Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Trabalho Teoria

No description
by

Gabriela Biffi

on 19 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Trabalho Teoria

LINHA DO TEMPO ECONOMIA POLITICA SOCIEDADE DIVIDIDA EM: EGITO GRÉCIA ROMA IDADE MÉDIA LINHA DO TEMPO GRÉCIA EGITO ROMA IDADE MÉDIA LINHA DO TEMPO EGITO GRÉCIA ROMA IDADE MÉDIA RELIGIÃO ARTE CULTURA LINHA DO TEMPO GRÉCIA ROMA EGITO RELIGIÃO EGITO GRÉCIA ROMA PERÍODO MEDIEVAL PERÍODO MEDIEVAL NOBREZA CLERO SERVOS SOCIEDADE DIVIDIDA EM : POLÍTICA VASSALAGEM E SUSERANIA PODERES CONCENTRADOS NA MÃO DOS SENHORES FEUDAIS ECONOMIA BASEADA NA AGRICULTURA FEUDO ERA A BASE DA ECONOMIA BAIXA PRODUÇÃO

TÉCNICAS RUDIMENTARES RELIGIÃO Forte influência da Igreja católica;

Monges: responsáveis pela proteção espiritual da sociedade. CULTURA Educação para poucos;

Religiosidade;

Pinturas retratavam passagens da bíblia,
ensinamentos religiosos. ARTE ROMÂNICA Emprego da pedra nas construções (esculturas em grande escala);
Telhado de madeira substituído por abóbodasIgrejas ricamente decoradas;
O artista aprende a representar o que sente, e não somente o que vê. ARTE GÓTICA Valores estéticos e filosóficos;
Inspiração clássica;
Construção de catedrais. ARQUITETURA ROMÂNICA - Abóbadas substituindo telhados das igrejas;
- Pilares maciços que sustentam as paredes espessas;
- Aberturas raras e estreitas usadas como janelas;
- Torres que aparecem no cruzamento das naves ou na fachada;
- Arcos que são formados por 180 graus; ARQUITETURA GÓTICA - Verticalismo dos edifícios;

- Leveza no interior;

- Janelas predominantes, com a introdução d e vitrais, que permitiam a iluminação natural das naves;

- Torres embelezadas por rosáceas;

- Utilização do arco de volta quebrada;

-Consolidação dos arcos feita por abóbadas de arcos cruzados ou de ogivas; Desenvolvimento da agricultura;

Mão de obra para construção de pirâmides e palácios;

Caça e pesca em canais de irrigação.

· Antigo Império: de 3200 a.C. até 2200 a.C.· Médio Império: de 2200 a.C. até 1750 a.C.· Novo Império: de 1580 a.C. até 1085 a.C. Antigo império – crescimento da produção agrícola, desenvolvimento de grandes construções;
Médio império – ampliou-se a autoridade do Estado e a produção agrícola, construídas diversas obras de irrigação;
Novo império – expansão para Ásia e conquista da Palestina, Síria e Fenícia. FARAÓ E FUNCIONÁRIOS DO
ESTADO ARTESÕES ESCRAVOS, CAMPONESES LIVRES Culto aos animais;
Acreditavam em vários deuses e
na ressureição;
Conservação dos corpos após a morte. ARQUITETURA Palácios, grandes colunas e obeliscos, esfinges e escultura;
Arte decorativa em baixo-relevo;
Mastabas;
Hipogeus;
Obelisco; Politeísta;
Antropomórfica;
Tolerante. FAMILIARES E PÚBLICOS. POSSUÍAM DOIS TIPOS DE CULTOS: ECONOMIA MONETÁRIA;

AGRÍCOLA;

PRODUÇÃO EM FÁBRICAS. ''Através do mediterrâneo, dos rios e das estradas, circulavam produtos para todo o império.'' GREGOS E ETRUSCOS

ESCULTURA ROMANA

REALISMO AS ESCULTURAS CLASSIFICAM-SE EM : Estátuas Mitológicas Estátuas Alegóricas Deusa ligada inicialmente à vida
selvagem e à caça. http://www.starnews2001.com.br/artes.html servico.mercadolivre.com.br CULTURA Podemos perceber a cultura romana através de sua arte e arquitetura. LAZER E DIVERTIMENTO PAIXÃO POR TEATRO CIDADE Península Itálica;

