Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Algoritmos e Programação Aula 01

No description
by

Charles Miranda Fróes

on 10 September 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Algoritmos e Programação Aula 01

Algoritmos e Programação de Computadores
Prof: Charles Miranda Fróes


Graduado em Engenharia da Computação
Especialista em Desenvolvimento Java Web

charles.mirandafroes@gmail.com Algoritmos e programação de Computadores Aula 01
Estruturas Sequênciais e condicionais Objetivo: Capacitar os alunos a reconhecer o problema e desenvolver soluções algorítmicas para resolve-los. Introdução O que é algoritmo?
Definição de algoritmo:
− é um conjunto finito de regras que fornece uma
sequência de operações (Ações) para resolver um
problema específico.
Um algoritmo tem quatro características importantes:
− Finito;
− Definição;
− Entradas;
− Saídas. Introdução Exemplos de algoritmos Manual de instalação;
Fazer um bolo;
Tomar banho;
Calcular a média de aluno; Nota:
Qualquer que seja a
situação a ser trabalhada,
a definição das etapas a
serem seguidas estará
relacionada à lógica de
raciocínio do indivíduo. Formas de representação
− Descrição narrativa
− Fluxograma convencional
− Pseudocódigo
Estruturas básicas de controle
− Sequência simples
− Alternativas (condicional)
− Repetição (possibilita repetir as ações) Introdução Troca de um pneu furado
Afrouxar ligeiramente as porcas;
Suspender o carro;
Retirar o pneu reserva;
Colocar o pneu reserva;
Abaixar o carro;
Dar o aperto final das porcas. Descrição Narrativa Receita de Bolo
Misturar os ingredientes;
Passar a manteiga na forma;
Despeje a mistura na forma;
"SE" houver coco ralado "ENTÃO" despeje sobre a mistura
Leve a forma no forno;
"ENQUANTO" não corar "FAÇA": Deixe a forma no forno.
Retire do forno;
Deixe esfriar. Formas de representação:
Fluxograma convencional Exemplo de Fluxograma Exemplo Pseudocodigo PERGUNTAS? Variáveis e Tipos de Dados Todas as variáveis pertencem a um tipo de dado que define
o conjunto de valores que ela pode receber (armazenar). Tipos de Dados e instruções Primitivas (Atribuição) Tipos de Dados e instruções Primitivas (Atribuição) Para se criar um algoritmo, você deverá ter em
mente três pontos de trabalho:
Entrada de dados (Leia)
Seu processamento
Saída de dados (Escreva) Atividade em Sala Algoritmo: Somar dois números
− Entrada: Saber quais são os números
− Processamento:Calcular a soma dos números
− Saída:Apresentar o valor do resultado.
Em linguagem de programação ficaria assim:
− LEIA primeiro-numero, segundo-numero
− SOMA <- primeiro-numero + segundo-numero
− ESCREVA SOMA
Escreva o pseudocódigo Atividade de fixação O preço de um automóvel é calculado pela soma do
preço de fábrica com o preço dos impostos (45 % do
preço de fábrica) e com a porcentagem dos
vendedores (28 % do preço de fábrica).
Faça um algoritmo que imprima o nome do automóvel e seu
preço final.
Exemplo: (VALOR_AUT*45)/100
Exemplo02: VALOR_AUT * 0.45 Observações Formação dos identificadores Identificadores Válidos Os identificadores são os nomes das variáveis, dos progranas, das constatntes , das rotinas, das unidades etc.
As regras básicas para a criação dos identificadores são:
Os caracteres que vc pode utilizar na formação dos identificadores são: números , as letras maiúsculas, as letras minúsculas e o caractere sublinhado;
o primeiro caractere deve ser sempre uma letra ou o caractere sublinhado;
não são permitidos espaços em branco e caracteres especiais (@, $, +, -, %, !);
não podemos usar as palavras reservadas nos identificadores, ou seja, palavras que pertencem a uma linguagem de programação. A
a
nota
NOTA
X5
A32
NOTA1
MATRICULA
nota_1
dia
IDADE Identificadores Inválidos 5b -> por começar por número
e 12 -> por conter espaço em branco
x-y -> por conter caracter especial
prova 2n -> por conter espaço em branco
nota(2) -> por conter os caracteres ()
case -> por ser palavra reservada
SET -> por ser palavra reservada Estruturas de Controle Estrutura Sequencial É o conjunto de comamdos que serão executados numa sequência linear de cima pra baixo. Exemplo:
Programa <nome-do programa> (começo do algoritmo)
Var
(Declaração das variáveis)
Inicio
Comando A
Comando B
Comando C
.
.
.
Comando n
FimAlgoritmo. {Fim do Algoritmo} Estruturas de Controle Estrutura de seleção Permite que determinadas linhas e ações do algoritmo sejam executadas e outras sejam ignoradas. A escolha do caminho a ser seguido depende do resultado das expressões lógicas específicas. Operadores relacionais Utilizados para comparações entre dois valores. O resultado será sempre um valor lógico ( VERDADEIRO ou FALSO ) Exemplo:
2 * 4 = 24/3
8 = 8
V Operadores relacionais = igual
<> Diferente
> Maior que
< Menor que
>= Maior ou igual
<= Menor ou igual Operadores Lógicos não -> inverte o resultado de uma expressão lógica.
e -> Somente resulta verdadeiro se ambos os operandos forem verdadeiros.
ou -> É verdadeiro quendo pelo menos um dos operadores for verdadeiro.
xou -> Ou exclusivo, só é verdadeiro se apenas um dos operandos for verdadeiro. Exemplos
a) 15 MOD 4 < 19 MOD 6
3 < 1
F
b) 2 + 8 MOD 7 >= 3 * 6 - 15
2 + 1 >= 18 - 15
3 >= 3
V Operadores Lógicos Tabela da verdade - É o conjunto de todas as combinações possíveis entre valores de diversas variáveis lógicas, as quais se encontram em apenas duas situações. Tabela verdade operador e Condição 1 | Condição 2 | Resultatdo Operadores Lógicos Tabela verdade operador ou Condição 1 | Condição 2 | Resultatdo Operadores Lógicos Tabela verdade operador xou Condição 1 | Condição 2 | Resultatdo Tabela verdade operador não Condição | Resultatdo Prioridade entre Operadores Lógicos não
e/ou
xou Prioridade entre todos os Operadores Parenteses Mais internos
Funções matemáticas
Operadores aritméticos
Operadores relacionais
Operadores lógicos ESTRUTURA DE SELEÇÃO SIMPLES Sintaxe! SE <condição> ENTÃO
// aqui vão as intruções para a condição verdadeira
FIMSE
// aqui vão as instruções para a condição falsa ESTRUTURA DE SELEÇÃO COMPOSTA Sintaxe! SE <condição> ENTÃO
// aqui vão as intruções para a condição verdadeira
SENAO
// Aqui vão as intruções para a condição falsa
FIMSE ENCADEADA SE <condição1> ENTÃO
SE <condição2> ENTÃO
<Comando1>
<Comando2>
<Comando3>
SENAO
SE <condição3> ENTÃO
<Comando4>
<Comando5>
<Comando6>
SENAO
SE <condição4> ENTÃO
SE <condição5> ENTÃO
<Comando8>
FIMSE
SENAO
<Comando9>
FIMSE
FIMSE
FIMSE
FIMSE Exemplo! Algoritmo Dados três valores A, B e C, verificar se eles podem ser os comprimentos dos lados de um triângulo e, se forem, verificar se compõem um triângulo equilátero, isóceles ou escaleno. Informar se não compuserem nenhum triângulo!
Dados de entrada: três lados de um suposto triangulo (A, B, C);
Dados de Saída: não compõem triângulo, triângulo equilatero, triângulo isósceles, triângulo escaleno;
O que é um Triângulo? Figura geométrica de três lados, onde cada um é menor do que a soma dos outros dois ((A<C+B)) e (B<A+C) e (C<A+B);
O que é um Triângulo equilátero? Três lados iguais ((A=B) e (B=C));
O que é um Triângulo isósceles? dois lados iguais (A=B) ou (A=C) ou (B=C);
O que é um Triângulo escaleno? três lados diferentes ((A<>B) e (B<>C)). ESTRUTURA DE SELEÇÃO MULTIPLA ESCOLHA Sintaxe! ESCOLHA <variável>
CASO V1: C1
CASO V2: C2
CASO V3: C3
OUTROCASO C5
FIMESCOLHA Exemplo 01 Algoritmo Construa um algoritmo que, tendo como dado de entrada o nome e preço de um produto e um código de origem, emita o produto junto a sua procedência. Caso o código não seja nenhum dos especificados, o produto deve ser encarado como importado.

