Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Inara Alves

on 1 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Fungos e Bactérias
Bactéria
Considerações finais
Biocombustiveis

The Way out
Fungo
Durante muito tempo, os fungos foram considerados como vegetais e, somente a partir de 1969, passaram a ser classificados em um reino à parte (Reino Fungi). Os fungos apresentam um conjunto de características próprias que permitem sua diferenciação das plantas:
não sintetizam clorofila
, não tem celulose na sua parede celular, exceto alguns fungos aquáticos e
não armazenam amido como substância de reserva
, a presença de substâncias quitinosas na parede da maior parte das espécies fúngicas e a sua capacidade de depositar glicogênio os assemelham às células animais.
Gênero Penicillium
Família: Trichomaceae
Ordem: Eurotialees

Está presente no grupo dos fungos mitospóricos, sub-grupo hifomicetos.

Este gênero é caracterizado pela produção de fiálides e conídios em cadeias secas. Fiálides são células especializadas em produzir propágulos vegetativos, isto é, conídios. Os conídios são formados por mitose e podem surgir diretamente das vesículas (unisseriados) ou são produzidos em uma segunda camada de células,chamadas de “métulas” (bisseriados), sendo ambas -fiálides e métulas- formadas simultaneamente.(Sara Maria Chalfoun. et al 2003).
Esse genero é conhecido como o fungo dos bolores, bolor verde ou azul é uma característica específica dos generos Penicillium e Aspergillus, essa e a única estrutura que pode ser vista a olho nu, aparece geralmente em citrus.


Características Peniciullium digitatum
A característica de podre produzida pelo Penicillium digitatum, é facilmente identificada, é mais comumente visto em espécies citricas de frutíferas ,apresentando coloração verde. Este patógeno age principalmente em partes expostas, feridas da fruta.

O Penicillium digitatum tem fácil desenvolvimento a 20 ° C e a uma humidade relativa elevada.

Esse tipo de fungo pode permanecer na superfície da fruta durante vastos períodos, devido a quantidade de líquido presente.
Uma vez instalado na fruta, as suas enzimas excretam hifas esbranquiçadas que quebram a lignina da casca amolecendo o tecido superficial da fruta.
A infecção do fruto ocorre através de esporos vindos a partir do solo, ar, linha de tratamento, etc. Esses esporos são instalados nas feridas da casca do mesmo.

* De um aspecto progressivamente umidecido, em uma área que possua um molde branco, parte vegetativa do fungo.

* Aparecem esporos com características esverdeadas

*Frutos atacados por Penicillium digitatum, aderem fortemente às superfícies que estão em contato. Porém o mofo verde apresenta menor humidade em relação ao mofo azul.


Este fungo é identificado
atravéz ...
Com a alta umidade pode-se ocorrer o aparecimento de diferentes fungos, como o Penicillium italicum , mofo azul, fazendo com que a fruta infectada apresente sintomas diferentes, acentuando o aspecto de aprodecimento.
IFSULDEMINAS - Campus Inconfidentes
Discente: Lucas M. Nunes
Docente : Ana Cristina Ferreira M. da Silva
Penicillium digitatum
Mofo verde - Penicillium digitatum
Mofo Azul- Penicillium italicum
As bactérias são organismos unicelulares com tamanho microscópico, medindo cerca de 0,2 a 1,5 μm de comprimento, sendo em média dez vezes menores do que uma célula eucarionte.

Muitas bactérias podem ser causadores de doença como pneumonia, diarreia, febre tifóide, a conjuntivite, a cólera, entre outras
Staphylococcus aureus
Características do Staphylococcus aureus
É uma bactéria de forma esférica Gram-positiva que cresce em cachos, semelhantes a cachos de uvas. Ela faz parte da flora normal do corpo humano. Habita o corpo sem causar danos na maior parte do tempo. O Staphylococcus aureus é uma bactéria anaeróbia facultativa, que pode executar tanto a respiração anaeróbica quanto a aeróbica. Podem ser patogênicos e causadores de doença.
Identificação
As bactérias são submetidas a um teste de classificação denominado de coloração de Gram. O teste de coloração de Gram é uma série de passos que adicionam corantes diferentes nas células bacterianas. Bactérias gram-positivas, como Staphylococcus aureus, tem uma parede celular muito grossa. A parede espessa mantém o corante no interior da célula e deixa a célula roxa sob um microscópio. Ambas as bactérias Gram-positivas e Gram-negativas podem causar doenças.
Efeitos
Staphylococcus aureus é um residente natural do corpo humano. Ela pode ser encontrada na pele e nas membranas mucosas, como o nariz. Pode causar doença ou infecção se condições normais do corpo forem alteradas, por exemplo, se o sistema imunitário estiver suprimido devido a um resfriado ou outra infecção secundária. Staphylococcus aureus pode causar furúnculos, intoxicação alimentar, síndrome do choque tóxico e pneumonia.

Considerações
Staphylococcus aureus também são responsáveis por infecções hospitalares. Estas infecções são muitas vezes graves, porque são resistentes aos antibióticos.

Assim, compete também aos profissionais de saúde instruírem os seus pacientes para que cumpram a posologia dos antibióticos receitados. O descaso com a dosagem e com o tempo de duração do tratamento, bem como sua interrupção, tem sido uma das maiores barreiras à cura das infecções causadas pelo S. aureus ou por qualquer outro agente infeccioso.
Referências Bibliográficas
http://www.uoguelph.ca/~gbarron/MISCELLANEOUS/penicill.htm
http://www.enq.ufsc.br/labs/probio/disc_eng_bioq/trabalhos_pos2003/const_microorg/fungos.htm
http://www.tecnicoagricola.es/penicillium-digitatum-moho-verde-y-penicillium-italicum-moho-azul/
http://www.brasilescola.com/biologia/staphylococcus-aureus.htm
http://www.ehow.com.br/staphylococcus-aureus-suas-caracteristicas-bioquimicas-sobre_8060/
http://bioinfo-aula.blogspot.com.br/2007/11/caracteristicas-das-bactrias.html
http://www.infoescola.com/reino-monera/staphylococcus/
http://www.colgate.com.br/app/PDP/Protex/BR/Equity/o-que-e-uma-bacteria.cvsp
Gênero Staphylococcus
Familia: Staphylococcaceae
Ordem: Bacillales
Classe: Bacilli
Atualmente, o gênero Staphylococcus possui 33 espécies, sendo que 17 delas podem ser isoladas de amostras biológicas humanas.
A penicilina G (descoberta por Alexander Fleming, em 1928) passou a ser usada no tratamento de pacientes infectados pelo S. aureus em 1943.
Full transcript