Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Planejamento Financeiro passo a passo

No description
by

Flavio Mangili Ferreira

on 24 October 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Planejamento Financeiro passo a passo

Planejamento Financeiro
passo a passo
Passo 1
Investimento Fixo e
Depreciação

INVESTIMENTO FIXO
: máquinas, móveis, veículos, equipamentos eletrônicos etc. utilizados nas atividades operacionais da empresa e que não devem ser convertidos em dinheiro.
DEPRECIAÇÃO
: desvalorização do ativo fixo em decorrência do uso, da ação do tempo, da obsolescência tecnológica ou redução no preço de mercado.
Passo 2
SALÁRIOS E
ENCARGOS SOCIAIS
SALÁRIOS
: salários são as remunerações devidas e pagas diretamente pelo empregador a todo empregado.
ENCARGOS SOCIAIS
: Encargos sociais incidentes sobre a folha são contribuições sociais pagas pelas empresas como parte do custo total do trabalho, mas que não revertem em benefício direto e integral ao trabalhador.
Passo 3
CUSTOS
FIXOS
CUSTO FIXOS
: todos os gastos que não se alteram em função do volume de produção ou da quantidade vendida em um determinado período. Acumulam-se com o tempo e não com a atividade. Relacionados a capacidade instalada e são decorrentes de sua manutenção.
Passo 4
VOLUME DE PRODUÇÃO E VENDAS
VOLUME DE PRODUÇÃO E VENDAS
: estimativa das quantidades produzidas e vendidas dos produtos no período.
Passo 5 CUSTOS
VARIÁVEIS
CUSTO VARIÁVEIS
: O custo com materiais diretos e ou mercadorias vendidas é classificado como um custo variável, pois aumentam ou diminuem em função do volume de produção ou de vendas.
Passo 6 RATEIO DOS CUSTOS FIXOS
RATEIO
: atribuição de um custo, normalmente, indireto a um objeto do custo, segundo uma certa base. Um objeto de custo representa qualquer fim ao qual um custo é atribuído.
Passo 7 CUSTO DE PRODUÇÃO
CUSTO DE PRODUÇÃO
: total dos gastos realizados pela empresa a partir da combinação mais econômica dos fatores que resultará em determinada quantidade de produto.
Passo 8 FORMAÇÃO DE PREÇO
PREÇO DE VENDA
: deve ser um valor que possibilite a empresa manter a qualidade do produto, atenda aos anseios do mercado, a maximização dos lucros e um melhor aproveitamento dos níveis de produção.
Mark-up
: índice aplicado ao custo de um produto ou serviço para a formação do preço de venda. A finalidade é cobrir alguns gastos como impostos e taxas sobre vendas, despesas variáveis, lucro e outros.
Passo 9 RECEITA DE VENDAS
RECEITA DE VENDAS
: estimativa de quanto a empresa irá faturar por mês, determinada pela multiplicação da quantidade de produtos a serem oferecidos pelo seu preço de venda, e devendo ser baseado em informações de mercado.
Passo 10 NECESSIDADE DE INVESTIMENTO E CAPITAL DE GIRO
CAPITAL DE GIRO
: montante de recursos necessário para o funcionamento normal da empresa, compreendendo a compra de matérias primas ou mercadorias, financiamento das vendas e o pagamento das despesas. Ao estimar o capital de giro para o começo das atividades da empresa, deve-se apurar o estoque inicial e o caixa mínimo necessário.
Passo 11 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO
DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO
:

apresenta todos os itens de receita e despesa reconhecidos no período.
Receitas
são aumentos de ativos e
Despesas
são diminuições no ativo sem que exista aporte e ou distribuição dos sócios, evidenciando o desempenho financeiro do período.
Passo 12 INDICADORES DE SEGURANÇA
INDICADORES
: informações numéricas que servem para mostrar o desempenho de uma empresa.
Identifique o investimento fixo (imobilizado) inicial.
Mensure a depreciação deste investimento fixo e reconheça este gasto.
Identifique os funcionários que serão contratados e os salários que serão pagos.
Mensure os encargos sociais destes salários.
Identifique, classifique e mensure os Custos Fixos anuais e mensais.
Faça uma estimativa das quantidades que serão produzidas e vendidas.
Identifique os custos dos materiais utilizados nos produtos que serão comercializados.
Identifique os custos fixos e rateie aos produtos utilizando uma base.
Some os custos variáveis, os custos fixos de cada produto e forme os custos por unidade.
Identifique custos de comercialização, margens e forme os preços de vendas dos produtos.
Multiplique as quantias de produtos a serem vendidos pelo preço de venda.
Some o investimento inicial, gastos pré-operacionais, estoques e custos iniciais. Mensure a necessidade de investimento e capital de giro.
Identifique receitas e despesas previstas durante o ano e projete o resultado do período (lucro ou prejuízo).
Determine os indicadores de Margem de Contribuição, Ponto de Equilíbrio e Margem de Segurança.
Passo 13
REPRESENTAÇÃO DO
PONTO DE EQUILÍBRIO
Levante os dados sobre receitas, custos fixos e custos variáveis.
Represente graficamente o ponto de equilíbrio.
Representar, graficamente, o ponto de equilíbrio é interessante e importante. O Eixo X (horizontal) indica os dados de volume e o Eixo Y (vertical) os valores monetários, receitas e custos (PADOVEZE, 2013).
Passo 14
RECEBIMENTO,PAGAMENTO
E ESTOQUES
Indique os prazos de pagamentos e recebimentos.
Indique o tempo de segurança do estoque.
Previsão dos
recebimentos das vendas
e
pagamento dos fornecedores
indica o período (dia, semana, mês) em que os recebimentos ingressarão no caixa os pagamentos sairão do caixa da empresa.
Tempo de segurança em
Estoque
suficiente para atender as vendas.
Passo 15 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS
DE CAIXA
Elabore a Demonstração dos Fluxos de caixa no ano.
A Demonstração dos fluxos de caixa fornece informações acerca das alterações no caixa e equivalentes de caixa da entidade para um período contábil, evidenciando separadamente as mudanças nas atividades operacionais, nas atividades de investimento e nas atividades de financiamento.
'
Passo 16 BALANÇO PATRIMONIAL
O
balanço patrimonial
da entidade é a relação de seus ativos, passivos e patrimônio líquido em uma data específica (CPC PME, 2009).
Elabore o balanço patrimonial ao final do primeiro ano.
Passo 17
INDICADORES
FINANCEIROS
Utilizando as demonstrações contábeis, determine os indicadores financeiros.
Indices financeiros
são instrumentos de análise da posição financeiro e desempenho da entidade.
Passo 18
FLUXO DE CAIXA LÍQUIDO E ANÁLISE DE INVESTIMENTOS
Elabore o fluxo de caixa líquido e detemine os indicadores para análise de investimento.
O
Fluxo de Caixa Líquido
é a estimativa do investimento inicial, entradas e saídas de caixa operacional e o fluxo de caixa residual.
A
Análise de Investimentos
estima antecipadamente os resultados, possibilitando comparar diferentes alternativas.
Full transcript