Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

VIDA E OBRA DE SANTO AGOSTINHO

Santo Agostinho é considerada uma das mentes mais brilhantes do mundo ocidental, sua vida e sua obra influenciou e continua influenciando pessoas e instituições em todo o mundo.
by

Clovis Oliveira

on 8 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of VIDA E OBRA DE SANTO AGOSTINHO

FONTS
SANTO AGOSTINHO
vida e obra
374
383
371
354
MANIQUEÍSMO
De 374 a 383 faz parte da seita gnóstica dos maniqueus (seita filosófico-religiosa que se originou na Pérsia, fundada por Mani, que misturava doutrinas de Zoroastro com o cristianismo. O
Maniqueísmo
afirmava que o mal que está em nós, ou que cada um pratica não é responsabilidade própria, mas por culpa
do princípio do mal).
ROMA / MILÃO
Aos 29 anos, atraído pela possíbilidade de maiores lucros e honras, resolve se transferir para Roma onde abre uma escola de retórica e ali, em pouco tempo, consegue fama de orador teria sido procurado por Símaco (prefeito da cidade). No ano seguinte é convidado por a ocupar o cargo de orador e professor. No verão de 384 parte para Milão como funcionário público, onde conhece o Bispo Ambrósio, famoso por suas pregações.
CONVERSÃO
VIDA RELIGIOSA / ECLESIÁSTICA
Agostinho decide voltar a Tagaste, para morar com seus amigos, e entregar-se inteiramente ao serviço de Deus por meio da oração e o estudo. De sua experiência de vida comunitária nasceria a
Regra de Vida
seguida pelos Mosteiros Agostinianos e que influenciaria grande parte das ordens e congregações religiosas espalhadas pelo mundo até hoje. Mas no ano
391
, de visita na cidade de Hipona, é
proclamado sacerdote pelo povo
e ordenado padre pelo bispo Valério. Quatro anos depois é
consagrado Bispo da cidade
, daí o nome de Agostinho de Hipona. Ele vive em comunidade, tentando seguir o ideal das primeiras comunidades cristãs, na
pobreza e na partilha
.
NASCIMENTO
Aurélio Augustinus (Santo Agostinho) nasceu em
Tagaste
, província romana da Numídia (hoje chamada Souk-Ahrás, na atual Argélia, Norte da África)
SUA FAMÍLIA
Seus pais se chamavam
Patrício
e
Mônica
(Santa Mônica). Patrício era conselheiro municipal em Tagaste e era pagão. Pouco antes de morrer, em 371, se converte ao cristianismo. Mônica era uma cristã fervorosa e tem um papel marcante na vida de seu filho. Além de Agostinho, Patrício e Mônica tiveram outros dois filhos:
Navígio
, que morreu ainda jovem e uma irmã
Perpétua
(Santa Perpétua) que entrou para a Vida Religiosa chegando a ser superiora de convento feminino Agostiniano.
MARCOS IMPORTANTES EM SUA VIDA
* 13 de novembro de 354
África
Pátria de
Santo Agostinho