Vaticano, estado independente onde reside
o Papa, figura principal do catolicismo;

87,3% da população italiana assume-se
como católico. ARQUITETURA INFLUÊNCIA ETRUSCA; LINHAS CURVAS,
ARCOS REDONDOS;

LEGADOS CULTURAIS MAIS IMPORTANTES ARCOS E ABÓBADA; PRINCIPAIS CONSTRUÇÕES: pontes, aquedutos, estradas, muralhas, termas, arcos de triunfo, teatros, anfiteatros, circos, Arco do Triunfo de Tito, coluna de Trajano. Abóbada de Panteão Nacional olhares.uol.com.br Arco Romano pt.dreamstime.com Bustos Apenas do ombro para cima, ‘arte retrato’ http://international-photographer.com/fr/hyperballads/roma-2010/hyperballad-in-roma.htm Relevos São encontrados nos monumentos, arcos e coluna triunfais www.klickeducacao.com.br POLÍTICA Democratica devido ao contributo de legisladores como Sólon, o reformador, Pisístrato, o tirano e e Clístenes, o fundador da democracia;

Esta democracia era imperfeita, apenas homens com direitos politicos e administrativos, direito ao voto e não liberdade de expressão. ECONOMIA Confortável situação econômica, aonde estabeleceram trocas comerciais;

Desenvolveram ofícios, indústrias localizadas em quarteirões Lotiamente de terras Exploração agrícola. RELIGIÃO Celebravam-se festas religiosas como forma de demosntração da sua grandeza e valores;
Adoravam Deuses como o Politeismo e Antropomorfismo;
Não tinham bíblias não seguiam magias e não tinham o conceito de pecado, apenas acreditavam em mistérios. Tesouro da Liga de Delos aonde mais tarde Péricles mudou o tesouro para Atenas;

A genialidade de Péricles atraiu muitos artistar, filósofos e intelectuais contribuindo ao desenvolvimento e criando-se uma cultura original que deu aos atenienses a possibilidade de aprender, de pensar e de viver de um modo actuante e crítico. ARQUITETURA Mostram o grande controle que os gregos exerciam sobre si mesmos, revelado nas suas obras através da perfeição, do equilíbrio e da harmonia;
Dividiu-se em três periodos: Período Arcaico. Período Clássico: Século do ouro da arquitetura grega. Período Helenístico.O templo foi o edifício que despertou maior interesse entre os gregos da arquitetura grega. CIDADE Para os atenienses, a sua cidade era o espaço físico da polis, a comunidade dos cidadãos;

Tinha como o regime de cidade-estado;

Espaço urbano de Atenas era composto por:
Acrópole.Agora.Porto do Pireu. A arte grega liga-se à inteligência, pois os reis eram seres inteligentes e justos que se dedicavam ao bem-estar do povo;
A arte grega é antropocêntrica;
O objectivo final da arte era a procura da unidade, beleza e harmonia. ARTE CULTURA Conjunto de manifestações no antigo egito, era vista também como uma manifestação artísticanos palácios. ARTE A arte egípcia refere-se à arte desenvolvida e aplicada pela civilização do antigo Egito, demarcando por diferentes épocas. http://international-photographer.com/fr/hyperballads/roma-2010/hyperballad-in-roma.htm http://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/egito-antigo-planicie-fertil-do-rio-nilo-favoreceu-civilizacao-egipcia.htm http://danischons.blogspot.com.br/p/idade-media.html http://pt.wikipedia.org/wiki/Acrópole_de_Atenas Referências Bibliográficas POLÍTICA DIVIDIDA EM TRÊS PERÍODOS:
MONARQUIA OU REALEZA (756 – 509 a.C)
REPÚBLICA (509 – 27 a.C)
IMPÉRIO (27 a.C – 476 d.C) Antes da dominação etrusca:

Roma assemelhava-se à antiga sociedade grega;

As terras pertenciam a comunidade em geral. POLÍTICA Com a dominação etrusca:

Expansão do comércio

Desenvolvimento das cidades

Desigualdades sociais

Apropriação das terras. Os edifícios do antigo Egito são considerados ainda hoje as construções mais imponentes da historia da arquitetura.

Seus princípios básicos se mantêm constantemente ao longo de três mil anos, estes princípios estão representados do modo mais convincente pela pirâmide do que por outro edifício, é considerada a manifestação típica da arquitetura egípcia. EGITO Durante 2300 anos o curso da arquitetura ocidental foi determinado pelas realizações dos gregos.

