Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Projeto - Praças em Catanduva

No description
by

Debora Zamboni

on 22 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Projeto - Praças em Catanduva

Projeto - Praças em Catanduva

Praça da Matriz - Praça Nove de Julho

Diagnóstico - O centro de Catanduva

Pontencialidades da área
Grande importância na vida da população;
Principais estabelecimentos comerciais da cidade, espaços públicos e peças do patrimônio histórico;
Local utilizado para diferentes atividades: lazer, contemplação, descanso, trabalho;
Local com importância histórica para a cidade.

Principais problemas
As praças estavam degradadas e descaracterizadas – sucessivas reformas lograram eliminar qualquer referência clara para conservação.
Histórico

Originalmente, as quadras que hoje abrigam as Praças da Matriz e Nove de Julho compunham uma só praça, chamada São Domingos. Com o tempo, uma das metades passou a ter uma função mais cívica, evocando a Revolução Constitucionalista de 1932. A outra parte teve seu uso sempre associado à presença da igreja da Matriz.

Como forma de honrar e atualizar seu proeminente papel, a Prefeitura Municipal de Catanduva contratou projetos de revitalização como os que alteraram a paisagem das cinco praças, notórias pela natureza pública dos edifícios e equipamentos que abrigam.


Diretrizes de Projeto

A praça deve voltar a ter destaque visual na cidade.
Criar uma linguagem única para que integrar as praças.
Beneficiar as atividades já realizadas na praça como passeio, contemplação e casamentos.
Preservar a vegetação da praça, manter as árvores existentes.




Decisões de Projeto

Criar uma só linguagem
– pavimentação de pedra portuguesa rosa, com faixas no piso e mobiliário de granito capão bonito flameado e dar novo tratamento para a rua que dividia as duas praças (rua Cuiabá).

A rua Cuiabá foi elevada ao mesmo nível das praças, pavimentada com concreto e teve as vagas de estacionamento suprimidas.

Beneficiar as atividades já existentes
- criação de um grande espaço desimpedido na frente da igreja – confirmado por extensas muretas-bancos onde, delicadamente, foi disposta a escultura do Padre Albino que de um pedestal passou a sentar0se ao lado de homens e mulheres de carne e osso.

Para a chegada triunfal das noivas foram previstos dois trajetos simétricos, que as conduzem da rua até o interior da igreja por rampas.

Preservar a vegetação
- O acesso pela rua Minas Gerais foi desenhado na forma de largas escadarias e, no mais forma salpicos canteiros e bancos dialogando com a localização e cota do pé das árvores existentes.

Projeto - Praças em Catanduva

Praças da Prefeitura, Terminal e Fórum

Projeto: Rosa Kliass e Luciano Fiaschi

Histórico

Conhecido como Parque das Américas, o conjunto de três praças abriga edifícios importantes para a cidade: a prefeitura, o terminal rodoviário urbano e o fórum.

Características do Projeto

Linguagem comum para as três praças.
Jogos geométricos de faixas de piso em granito rústico.
Paginação de piso estrutura a disposição de canteiros com vegetação e peça de mobiliário.
Pavimentação em pedra portuguesa com 'ilhas' de paralelepípedo (convite à desacelerar, estas ilhas encontram-se próximas aos bancos).
As juntas e base do paralelepípedo são feitas a seco adaptando-se à presença de árvores.

Fonte: Revista AU, Ano 30, n.253, Abril de 2015.









Ficha dos projetos

Praça 9 de Julho
Ano do Projeto 2007/2013
Ano de construção 2014
Área de paisagismo 6,8mil m2
Coordenação Rosa Grena Kliass
Coautoria Maria Cecília Barbieri Gorski, Michel Todel Gorski (Barbieri & Gorski Arquitetos Associados)
Colaboradores Priscilla Melhado Sishinaka, Vanessa Armênio Della Libera
Luminotécnica Neide Senzi
Hidráulica Luis Vidal
Maquele Eletrônica Estídio Éter - Otávio Lanner
Cliente e Equipe Prefeitura Municipal de Catanduva, Secretarua de Planejamento, Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos, Banco Interamericano de Desenvolvimento - José Alberto de Medeiros filgo (Fiscalização de obras UGP/BID)
Construção Ambiente Engenharia Paisagismo e Gestõa Pública



Praça da Matriz - Igreja São domingos
Ano do Projeto 2007/2010
Ano de construção 2011
Área de paisagismo 6,545mil m2
Coordenação Rosa Grena Kliass
Coautoria Maria Cecília Barbieri Gorski, Michel Todel Gorski (Barbieri & Gorski Arquitetos Associados)
Colaboradores Priscilla Melhado Sishinaka, Vanessa Armênio Della Libera
Luminotécnica Neide Senzi
Maquele Eletrônica Estídio Éter - Otávio Lanner
Cliente e Equipe Prefeitura Municipal de Catanduva, Secretarua de Planejamento, Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos,
Construção Ambiente B&B Engenharia e Construção



Praças da Prefeitura, Terminal e Fórum
Ano do Projeto 2007/20013
Ano de construção 2014
Área de paisagismo 6,8mil m2
Coordenação Rosa Grena Kliass
Luciano Fiaschi
Colaboradores Cristina Gombossy Franco, Mario Fiaschi e Tomás Rebollo
Luminotécnica Neide Senzi
Hidráulica Luis Vidal
Maquele Eletrônica Estídio Éter - Otávio Lanner
Cliente e Equipe Prefeitura Municipal de Catanduva, Secretarua de Planejamento, Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura.

UNIP - Ribeirão Preto
Disciplina Projeto Urbano
Apresentação para a aula de 22.04.2015
Professores:. Catherine D'Andréia - Débora Prado Zamboni - Ozório Calil Júnior
Full transcript