Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Guerra do Paraguai

No description
by

Marcus Vinícius Leite

on 20 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Guerra do Paraguai

Ou, Guerra de La Triple Alianza A Guerra do Paraguai O Conflito Maior guerra entre países ocorrida em continente americano.
Opôs Brasil, Argentina e Uruguai x Paraguai
Nº de mortos: incerto até os dias de hoje e gera acalorados debates entre os historiadores dos países envolvidos. Contexto Político da Região do Prata Início do século XIX: independência dos países da região diante de Espanha e Portugal.
Problemas imediatos: afirmação da independência e definição de fronteiras.
Vice-Reino do Prata: fragmentou-se em 4 novos países - Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia.
Ambição argentina: manter unido o antigo vice-reino.
Problemas: não havia unidade nem mesmo dentro da própria argentina, dividida entre unitaristas e federalistas (províncias do interior).
Brasil: visto com desconfiança. Monarquia, Império e falando português. Mapa dos interesses na região A Guerra 1º ato de guerra: apreensão do navio brasileiro Marquês de Olinda em Assunção.
13/11/1864: declaração paraguaia de guerra ao Brasil.
Dezembro: 1864: invasão do Mato Grosso.
Abril/1865: invasão de Corrientes (na Argentina).
Junho: invasão do Rio Grande do Sul.
01/05/1865: assinatura do tratado da Tríplice Aliança por Brasil, Argentina e Uruguai. Próxima aula: Batalhas e consequências... Brasil:
Interesse na livre navegação na Bacia Platina.
Definição de fronteiras.
Solução para conflitos envolvendo brasileiros no Uruguai. Argentina:

Interesse inicial em manter unido o Vice-Reino do Prata.
Definição de fronteiras com o Paraguai, com interesse na Região do Chaco. Uruguai

Problemas nas relações com o Brasil, com interferência do vizinho em suas questões internas.
Partidos:
Blancos (aristocracia pecuarista), hostis ao Brasil.
Colorados (liberais, camadas urbanas).
1864: conflito interno uruguaio. Os blancos buscam apoio paraguaio diante de uma iminente interferência brasileira.

Janeiro/1865: tropas brasileiras invadem Montevidéu.
Presidência entregue a Venâncio Flores, colorado. Paraguai

Desde 1811 temia pela estabilidade de sua independência.
Razões: ambições argentinas e desejo brasileiro de livre navegação no Prata.
Problema geográfico: ausência de saída para o mar.
1814-1840: ditadura de J. Gaspar de Francia, com país fechado ao exterior. Políticas de monopólio estatal de alguns produtos, como a erva-mate.
Sucedido por Carlos López: amplia relações com os países platinos. Obtém reconhecimento da independência (1854) e moderniza militarmente o país. Permite a livre navegação nos rios Paraguai e Paraná, mas na prática impõe dificuldades aos brasileiros. Interesses:

Inicialmente manter um Uruguai independente de Brasil e Argentina, pois manteria seu acesso ao estuário do Prata, garantindo o escoamento de sua produção.
A interferência brasileira no Uruguai é interpretada como um ato de guerra. Pronto para a guerra?

A historiografia brasileira acredita que sim.
77 mil combatentes prontos
Brasil: 18 mil, Argentina: 6 mil, Uruguai: 3 mil.
Ambição do ditador Solano López: Paraguai Maior, com saída para o mar e anexação do MT, Uruguai e províncias federalistas argentinas.
Full transcript