ENSINAR E o Copyright??
Conheça o Creative Commons 63 % dos estudantes querem textos online com facilidades de comunicação;
40 % querem textos online com ferramentas colaborativas;
43 % afirmam utilizar as mídias sociais como principal forma de comunicação com os amigos.
62 % dos estudantes usam a Internet como fonte; ao passo que 17 % usam para ter conhecimento sobre tópicos geralmente difíceis de conversar a respeito como uso de drogas. http://www.zdnet.com/blog/igeneration/what-do-high-school-students-want-from-mobile-tech-infographic/15843 Helpdesk "Faremos com as tecnologias mais avançadas o mesmo que fazemos conosco, com os outros, com a vida.
Se somos pessoas abertas, iremos utilizá-las para nos comunicarmos mais, para interagirmos melhor.
Se somos pessoas fechadas, desconfiadas, utilizaremos as tecnologias de forma defensiva, superficial.
Se somos pessoas autoritárias, utilizaremos as tecnologias para controlar, para aumentar o nosso poder.
O poder da interação não está fundamentalmente nas tecnologias, mas nas nossas mentes."
(Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica - José Manoel Moran, p. 63, 2010) "A internet tornou o aluno mais livre. Ele pode aprender em qualquer lugar, a qualquer hora. A escola já sabe disso, mas ainda é muito tradicional, pois resiste à mudança inevitável"
José Manuel Moran E agora???
Mãos na massa!! 1-O que o grupo pensa sobre tecnologia na educação?
2- Existe resistência ao uso das TIC pelos professores, na sua realidade.
3 – Como você vê o uso das Tecnologias pelos seus alunos?
4- O que você conhece a respeito das Tecnologias para educação?
5 – A escola está preparada para os alunos criados no mundo tecnológico?
6 - Conte alguma experiência no uso das tecnologias digitais em sala de aula. (Podem ser próprias ou não). •Brainstorm Media - em 6 grupos.
(duração máxima 3 minutos, postagem na internet e sem edição). (20 minutos). http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,prevendo-o-futuro-da-educacao-e-da-tecnologia,980160,0.htm
Full transcript