Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sistema Reprodutor

No description
by

Sabrina Weiny

on 11 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sistema Reprodutor

ETEC Prof. Dr. José Dagnoni
Biologia - Angela Sanche Artero
Fisiologia Humana
Guilherme Ramos
João Siqueira
Rodolfo Frenhan
Sabrina Weiny
Tony Cavalcante
Setembro de 2014
Sistema Reprodutor
Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor:
MASCULINO

Sistema Reprodutor Masculino
Uretra
Sistema Reprodutor:
FEMININO

Ovários
Referências Bibliograficas
NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

GUYTON, A.C. Fisiologia Humana. 5ª ed., Rio de Janeiro, Ed. Interamericana, 1981.

GUYTON, A.C.; HALL, J.E. Tratado de Fisiologia Médica. 11ª ed. Rio de Janeiro, Elsevier Ed., 2006.

http://www.afh.bio.br/reprod/ Acessado em 08 de agosto de 2014.

http://www.hiperbaricasantarosa.com.br/arquivos/OXIGENIO_HIPERBARICO_2003_INDICACOES_E_RESULTADOS.pdf. Acessado em 18 de agosto de 2014.
Sistema Reprodutor Humano
Possibilita:

REPRODUÇÃO SEXUADA
CICLO DIPLOBIONTE
M = meiose
F = fecundação
Adultos = 2n
Gametas = n
Zigoto = 2n

PERPETUAÇÃO DA ESPÉCIE
Escroto
Armazena e protege os testículos (gônadas masculinas) e possui músculo (cremáster) que controla a temperatura dos testículos, importante para a espermatogênese:
+Temperatura: bolsa distende (diminui a temperatura interna) // -Temperatura: bolsa contrai (aumenta a temperatura interna)
Testículos (gônadas masculinas)
1 par
Produz os gametas masculinos (espermatozóides)
Produz o hormônio sexual masculino (Testosterona)
Testículos (visão interna)
Túbulos seminíferos: local da espermatogênese
Testículos (visão interna)
Células de Leydig (intesticial): Sob influência do LH produz a testosterona.
Célula de Sertoli: Produz substâncias que nutrem os espermatozóides.
Epidídimo
Local de armazenamento e amadurecimento dos espermatozóides
Canal Deferente
Comunica o epipídimo à vesícula seminal
Vesículas/Glândulas Seminais
Par que produzem o líquido seminal (nutrição e energia para o espermatozóide), que vai se misturar à secreção prostática e aos espermatozóides, para formar o sêmen.
80% do líquido seminal.
Próstata
Glândula exócrina
Produz a secreção prostática (alcalina) que reduz a acidez da vagina, favorecendo a sobrevivência dos espermatozóides naquele ambiente.
Glândula Bolbouretral
Produz uma secreção que lubrifica o canal da uretra e facilita a mobilidade dos espermatozóides.
Canal que comunica sistema excretor (micção) e o sistema reprodutor (ejaculação) com o meio externo
Pênis
Órgão copulador masculino
Quando estimulado, torna-se ereto, pois há acúmulo de sangue em seu interiornos corpos cavernosos e esponjoso.
Região sensível à estimulação sexual
Prepúcio
Pele que reveste e protege a glande
Circuncisão (judeus): remoção do prepúcio
Aparelho Reprodutor Feminino
Uretra
Pequenos e grandes lábios: delimitam a entrada da vagina
Análise Externa: Vulva
Abertura da vagina: entrada do sistema reprodutor feminino.
Abertura da uretra: entrada do sistema excretor.
Clítoris: região erétil sensível
Análise Interna:
Hímen: película que delimita a entrada da vagina, protege contra infecções na infância e se rompe geralmente no primeiro ato sexual.
Vagina
Canal que comunica o útero com o meio externo. Dilata-se durante o parto e o ato sexual.

