The Internet belongs to everyone. Let’s keep it that way.

Protect Net Neutrality
Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Sistema Esquelético

No description
by

Akim Nobre

on 23 August 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sistema Esquelético

OSSOS
LAMINARES
ESQUELETO
Sistema
Esquelético

APARELHO LOCOMOTOR
CONCEITO
Constituição
-Sistema Esquelético
-Sistema Articular
-Sistema Muscular
-Sistema Circulatório
-Sistema Neural
Reunião de peças ósseas e cartilaginosas e outros tecidos, especificamente unidas de forma a constituir uma armação de consistência dura e resistente que suporta e protege as partes moles do Corpo Humano.

Etimológico ( do grego)
- Skeleton Múmia
- Corpo seco e morto

Anatômico
- Arcabouço
Proteção
Sustentação

Número de Ossos do
Corpo HumanO

Lochi ---------------- 208
Bertelli --------------- 202
Grant --------------- 206
Morris --------------- 208
Chiarugi --------------- 203

FATORES ETÁRIOS
FATORES INDIVIDUAIS
CRITÉRIOS DE CONTAGEM
FATORES ETÁRIOS
- Sinostose
(syn = união e osteon = osso)
- Sutura metópica

CRITÉRIOS DE CONTAGEM
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
QUANTO À TOPOGRAFIA
{
Axiais
Apendiculares
QUANTO À FORMA
Desarticulado
Articulado
(Comprimento > Largura e Espessura)
- Sem canal medular
Clavícula
Costelas
ALONGADOS
OSSOS
CURTOS
(Comprimento = Largura = Espessura)
(Comprimento = Largura > Espessura)

OSSOS
IRREGULARES
OSSOS PNEUMÁTICOS
OSSSO
LONGOS
- Epífise
- Diáfise
- Cartilagem epifisial (metáfise)
- Canal medular

(Comprimento > Largura e Espessura)
OSSOS SESAMÓIDES
- Intratendíneos
- Peri-articulares

Protegem o tendão de gasto excessivo
Vantagem mecânica para articulação
OSSO VICERAL
- Osso Hióide

(Vista ântero-superior)
Qual a classificação
desses ossos ???

Tipos de Substância Óssea
Lamínulas de tecido ósseo unidas
Ausência de espaço livre interposto
Mais denso e rígido

- Epífise / diáfise (Parte interna): esponjoso
- Diáfise / epífise (Parte externa): compacto
OSSOS LONGOS
(Ossos tubulares)
OSSOS PLANOS
- Corpo: esponjoso (díploe)
- Revestimento interno e externo: compacto

OSSOS IRREGULARES
- Corpo: esponjoso
- Revestimento externo: compacto
Acidentes Ósseos
Depressões
FOSSA:

região deprimida (ex.: fossa cerebelar no crânio);
SULCO:
depressão alongada (ex.: sulco do nervo ulnar do úmero);

Saliências
CABEÇA:

extremidade articular redonda e grande (ex.: cabeça do fêmur);
CÔNDILO:
porção articular arredondada, porém geralmente ocorre em pares (ex.: côndilos do fêmur);
CRISTA:

crista do osso (ex.: crista gali do etmóide e crista ilíaca);
EPICÔNDILO:
região onde há uma eminência que se localiza superiormente a um côndilo (ex.: epicôndilo medial do úmero);
ESPINHA
:
projeção óssea afilada (ex.: espinha ilíaca ântero-superior);
FACETA:
superfície articular lisa tendendo a plana;

LINHA:
margem óssea suave (ex.: linha pectínea do fêmur);
MALÉOLO:
processo arredondado (ex.: maléolo medial da tíbia);
PROCESSO:
projeção óssea (ex.: processo estilóide do rádio);
RAMO:

processo alongado;
TROCANTER:
elevação grande e arredondada (ex.: trocanter menor e trocanter maior do fêmur);
TROCLÉA:
projeção articular arredondada (ex.: tróclea do úmero);
TUBÉRCULO:
região eminente pequena e elevada (ex.: tubérculo do músculo escaleno da primeira costela);

Aberturas
FISSURA:

abertura em forma de fenda (ex.: fissuras orbitais superior e inferior);
FORAME:
passagem através do osso (ex.: forame magno no crânio, por onde passa o a medula espinhal);
MEATO:
canal ósseo (ex.: meato acústico externo)
PORO:

– abertura do meato
MEDÚLA ÓSSEA

Medula óssea vermelha
Hematógena – realiza a hematopoese
Produz também – leucócitos
Em todos ossos da criança
No adulto: esterno, vértebras, costela e crânio
Medula óssea amarela
Rica em células adiposas
Começa a substituir a medula vermelha aos 7 anos

Periósteo e
Endósteo
Periósteo
- Camada externa (fibrosa)
- Camada interna (osteogênica)


Endósteo (osteogênico)
- Crescimento em espessura dos ossos longos.

