Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Mídia e Política:

No description
by

Tayane Abib

on 29 March 2018

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mídia e Política:

Mídia e Política:
Esfera Pública
Esfera pública como instrumento de pressão da sociedade realizada por meio da comunicação:
discursos e argumentos
Esfera Pública
A esfera pública não é um lugar, mas sim uma “estrutura comunicacional do agir orientado pelo entendimento, a qual tem a ver com o espaço social gerado no agir comunicativo” (HABERMAS, 1997)
Esfera Pública
A partir das Revoluções Burguesas, divisão entre público e privado toma os contornos atuais: Esfera privada - Liberdades Individuais e garantias de propriedade | Esfera pública e liberdades de opinião e imprensa
Esfera Pública
Críticas ao pensamento habermasiano:
Esfera Pública
Imprensa e burguesia: instrumento de opinião pública, divulgação de ideias e debate, com pressão política
Esfera Pública e Representação Social
Políticas e Sistemas da Informação
Profa. Tayane Abib
Centralidade da esfera pública no processo democrático:
Os entendimentos produzidos pelas discussões configuram a opinião pública, definida como o conjunto de posições consensuais ou concepções e preferências resultantes da
discussão crítica
A opinião pública é, pois, a vontade que se legitima como razão e impõe seu caráter normativo de legitimação das leis
Além de legitimar as normas sociais por meio da opinião pública, a esfera pública tem a função de vigiar e pressionar os poderes
Ação Comunicativa como a busca de 'entendimento mútuo', orientada pela razão: argumentações racionais entre os debatedores, para proteger a discussão de influências autoritárias (não-comunicativas), como o poder, o dinheiro e a hierarquia social
A racionalidade implica uma expectativa de que os participantes sejam críticos em relação às suas próprias preferências. Frente a melhores argumentos, devem ter maioridade racional para superarem seus pré-conceitos
Importância da esfera pública na construção de razões públicas que exerçam influência sobre as instituições responsáveis pelas decisões
Publicidade crítica | Espaço para deliberação | Inclusividade e Acessibilidade
Múltiplas esferas: “A esfera pública pode ser descrita como uma rede adequada para a comunicação de conteúdos, tomadas de posição e opiniões; nela os fluxos comunicacionais são filtrados e sintetizados a ponto de se condensarem em opiniões públicas enfeixadas em temas específicos" (HABERMAS, 1997)
Rede inclusiva de esferas públicas, com fronteiras reais, sociais e temporais fluidas | 3 tipos:
Episódica
: interações simples e trocas argumentativas de curto alcance
Presença organizada:
extrapola para debate mais amplo | diversos grupos sociais
Abstrata:
deliberação com mediação | Mídia
Meios de comunicação de massa: esvaziamento de sentido político | Lógica de mercadoria afeta a qualidade do debate | Privatização da esfera e interesses
Visibilidade Midiática: dimensão da vida social que é visível, acessível, disponível ao conhecimento e domínio público | Pode ou não criar espaços para a troca de argumentos
Fórum potencial: exposição crítica da arena política ou espetacularização?
Meios de comunicação veiculam diversas representações do mundo social, mas reproduzem mal a diversidade social, o que acarreta consequências significativas para o exercício da democracia
Esfera pública e critérios de admissão (formação cultural e propriedade): não era algo contingente, mas essencial para se pensar sua configuração | Outras atividades públicas nos séculos XVII, XVIII e XIX (movimentos operários)
Ação comunicativa, baseada em uma relação intersubjetiva e orientada para a intercompreensão, é uma utopia
Mesmo no diálogo, há busca de sucessos particulares pelos atores envolvidos | Atividade comunicativa não pode ser separada de interesses instrumentais
Razão e comportamento ético | Equilíbrio frágil | "Falta um choque de realidade, que permita incorporar elementos como a desigualdade social, o conflito irredutível de interesses e de valores" (MIGUEL, 2000)
Full transcript