Musculoso cujo orifício é denominado introito aonde encontra se glândulas de Bartholin, que secretam muco para lubrificar a vagina sob a ação de estímulos sexuais.
Análise Externa: Vulva
Útero
Órgão muscular oco que se expande durante a gravidez. Possui tecido muscular, miométrio e mucosa, endométrio, que o revestem.
Endométrio
Tuba Uterina/ Trompa de Falópio
Comunica as gônadas femininas (ovários) ao útero. Possui três regiões: Terço distal, Terço médio e Terço proximal
Tubas Uterinas/Trompas de Falópio
Local onde há a fecundação, no terço distal. A tuba possui ciliatura que auxilia locomoção do embrião até o útero.
Par de gônadas femininas que produz óvulos (ovócito II) e hormônios estrógeno e progesterona.
Ovários
Folículos de Graaf: Ao se desenvolverem liberam o ovócito II (óvulo)
Corpo lúteo (amarelo) surge a partir do folículo rompido após a ovulação
CICLO MENSTRUAL E OVULAÇÃO
CICLO MENSTRUAL E OVULAÇÃO
Conduto membranoso que parte da abertura entre o clítoris e a abertura da vagina até a bexiga urinária.
Métodos Contraceptivos e DSTs
-Preservativo
- Coito interrompido
-Tabelinha
-Pílula anticoncepcional
-Pílula do dia seguinte
-Diafragma
-Dispositivo Intra-uterino (DIU)

VASECTOMIA
LAQUEADURA
Rompem-se os canais deferentes: espermatozóides não chegam à uretra
Seccionam-se as tubas uterinas: os ovócitos II não chagam ao útero.
VASECTOMIA
LAQUEADURA
CURIOSIDADES
- "Quatro mulheres recebem vagina criada em laboratório";
- Países ricos: maior controle de natalidade;
- Aborto espontâneo;
- Evolução sexual feminina: surgimento das famílias;
- Embolia gasosa: Lei Maria da Penha; fratura do pênis;
- Vacina contra o HPV;
- Funcionamento da cirurgia de mudança de sexo e casos de gravidez masculina;
- Síndromes cromossômicas;
- Feromônios;
- Gametas masculino e feminino: idade;
- Exames papanicolau, mamografia e próstata;
- Câncer de mama.
EXERCÍCIOS
(UFMG-MG). Desenhos representativos dos
sistemas genitais masculino e feminino.
 
Qual a alternativa errada?
A opção que contém erro é:
 


a) Em 2 há armazenamento de espermatozóides.
b) 3 e 4 produzem secreções para o sêmen.
c) 1 e 5 constituem as gônadas.
d) Em 6 ocorre fecundação.
e) 7 é constituinte do canal do parto.

EXERCÍCIOS
(UFMG-MG). Desenhos representativos dos
sistemas genitais masculino e feminino.
 
Qual a alternativa errada?
A opção que contém erro é:
 
a) Em 2 há armazenamento de espermatozóides.
b) 3 e 4 produzem secreções para o sêmen.
c) 1 e 5 constituem as gônadas.
d) Em 6 ocorre fecundação.
e) 7 é constituinte do canal do parto.

EXERCÍCIOS
(UFBA-BA). Com relaçäo à figura seguinte sao feitas quatro afirmativas. Assinale a opção correta seguindo o código abaixo:
 
I - A fecundação, na espécie humana, se dá mais comumente no terço distal de uma das tubas uterinas.
II - Quando ocorre a penetração do espermatozóide no gameta feminino, este ainda se não terminou a segunda divisão da meiose.
III - Na polispermia verifica-se a entrada de vários espermatozóides no óvulo, justificando a formação de gêmeos.
IV - A razão do grande número de espermatozóides eliminados numa ejaculação reside na dificuldade que eles devem enfrentar até atingir o óvulo.
a) se apenas uma afirmativa está certa
b) se nenhuma afirmativa está certa
c) se todas as afirmativas estão certas
d) se apenas uma afirmativa está errada
e) se apenas duas afirmativas estão certas

EXERCÍCIOS
(UFBA-BA). Com relaçäo à figura seguinte sao feitas quatro afirmativas. Assinale a opção correta seguindo o código abaixo:
 I - A fecundação, na espécie humana, se dá mais comumente no terço distal de uma das tubas uterinas.
II - Quando ocorre a penetração do espermatozóide no gameta feminino, este ainda se não terminou a segunda divisão da meiose.
III - Na polispermia verifica-se a entrada de vários espermatozóides no óvulo, justificando a formação de gêmeos.
IV - A razão do grande número de espermatozóides eliminados numa ejaculação reside na dificuldade que eles devem enfrentar até atingir o óvulo.
a) se apenas uma afirmativa está certa
b) se nenhuma afirmativa está certa
c) se todas as afirmativas estão certas
d) se apenas uma afirmativa está errada
e) se apenas duas afirmativas estão certas
EXERCÍCIOS
(FUVEST-SP) Desde a sua origem até a fecundação do óvulo, o espermatozóide humano segue o seguinte trajeto:
 
a) testículo, epidídimo, canal deferente, uretra, vagina, útero, tuba uterina.
b) testículo, uretra, canal deferente, epidídimo, vagina, útero, tuba uterina.
c) epidídimo, testículo, canal deferente, uretra, útero, vagina, tuba uterina.
d) testículo, próstata, epidídimo, canal deferente, uretra, vagina, útero, tuba uterina, ovário.
e) canal deferente, testículo, epidídimo, uretra, vagina, útero, ovário.

