Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A mudança social para os clássicos da sociologia

No description
by

kariny goulart

on 25 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A mudança social para os clássicos da sociologia

Karl Marx.
Émile Durkheim
Max Weber
Weber analisou a mudança socia relacionada ao nascimento da sociedade capitalista.

Durkheim procurou analisar a questão da mudança social.
Em seus estudos sobre as tranformações sociais, Marx também analisou a revolução francesa, mas a considerou puramente politica.






Marx pensava que a tranformação nao parte do zero. Ela sempre nega e supera uma situação anterior.

Em termos sociológicos, Comte dividiu seu sistema em dois campos: Estático e Dinâmico
Primeiro estágio: Teológico.

Segundo estágio: metafísico.

Terceiro estágio: Positivo.
No século XIX uma das ideias que orientava as discurssões era a de progresso. A seguir veremos os pensamentos em relação ao progresso de alguns autores
A mudança social para os clássicos da sociologia
Comte acreditava que a mudança social estava situada na mente, na qualidade e quantidade de conhecimento sobre a sociedade.
Auguste Comte
Marx destacou que na atividade revolucionaria os indivíduos se transformam para mudar as condições sociais em que vivem. observou, ainda, que a revoluções só seriam possíveis por meio de violência, a "parteira da história", pois os que detinham o poder jamais abririam mão dele e de seus privilégios pacificamente
Weber também analisou a mudançqa social com base em tipos ideais de ação e de dominação.
Full transcript