Sem duvida os gregos alcançaram concretas realidades existenciais de importância universal e contribuíram decisivamente para o desenvolvimento do simbolismo arquitetônico.

Quando se fala da arquitetura da antiga Grécia se pensa, principalmente nos templos, e isto convida a nos interessar pela arquitetura grega com mais atenção. GRÉCIA ROMA Durante muito tempo não se estabeleceu uma distinção clara entre a arte romana e a arte grega.

O auge da arquitetura romana foi durante séculos objeto de admiração.

A partir de um estudo sobre a contribuição grega que surgiu uma tendência de considerar a arquitetura romana uma degeneração da arquitetura grega clássica. Durante anos a igreja foi o tema mais edilício mais importante da arquitetura europeia. Ainda hoje a maior parte das publicações está dominada por uma igreja, que esta situada no centro e reúne uma estrutura visível e significado na paisagem urbana. Desde o começo, muitas relações espaciais simbólicas foram adotadas como ponto de partida para a construção das igrejas:saber o significado de centros e turnês, ou seja saber significados essenciais que receberam uma nova interpretação Cristiana. Temos encontrado espaços centrais e longitudinais entre as manifestações mais representativas da arquitetura romana. O espaço centralizado de Panteón, era além de um símbolo cósmico, era também uma expressão da nova experiência do homem como ator no espaço. Ambas as formas foram adotadas pela arquitetura paleocrista, no começo a inglêsa propriamente dita se baseou na basílica longitudinal, porem pode se observar que as tendências centralizadoras também apareciam nas igrejas primitivas e na arquitetura bizantina do século IV. MEDIEVAL PALEOCRISTÃO Inúmeros castelos, igrejas e mosteiros românicos se destacam ainda hoje na paisagem européia. Do sul da Itália à Escandinávia, desde a Espanha até a Polônia, encontramos esses testemunhos de uma época que, apesar das divisões e distúrbios na política, teve, sem dúvida, uma sólida unidade cultural.
A característica mais marcante dos edifícios românicos é a sua combinação de recinto solido com forte direção vertical. Então pela primeira vez na historia da arquitetura, a torre se converte em um elemento formal de importância primordial. Significativamente, a torre continuou a ter efeito, foi revivida nos tempos mais recentes, porque, obviamente, concretizou fundamentais significados existenciais. MEDIEVAL- ROMÂNICO Ao examinar a arquitetura da baixa idade media, é preciso focar os problemas da construção, em uma forma mais direta, do que os anos anteriores.De fato, uma grande parte considerável da população da europa ainda vive em aldeias medievais. A catedral góticarepresenta um verdadeiro centro.

Sua possição central está acentuado por seu majestoso volume, pelas suas belas agulhas, e pela verticalidade geral do edificio. MEDIEVAL- GÓTICO FLORENZANO, Maria B. B. O mundo antigo: economia e sociedade. 6 ed. São Paulo: Brasiliense. 1986

CARNEIRO, Neri P. Estudar História in: www.webartigosos.com, publicado em: 7/04/2008. Disponível em: <http://www.webartigosos.com/articles/5228/1/Estudar-Historia/pagina1.html>


CALDAS, Alberto Lins. A criação da história. In. Primeira Versão. ano V, nº 180 - fevereiro - Porto Velho, 2005. Disponível em:


CALDAS, Alberto Lins. A criação da história. In. Primeira Versão. ano V, nº 180 - fevereiro - Porto Velho, 2005. Disponível em:

BLOCH, Marc, Apologia da História ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Zahar. 2001.

JUNIOR, Alfredo Boulos. História, sociedade e cidadania.

Corrêa Peixoto Alves, Kátia; Moura Gomide Belisário, Regina Célia de - Nas trilhas da história, Editora: Dimensão, 1°Edição, 2000, volume 1

Maranhão, Ricardo; Antunes, Maria Fernanda - Trabalho e Civilização - Uma História em Construção, Editora: Moderna, 1°Edição, 2000, volume 1

Norberg-schulz, Christian. Arquitectura Occidental. 1 ed. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, 2000. 240p. FONTANA DI TREVI Acadêmicas:
Andressa Becker
Danieli Gomann
Gabriela Biffi
Letícia Rossett
Tabata Loraschi
Full transcript