Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Qualificação

No description
by

Vagner Cavarzere

on 13 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Qualificação

Caracteres vocais são informativos para a taxonomia de Cercomacra Sclater, 1858 (Aves: Thamnophilidae)? Vagner Cavarzere
Universidade de São Paulo

Dr. Luís Fábio Silveira
Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo Taxonomia Resultados UTOs Variações Vocalizações Vocalizações Thamnophilidae Revisão Taxonômica Nos últimos 30 anos... Comunicação Aprendizagem Variação Geográfica Vocalização Sinalizador x Receptor (Dawkins & Krebs, 1968)

Aves:
Manutenção de territórios (Johnson & Kermott, 1991)
Atração de parceiros sexuais (Johnson & Searcy, 1996)
Variação geográfica (e.g. Baptista & King, 1980) Populações isoladas
Grupos distribuídos continuamente

Clina gradual (Stopiglia et al., 2012)
Mundança rápida ao longo de zona de contato
Mundaça brusca com barreira abrupta Thorpe (1951, 1954)
Canto inato
Canto aprendido - período de aprendizado
Kroodsma & Baylis (1982) - 300 espécies Eisenmann & Short, 1982
Stiles, 1983
Vielliard, 1990
Especialmente Isler et al.

Vocalizações inatas
Papel na manutenção da integridade da espécie
Servem como caracteres com os quais as populações podem ser diagnosticadas
Diferenças nos cantos representam fenótipos de diferenças genéticas - para táxons semelhantes as vocalizações são importantes Região Neotropical
209 spp. em 45 gêneros
Asas curtas e elípticas
Pés e pernas grandes e fortes
Entalhe subterminal tomial
Dimorfismo sexual (exceção seguidoras de correição) Morfologia e vocalizações
A inclusão de caracteres vocais pode alterar a taxonomia morfológica?

4.379 espécimes (todos os holótipos) de 23 coleções no Brasil e exterior
Munsell (1994)
Identificações de espécimes e gravações desconsideradas
Agrupamento em UTO
Jovens - 4.046
40 caracteres qualitativos - 21 informativos Canto - frases e notas
Chamados
Macaulay Library of Natural Sounds
Avisoft SASLab Lite
Espectrogramas de som

Frequência máxima, mínima e de pico (kHz)
Largura de banda da nota e do canto (kHz)
Duração do canto e da nota (s)
Número de notas
Andamento (n/s)
Formato da nota

Caráter contínuo - sobreposição
Caráter discreto - diagnose em nível específico Conceito Filogenético de Espécie (Cracraft, 1983)
De 12 para 24 UTOs, 3 sem nome disponível na literatura
C. n. nigrescens/C. n. aff. nigrescens e C. laeta waimiri/C. l. aff. waimiri
Grupo nigricans permaneceu com 5 espécies
C. cinerascens, C. laeta, C. nigrescens, C. serva e C. tyrannina - elevação de 15 subespécies ao nível específico Fêmeas 154 gravações de 27 dos 33 táxons Sporophila lineola - bigodinho Conopophaga lineata - chupa-dente Fringilla coelebs - Chaffinch Zonotrichia leucophrys -White-crowned Sparrow Synallaxis ruficapilla - pichororé Batalha-Filho et al. (2013) Willisornis poecilinotus
rendadinho Naka et al. (2013) Hypocnemis cantator - cantador Isler et al. (2009) Ward (1714) The bird fancier's delight. Evolução de variações geográficas não associadas ao reconhecimento específico Podos & Warren (2007) Aprendizagem Suboscines
1.200 spp.
2 a 4 pares de mm.
Ambos os sexos cantam Oscines
4.500 spp.
6 a 9 pares de mm.
Machos cantam Suboscines Variações geográficas Nottebohm (1980) Vocalização e Taxonomia Ausência de aprendizado Ausência de variação geográfica
Ausência de centros de controle similares aos de oscines no prosencéfalo de suboscines Falta de aprendizado vocal (Kroodsma, 1996)
Diferenças nos cérebros (Nottebohm, 1980; Kroodsma & Konishi, 1991)
Coevolução de vocalização e genes (1988) Cercomacra Sclater (1858) 12 espécies
2 grupos
33 nomes Heterogisnismo
geográfico
específico Resposta do título C. c. aff. iterata C. nigrescens ssp. Conclusões Sim! Auxilia o estudo de limites de espécies
Uso exclusivo de vocalização deve ser aliado à morfologia
Não há no mínimo três caracteres
Segundo gênero mais especioso, atrás de Thamnophilus Tyrannuns tyrannuns - suiriri-valente Asthenes hudsoni - joão-platino Synallaxis frontalis - petrim Empidonax trailli - Willow Flycatcher Empidonax alnorum - Alder Flycatcher Sayornis phoebe - Eastern Phoebe Thamnophilus doliatus - choca-barrada Empidonax trailli - Willow Flycatcher Myiarchus sp. - maria-cavaleira Empidonax virescens - Acadian Flycatcher Vocalizações inatas são úteis como auxílio
Espécies "novas" descobertas por meio de vocalizações C. cinerascens sclateri População do interflúvio Madeira-Tapajós Melospiza melodia - Song Sparrow Melospiza melodiana - Swamp Sparrow
Full transcript