Souk-Ahrás
TAGASTE
TOPO: Oliveira de Santo Agostinho, uma das colinas do centro de Souk-Ahrás.
Cartão Postal da cidade
Igreja de Santo Agostinho em Souk-Ahrás
Foto de satélite da cidade, cercada por montanhas
Mesquita
Rio Medjerda
Agostinho
foi um grande homem: poeta, filósofo, sábio e isto, concomitantemente, em todos os momentos de sua vida, pois a todos esses elementos superiores do ser humano acrescentou o cunho sobrenatural da santidade. Suas obras atravessam os séculos influenciando pensadores como Boécio, Nicolau de Cusa, Tomás de Aquino, São Boaventura, Duns Escoto, Guilherme de Ockan, e não só na Idade Média, mas na Modernidade: Pascal, Lutero, Calvino, Zwinglio entre outros, cada um a seu modo receberíam influência de suas obras. Não é por acaso que Santo Agostinho é considerado por muitos como o "pai do pensamento ocidental"
(BRACHTENDORF, 2008: 11).
365
É enviado a
Madaura
e inicia seus estudos de Educação Geral
372
Nessa época Agostinho inicia e mantém até os trinta anos um romance, com a qual em 372 veio a ter um filho -
Adeodato
Em fins de 370, com 16 anos de idade,
é enviado à Cartago, capital da Numídia, para fazer seus estudos superiores (Retórica, artes liberais).
Aos 19 anos lê
Hortensius
,
de Cícero. É quando desperta seu gosto pela filosofia, um amor intenso pela
verdade
.
386
Foi uma longa caminhada e luta para transformar seu coração, mas no mês de
agosto de 386
, meditando no jardim, ouve uma voz de criança que diz
"Tolle et lege"
(Toma e lê) e tomando as Cartas de São Paulo lê:
"Não é nos prazeres da vida, mas em seguir a Cristo que se encontra a felicidade" (Rm 13,13)
. As dúvidas se dissipam e é neste momento que culmina todo o processo de sua
conversão
. Encontrando Deus no seu coração achou a felicidade, a paz e a verdade que procurava. No ano seguinte, na Vigília da Páscoa é batizado pelo bispo Ambrósio.
A conversão de Santo Agostinho, por Fra Angélico,
Museu Thomas-Henry
Em 387, Agostinho e Adeodato são batizados no Sábado Santo
(25 de abril) pelo Bispo Ambrósio.
Convertido, Agostinho desiste da ideia de
se casar e pede demissão de seu cargo. Um de seus amigos, Verecundo, coloca a disposição uma casa de campo, num lugar chamado
Cassicíaco
, perto de Milão, onde Agostinho se retira com seus amigos, seu filho e sua mãe. Ali se preparam para o batismo. Das discussões desse retiro nascem suas primeiras obras:
Contra acadêmicos
(386),
Sobre a vida feliz
(386),
Sobre a ordem
(386), e
Solilóquios
(387).
Batizado, sua grande meta seria retornar à terra natal, onde pretendia se dedicar aos estudos e à vida monástica, porém, rumo à Tagaste, em passagem pelo Porto de Roma (em Óstia), Mônica, sua mãe, faleceu, com 56 anos de idade.
388
OBRAS
Agostinho escreveu um total de

113 obras
, sem contar as cartas das quais se conservam mais de
200
, e os
Sermões
. A maior parte de suas obras surgiram por causa dos problemas ou das preocupações que atormentavam a Igreja do seu tempo; é por isso que nelas estão presentes as polêmicas em que ele mesmo esteve envolvido, principalmente contra os maniqueos, os donatistas e os pelagianos. Além destas obras destinadas a combater os adversários e inimigos da Igreja, Agostinho escreveu outras de diverso conteúdo: no campo exegético (principalmente os
Comentários ao Gênesis, São João e os Salmos
), no dogmático ("
Sobre a Trindade
"), no Pastoral ("
Sobre a Catequese dos simples
").
Santo Agostinho faleceu no dia
28 de agosto
de 430. Seu corpo foi enterrado na
Basílica Pacis
(Basílica da Paz) de Hipona onde, por 36 anos, ressoou a voz daquele que, para sempre seria o "Bispo de Hipona". Mais tarde, seus restos mortais foram levados para Sardenha, na Itália, depois, na época das invasõesdos vândalos, foram transferidos para a
Catedral de Pavia
, onde permanecem até hoje.
Catedral de Pavia
Monumento tumular em mármore,
obra-prima de Lombard ,escultor do século XIV. Adornada com 95 estátuas e 50 baixos-relevos, o trabalho foi encomendado por Bonifacio Bottigella Pavia, Prior dos Agostinianos, mais tarde Bispo de Lodi
Urna contendo os restos mortais de Santa Mônica
REFERÊNCIAS:

BRACHTENDORF, Johannes.
Confissões de Agostinho
. São Paulo: Edições Loyola (2008).

BOEHNER, Philotheus; GILSON, Etienne; VIER, Raimundo.
História da filosofia cristã: desde as origens até Nicolau de Cusa
. 1985.

PAPINI, Giovanni.
A vida de santo Agostinho
. Civilizac̜ão brasileira s/a, 1937.

RUBIO, Pedro.
Toma e lê!
Síntese agostiniana. Edicoes Loyola, 1985.

TRAPÈ, AGOSTINO.
Agostinho de Hipona
. Dicionário Patrístico e de Antigüidades Cristãs. Trad. Cristina Andrade. Petrópolis: Vozes (2002).


Full transcript