EXERCÍCIOS
(FUVEST-SP) Desde a sua origem até a fecundação do óvulo, o espermatozóide humano segue o seguinte trajeto:
 
a) testículo, epidídimo, canal deferente, uretra, vagina, útero, tuba uterina.
b) testículo, uretra, canal deferente, epidídimo, vagina, útero, tuba uterina.
c) epidídimo, testículo, canal deferente, uretra, útero, vagina, tuba uterina.
d) testículo, próstata, epidídimo, canal deferente, uretra, vagina, útero, tuba uterina, ovário.
e) canal deferente, testículo, epidídimo, uretra, vagina, útero, ovário.
EXERCÍCIOS
5) O esperma normal é composto de:
 
a) espermatozóides unicamente.
b) espermatozóides e líquido seminal.
c) espermatozóides, líquido seminal e líquido prostático.
d) espermatozóides, líquido seminal, plasma e líquido prostático
e) espermatozóides, sangue, linfa, líquido seminal e líquido prostático.

EXERCÍCIOS
5) O esperma normal é composto de:
 
a) espermatozóides unicamente.
b) espermatozóides e líquido seminal.
c) espermatozóides, líquido seminal e líquido prostático.
d) espermatozóides, líquido seminal, plasma e líquido prostático.
e) espermatozóides, sangue, linfa, líquido seminal e líquido prostático.


EXERCÍCIOS
(Fuvest-SP) Uma senhora deu à luz dois gêmeos de sexos diferentes. O marido, muito curioso, deseja saber algumas informações sobre o desenvolvimento de seus filhos, a partir da fecundação. O médico respondeu-lhe, corretamente, que:

a) dois óvulos foram fecundados por um único espermatozóide.
b) um óvulo, fecundado por um espermatozóide, originou um zigoto, o qual dividiu-se em dois zigotos, formando dois embriões.
c) um óvulo foi fecundado por dois espermatozóides, constituindo dois embriões.
d) dois óvulos, isoladamente, foram fecundados, cada um por um espermatozóide, originando dois embriões.
e) o uso de medicamentos durante a gestação causou alterações no zigoto, dividindo-o em dois.
EXERCÍCIOS
(Fuvest-SP) Uma senhora deu à luz dois gêmeos de sexos diferentes. O marido, muito curioso, deseja saber algumas informações sobre o desenvolvimento de seus filhos, a partir da fecundação. O médico respondeu-lhe, corretamente, que:
 
a) dois óvulos foram fecundados por um único espermatozóide.
b) um óvulo, fecundado por um espermatozóide, originou um zigoto, o qual dividiu-se em dois zigotos, formando dois embriões.
c) um óvulo foi fecundado por dois espermatozóides, constituindo dois embriões.
d) dois óvulos, isoladamente, foram fecundados, cada um por um espermatozóide, originando dois embriões.
e) o uso de medicamentos durante a gestação causou alterações no zigoto, dividindo-o em dois.
EXERCÍCIOS
UFMG. MARQUE com um X, na própria figura, o local onde ocorre a fecundação.

A) NOMEIE, nos quadros em branco em cada figura, os órgãos indicados por setas.

EXPLIQUE a importância de exames médicos periódicos desses órgãos, ressaltada, freqüentemente, por meio de campanhas públicas de saúde.

EXERCÍCIOS
Útero; Miométrio
Próstata
Prevenção ao câncer de colo uterino em mulheres e próstata nos homens.
Sistema Reprodutor Masculino
Testículos
Ductos genitais (canais deferentes e epidídimo)
Glândulas acessórias
-Vesículas seminais
-Próstata
-Glândulas bulbouretrais
Pênis
Sistema Reprodutor Feminino
Mutilação
Sistema Reprodutor Feminino
Ovários
Ovidutos (trompas de Falópio)
Útero
Vagina
Vulva
Glândulas Mamárias
Sofre modificações com o ciclo menstrual, preparando-se mensalmente para receber o óvulo fecundado.

