Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

5 forças de Porter

Empreendedorismo
by

Rafael Miranda

on 20 April 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 5 forças de Porter

As 5 forças de Porter Empreendedorismo Concebido por Michael Porter (Economista e professor norte-americano), em 1979

Destinado à análise da competição entre empresas, que utiliza 5 "forcas" com o intuito de desenvolver uma estratégia empresarial eficiente. A estratégia competitiva de uma empresa deve aparecer a partir da abrangência das regras da concorrência que definem a atratividade de uma indústria.
Michael Porter Rivalidade
entre
Concorrentes Poder de Negociação dos fornecedores Poder de Negociação
dos clientes Ameaça de Entrada de Novos Concorrentes A intensidade concorrencial de um setor depende de cinco forças básicas: A rivalidade entre concorrentes pode ser considerada a mais significativa das cinco forças.

Nela, consideramos a atividade e agressividade dos concorrentes diretos(empresas que vendem o mesmo produto, num mesmo mercado que a organização em questão).
Tal rivalidade é acentuada em casos como:
- O número de concorrentes é elevado e o seu poder é semelhante;
- A indústria tem crescimento baixo;
- Existem custos fixos ou de armazenamento elevados;
- Os produtos dos diferentes concorrentes são pouco diferenciados entre si;
- Os clientes podem mudar de fornecedores a baixos custos;
- Concorrentes com estratégias, objetivos e culturas heterogeneas;
- Existem barreiras à saída importantes (fecho/fim do empreendimento); A ameaça da entrada de novos concorrentes depende das barreiras existentes contra sua entrada, além do poder de reação das organizações já estabelecidas.

Estas barreiras seriam fatores que dificultam o surgimento de novas empresas para concorrerem em determinado setor. Entre elas, temos: Esta força competitiva tem a ver com o poder de decisão dos compradores sobre os atributos do produto, principalmente quanto a preço e qualidade. Os fornecedores têm poder de negociação quando:
- o setor é dominado por poucas empresas fornecedoras;
- os produtos são exclusivos, diferenciados, e o custo para trocar de fornecedor é muito alto;
- o setor de negócios em questão não tem representatividade no faturamento deste fornecedor. Bibliografia http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinco_for%C3%A7as_de_Porter

http://www.portaldomarketing.com.br/Artigos/Modelo_das_Cinco_Forcas_de_Michael_Porter.htm

http://www.administracaoegestao.com.br/planejamento-estrategico/modelo-de-5-forcas-de-michael-porter/

Acessados no dia 18 de Abril de 2011 - Capital Necessário: Necessidade de capital para realizar os investimentos iniciais para a instalação do negócio é um dos fatores mais relevantes para impedir o surgimento de novas empresas em um setor; - Economia de Escala: Empresas que já produzem grandes quantidades podem reduzir custos, ao contrario de novas empresas.
- Acesso aos canais de distribuição: Quanto mais bem estruturados os canais de venda(contratualmente), menores as chances de novas empresas concorrerem. Tais poderes se tornam presentes se:
- As compras do setor são de grande volume;
- Os produtos a serem comprados são padronizados, e sem grande diferenciação;
- As margens de lucro do setor são estreitas;
- A opção de o próprio comprador fabricar o produto é financeiramente viável.
- Possibilidade de mudança de produto com baixos custos para tal mudança;
- A qualidade do produto adquirido não é importante para a qualidade dos produtos fabricados pelos clientes;
- Possuem informação completa sobre os produtos (procura, preços, custos, rendimentos,.); A melhor forma de entender tal caso é através de exemplos:
- Alarme eletrônico como substituto para o mercado de vigilância
- E-mail como substituto dos Correios. Os bens substitutos representam aqueles que não são os mesmos produtos que o seu, mas atendem à mesma necessidade, com um custo/benefício melhor para o cliente e sem custos de substituição elevados. Ameaça de Entrada de Novos Concorrentes
Full transcript