Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Introdução á Modelagem de Dados

Aula de modelagem de dados 01
by

Gustavo Castello

on 28 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Introdução á Modelagem de Dados

Tipos de dados
Agora vamos aos exercícios.
Obrigado por não dormir...
Modelagem de Dados
Qual o objetivo da modelagem de dados ? Por que modelar ?

Representar o ambiente observado;
Documentar e normalizar;
Fornecer processos de validação;
Observar processos de relacionamentos entre
objetos.
ANÁLISE DE DADOS
Modelar implica em construir modelos, então como fazer isto ?
Podemos definir as etapas envolvidas na construção de modelos em :
1
2
3
Modelo conceitual : Representa as regras de negócio sem limitações tecnológicas ou de implementação, por isto é a etapa mais adequada para o envolvimento do usuário que não precisa ter conhecimentos técnicos.

Neste modelo temos :

Visão Geral do negócio;

Facilitação do entendimento entre usuários e desenvolvedores;

Possui somente as entidades e atributos principais;

Pode conter relacionamentos n para m.
Modelo Lógico : Leva em conta limites impostos por algum tipo de tecnologia de banco de dados. (banco de dados hierárquico , banco de dados relacional ,etc.).

Suas características são :

Deriva do modelo conceitual e visa a representação do negócio;

Possui entidades associativas em lugar de relacionamentos n:m;

Define as chaves primárias das entidades;

Normalização até a terceira forma normal;

Adequação ao padrão de nomenclatura;

Entidades e atributos documentados.
Modelo Físico : Leva em consideração limites impostos pelo SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de dados) e pelos requisitos não funcionais dos programas que acessam os dados.

Características:

Elaborado a partir do modelo lógico;

Pode variar segundo o SGBD;

Pode ter tabelas físicas (log , lider , etc.);

Pode ter colunas físicas (replicação).
O que são e o que representam ?
Entidade????
Atributo????
Uma entidade pode ser definida como qualquer coisa do mundo real, abstrata ou concreta, na qual se deseja guardar informações. (Tabela , File, etc..).

Exemplos de entidades : Cliente , Produto , Contrato , Vendas , etc.
Um atributo é tudo o que se pode relacionar como propriedade da entidade. (coluna , campo , etc,..).

Exemplos de atributos : Código do Produto (Entidade Produto) , Nome do Cliente (Entidade Cliente).

Nota : Chama-se domínio o conjunto de valores possíveis do atributo.
Vamos fazer um exercício simples: Definir uma entidade que represente as informações de uma Pessoa e descrever seus atributos.

Podemos definir a entidade Pessoa que irá representar as informações de uma pessoa. Abaixo temos a representação da entidade e de alguns de seus atributos
Note que na definição dos atributos eu estou definindo a natureza do tipo de atributo.
Exemplos de tipos de natureza: Texto , Número , Indicador(sim/não) , Código, etc.

Alguns atributos são obrigatórios outros são opcionais, nome é obrigatório pois toda pessoa deve ter um nome mas, telefone não pois nem toda pessoa possui um telefone.
Atributo obrigatório - é aquele que para uma instância de uma entidade ou relacionamento deve possuir um valor. (NOT NULL)

Atributo opcional - é aquele que para uma instância da entidade ou relacionamento pode possuir um valor. (NULL)

Atributo Identificador - (#) - atributo capaz de identificar exclusivamente cada ocorrência de uma entidade. Também conhecido como chave Primária ou Primary Key (PK). Ex: Código do Cliente , Código do Produto , etc.( O símbolo # é usado para representar a chave primária em algumas notações)

Chave Candidata - atributo ou grupamento de atributos que têm a propriedade de identificar unicamente uma ocorrência da entidade . Pode vir a ser uma chave Primária. A chave candidata que não é chave primária também chama-se chave Alternativa.
Tipos de Atributos
Características de uma Chave Primária :



a - NÃO PODE haver duas ocorrências de uma mesma entidade com o mesmo conteúdo na Chave Primária;

b - A chave primária não pode ser composta por atributo opcional, ou seja, atributo que aceite nulo;

c - Os atributos identificadores devem ser o conjunto mínimo que pode identificar cada instância de um entidade;

d - Não devem ser usadas chaves externas. (Atributos sobre os quais você não tem controle. Ex: CPF);

e - Cada atributo identificador da chave deve possui um tamanho reduzido;

f - Não deve conter informação volátil.

Ao criar modelos geralmente temos diversas entidades cada uma com diversos atributos que podem se relacionar entre si.
Análises de dados é a atividade de transformar um conjunto de dados com o objetivo de poder verificá-los melhor, dando-lhes ao mesmo tempo uma razão de ser e uma análise racional.
É analisar os dados de um problema e identificá-los. A análise de dados possui diferentes facetas e abordagens, incorporando técnicas diversas. Tem grande importância em áreas como: ciências, estudos sociais e NEGÓCIO$$$$, por conta da diversidade de modelos possíveis.
Dados podem ser de tipos diversos, como:

Dados quantitativos - dados como números, quantidades;

Dados categóricos - temos dados de diversas categorias;

Dados qualitativos - nesse caso é uma característica.
Full transcript