Caso não ocorra, apresenta descamação e é eliminado pela menstruação.
Glândulas Mamárias
Aumento no período pré-menstrual;
Lactação e prolactina mais ocitocina;
O crescimento durante a gravidez-ação sinergética de vários hormônios, destacando-se os seguintes: estrógenos, progesterona, prolactina, hormônio mamotrófico placentário, tiroxina e hormônio somatotrófico;
Redução pós menopausa.

Fases e mudanças na gravidez
3º mês
Sintomas de taquicardia, pois o sangue aumenta de volume para suprir necessidades de sangue do útero e do feto;

Podem apresentar enxaqueca e alterações cardíacas;

A pressão aumentar por conta do aumento do volume sanguíneo.

4º mês
Aumento da produção de melanina: escurecimento da região genital, mamilo e rosto > uso de filtro solar é recomendado;

Redução das náuseas e vômitos, e das dores nas mamas, pois já estão maiores;

Pode-se acentuar o desejo sexual, porque a mulher se sente confortável com as novas formas.
5º mês
Crescimento de pelos acelerado;

Pele oleosa: acne;

Alterações ergonômicas: dores na região lombar;

Desconfortos gastrointestinais.
6º mês
Barriga mais evidente;

Apresentam varizes por sobrecarga nas pernas;

Prevenção de estrias e ressecamento com uso de óleos e hidratantes.

1º mês
Sintomas semelhantes aos da TPM, porém mais intensos devido à produção do hormônio da gravidez, o beta HCG* (gonadotrofina coriônica humana);

Interrupção da menstruação, dor abdominal e sensibilidade nas mamas, além de alterações emocionais.
2º mês
Alterações neurológicas pela ação dos hormônios: sonolência constante, letargia, redução dos reflexos e insônia, podendo durar toda a gestação;

Inchaço e dores nas mamas;

Rede de vasos mais evidente;

Enjoos, náuseas e vômitos;

Vontade de urinar mais intensa, pois o útero está aumentando e pressionando a bexiga.
7º mês
Podem iniciar complicações;

Mulher é submetida a uma bateria de exames, inclusive de diabetes e pressão alta;

Inchaços requerem atenção;

Reflexos lentos: restrição de atividades como dirigir;

Falta de ar, devido aumento da barriga.
8º mês
Eixo do corpo alterado devido à barriga: dores lombares, nas costas, pernas e pés;

Útero bem volumoso pode pressionar vasos da perna, causando retenção de líquidos;

Inchaço mais evidente;

Ansiedade e contrações preparatórias (contrações de Braxton) que não causam dor
9º mês
Corpo se prepara para o parto e a mulher até sente a cabeça do bebê pressionando a bexiga;

Aumenta a vontade de urinar;

Sente-se uma pressão no quadril, afinal a pélvis se prepara para o parto;

A barriga desce um pouco e as contrações são mais evidentes.
*Síflis, AIDS e Gonorréia
*Teste de gravidez
HORMÔNIOS SEXUAIS E CARACTERÍSTICAS SECUNDÁRIAS
Exercícios
(Enem/2013) Para a identificação de um rapaz vítima de acidente, fragmentos de tecidos foram retirados e submetidos à extração de DNA nuclear, para comparação com o DNA disponível dos possíveis familiares (pai, avô materno, avó materna, filho e filha). Como o teste com o DNA nuclear não foi conclusivo, os peritos optaram por usar também DNA mitocondrial, para dirimir dúvidas.Para identificar o corpo, os peritos devem verificar se há homologia entre o DNA mitocondrial do rapaz e o DNA mitocondrial do(a)
A) pai
B) filho
C) filha
D) avó materna
E) avô materno
(Enem/2013) Para a identificação de um rapaz vítima de acidente, fragmentos de tecidos foram retirados e submetidos à extração de DNA nuclear, para comparação com o DNA disponível dos possíveis familiares (pai, avô materno, avó materna, filho e filha). Como o teste com o DNA nuclear não foi conclusivo, os peritos optaram por usar também DNA mitocondrial, para dirimir dúvidas.Para identificar o corpo, os peritos devem verificar se há homologia entre o DNA mitocondrial do rapaz e o DNA mitocondrial do(a)
A) pai
B) filho
C) filha
D) avó materna
E) avô materno
EXERCÍCIOS
PUBERDADE
Da nidação ao parto
Full transcript