Exemplo 02 Algoritmo Elabore um algoritmo que, dada a idade de um nadador, classifique-0 em uma das seguintes categorias
INFANTIL A = 5 a 7 anos;
INFANTIL B = 8 a 10 anos;
JUVENIL A = 11 a 13 anos;
JUVENIL B = 14 a 17 anos;
ADULTO = maiores de 18 anos. Estruturas de Repetição Existem ocasiões em que se faz necessário efetuar a repetição de um trecho de um programa um determinado número de vezes. Neste caso, poderá ser criado um "looping" (Laço de repetição)

Exemplo: Pedir a leitura de um valor para a variável X, multiplicar este valor por 3, alterando o valor obtido para a variável R e apresenta-lo em tela, repetindo esta sequencia por cinco vezes. REPETIÇÃO COM TESTE NO INICIO Sintaxe! ENQUANTO <CONDIÇÃO> FACA
C1
C2
C3
...
FIMENQUANTO REPETIÇÃO COM TESTE NO INICIO Pedir a leitura de um valor para a variável X, multiplicar este valor por 3, alterando o valor obtido para a variável R e apresenta-lo em tela, repetindo esta sequencia por cinco vezes.
Criar uma variável para servir de contador com valor inicial 1;
Enquanto o valor do contador for menor ou igual a 5, realize o processo proposto;
Ler um valor para a variavel X;
Efetuar a multiplicação do valor de X por 3, atribundo o resultado em R;
Apresentar o valor calculado na variável R;
Acrescentar + 1 à variável contadora;
Quando o contador for maior que 5, encerrar o processamento looping.
REPETIÇÃO COM TESTE NO FINAL Sintaxe! REPITA
C1
C2
C3
...
ATE <CONDIÇÃO> REPETIÇÃO COM VARIÁVEL DE CONTROLE Sintaxe! PARA V de Vi ATE Vf PASSO 1 FACA
C1
C2
C3
...
FIMPARA
Full transcript