IRRIGAÇÃO ARTERIAL
- Periósteo
Ossos longos
- Artérias nutrícias
- Vasos metáfise/epífise

Inervação
CARTILAGEM
Tecido Conectivo
Filogeneticamente mais antigo que o do osso

Nos vertebrados
Pode ser temporário
Pode permanecer por toda a vida do animal

CARACTERÍSTICAS COMUNS
NAS CARTILAGENS

Baixo metabolismo
Baixa vascularização sangüínea
Ritmo de crescimento rápido
Alta resistência à compressão e tensão
Alto teor de H2O
Influência hormonal
-Testosterona
-Cortisona
Treinamento esportivo

TIPOS DE CARTILAGEM
Hialina predomina células
Fibrosa predomina tecido colágeno
Elástica predomina elastina

Cartilagem Hialina

Cartilagem Fibrosa

Cartilagem Elástica
FRATURAS
Fechada x Aberta

Complicações
Consolidação

Origem e
Desenvolvimento Ósseo I
Intramembranosa
- Forma os ossos planos ou parte plana de outros ossos.

Intracartilagíneo

- Modelo de Cartilagem
- Centros de Ossificação

Origem e
Desenvolvimento Ósseo II
Características dos
Ossos Vivos

Tecido conectivo mineralizado
Ricamente vascularizado

Organização
Estrutural do Osso
Células ósseas
Material extracelular calcificado
Sais inorgânicos
Fibras colágenas

É variável com a idade e função

Células ósseas
Osteoclastos
- células destruidoras de osso
(Absorção e remodelação dos ossos)

Dureza

óssea
- Minerais
Flexibilidade Óssea
- Substância Orgânica

Resistência óssea
- Minerais X Substância Orgânica

Constituição Óssea
Matéria Orgânica - 30/40%

Matéria Inorgânica - 70/60%

Crescimento Ósseo

Osso Longo
- Extensão

Cartilagem Epifisária (Disco Epifisário)
- Espessura

Periósteo
Osso Plano
Membrana Sutura
Extensão
– Cartilagem Epifisária (Disco Epifisário)


Espessura
– Periósteo e Endósteo

DINÂMICA ÓSSEA
Modelagem e Remodelagem
Formação Contínua
Reabsorção Contínua

FUNÇÕES
Proteção de estruturas e órgão vitais
Coração, pulmões, SNC
Sustenta as estruturas do corpo
Permite a constituição de uma morfologia
Sistema de alavancas que permite os movimentos
Canal medular (infância)
extremidades dos ossos longos
esterno e costelas
vértebras e nos ossos planos do crânio
Ca, P, Mg
99% do cálcio do organismo
Gravidez - formação do esqueleto fetal
FATORES INDIVIDUAIS

CONCEITO
(Colágeno e proteoglicanas e glicoproteínas (25-35%)

(Minerais – Ca, P, Mg, Na e K (65-75%)

BOM DIA!
PARTE ATIVA
PARTE PASSIVA:
PARTICIPAÇÃO INDIRETA:
PROTEÇÃO
SUSTENTAÇÃO
BASE MECÂNICA
PARA MOVIMENTOS
Produção de Células
Sanguíneas (Hematopoiese)
Armazenagem de Sais
Crânio
TRONCO
Costelas
Esterno
COLUNA VERTEBRAL
MEMBRO SUPERIOR
Clavícula
Escápula
Úmero
Rádio

Ulna
Ossos da mão
MEMBRO INFERIOR
CINTURA PÉLVICA

Ílio, Ísquio e Púbis
Fêmur
Patela

Tíbia
Tíbia e Fíbula

Não contribuem para formação estrutural
Lamínulas ósseas mais irregulares
Deixam espaços entre si

COMPACTA
ESPONJOSA
Osteócitos

- células velhas
Osteoblastos
- células secretoras, ativas
(Estimula formação dos ossos)
*Especiais
CINTURA ESCAPULAR
Full transcript