Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Bruna Schmidt

on 20 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Linha do tempo
Oscar Niemeyer -
Igreja de São Francisco / Pampulha
1952
Oscar Niermeyer - Copan
1929
Oscar Niemeyer - Palácio da Alvorada
1957
BRASIL
MUNDO
1939
Lúcio Costa / Oscar Niermeyer - Pavilhão de NY
1920
Walter Gropius -
Sommerfeld House (Alemanha)
1924
Walter Gropius -
Auerbach House (Alemanha)
Semana de Arte Moderna em São Paulo
Gerrit Rietveld -
Schröder House (Holanda)
1928
1936
1936
Palácio Gustavo Capanema
Casa do Arquiteto Gregori Warchavchic
Frank Lloyd Right
Casa da Cascata
1938
1939
Gropius House
Oscar Niemeyer - Complexo da Pampulha
1961
1965
1968
1970
1971
1972
1979
1968
1969
1974
Villanova Artigas e Carlos Cascaldi - Fau - USP - SP
Lina Bo Bardi - MASP - SP
Marcel Lajos (lajkos) Breuer - The Rufus and Leslie Stillman House II
Paulo Mendes da Rocha - Res. Fernando Millan - SP
Severiano Mário Porto - Res. Severiano Porto - AM
Paulo Mendes da Rocha - Res. James King - SP
Eduardo de Almeida - Res. Max Define - SP
Marcel Lajos (lajkos) Breuer - The Rufus and Leslie Stillman House III
Herman Hertzberger - Bürogebäude Centraal Beheer in Apeldoorn
Mies van de Rohe - Neue National Gallery - Berlim

CONTINUIDADE ESPACIAL
- Caixa estrutural em concreto armado (monobloco) abrigando todo o programa
- Patio interno coberto
- Caráter material simples e despojado

GRANDE VÃO LIVRE
- Concreto bruto
- Laje de piso serve de plano para praça
- Painéis de vidro
- Estrutura é evidenciada pelo uso da cor vermelha
- Horizontalidade
CAIXOTE DE CONCRETO ARMADO
- Estrutura aparente (conceito estrutural)
- Usa topografia do local
- Arquitetura com traços locais
-Clareza espacial, controle técnico
- Unidade na composição
ESTRUTURA EM MADEIRA
- Elevação em pilotis
- Usa de materiais do local
- Evidencia topografia do terreno
- Grandes aberturas
- Proteção com brises
- Monobloco

CONTINUIDADE ESPACIAL
- Elevação sob pilotis
- Uso do concreto armado, evidenciando a estrutura
- Grandes aberturas com uso do vidro
- Unidade na composição monobloco
CONCRETO ARMADO
- Aproveitamento da declividade do terreno
- Grandes abertura com fechamento em vidro
- Rigidez construtiva
- Hierarquia em relação ao volume principal
SIMETRIA ESPACIAL
- Uso dos materiais do local
- Aproveita a declividade do terreno
- Interage com a vegetação
- Base marcada com pedras

JOGO DE PLANOS
- Evidencia a estrutura metálica
- Uso do vidro como fechamento principal
- Vãos livres

JOGO DE VOLUMES
- Elevado sob pilotis
- Estrutura aparente
- Uso de estrutura metalica nas aberturas



ESTRUTURA DE MADEIRA
- Elevado sob pilotis
- Aproveitamento do declive do terreno
- Uso dos materiais do local
- Grandes aberturas
- Varanda sobressalente

1980
Oscar Niemeyer cria o Memorial Juscelino Kubitscheck

1982
Fundação do
Museu Afro-brasileiro em Salvador - Bahia

Pós- Modernismo
1982
1983
Grupo Escolar Vale Verde
Timóteo, MG
Éolo Maia
CENTAP
Centro de Treinamento e Aperfeiçoamento de Pessoal
Rio de Janeiro
1982
Edifício Oswaldo Bratke
São Paulo
1984
Citicorp Center
São Paulo
Palácio
Arquiepiscopal de Mariana
Minas Gerais
Sambódromo
Marques do Sapucaí
Rio de Janeiro
Oscar Niemeyer
1992
HIBRIDISMO
É processo quase de clonagem, a composição complexa e a justaposição de elementos levam a ornamentação dos edifícios. A mistura desses elementos facilita essa a interpretação.
Le Corbusier -
Villa Savoye
USO DOS 5 PONTOS:
- Construção sobre pilotis
- Planta livre
- Fachada livre
- Terraço jardim
- Independencia funcional entre estrutura e vedação


- Horizontalidade
- Uso de materiais locais
- Rompimento da configuração de caixa
- Incorporação com a natureza



Vinda do Le Corbusier ao Brasil para consultoria do projeto do Ministério da Educação



Mies Van Der Rohe -
Pavilhão Barcelona
"Menos é mais"



1922
Considerado o primeiro projeto de arquitetura moderna no Brasil.
- Volumes prismáticos brancos
- Não tem ornamentação

O primeiro grande projeto conjunto da Bauhaus numa
tentativa de criar um "trabalho unificado de arte"
- Linhas angulosas
- Formas expressionistas
- Horizontalidade




Schoröder House:
- Uso de cores primárias e formas puras
- Movimento
- Precisão
- Geometria
- Planos independentes




- Pontos corbuseanos
- Suspenso sobre pilotis
- Estrutura independente
- Cortina de vidro
- Brise-soleil
- Terraço jardim

- Leveza
- Porosidade
- Movimento
- Pilotis
- Articulação volumétrica

Inicia aqui novas pesquisas estruturais, volumes inovadores e exploração de novas formas.

1986
Palácio Thomé de Souza
Prefeitura de Salvador

1991
Praia de Belas Shopping Center
Porto Alegre, RS
1989
Centro Empresarial Raja Gabaglia
Éolo Maia
1998
Rock and Roll Hall of Fame
Cleveland, EUA
Ieoh Ming Pei
Museu de Mineralogia
Belo Horizonte, MG
Volumetria composta por sólidos primários dispostos de maneira não convencional.
CONTRADIÇÃO
Estética racionalista com inserção de um elemento em contradição a regra estabelecida, num ângulo diferenciado.
Edificio Mutual de Seguridad
Chile
José Gabriel Alemparte
1999
INCLUSIVIDADE
Não há padronização, parte-se do pressuposto da obra para o indivíduo que a habita
No Grupo Escolar Vale Verde, o arquiteto cria toda uma simbologia para criticar a forma como as escolas trabalham com as criaças.
1943
Piazza d'Italia
New Orleans
Charles Moore

-Adaptação ao terreno;
-Utilização e planos;
-Busca do caráter local;
-Utilização de vidros
Edifício AT&T
Philip Johnson, Nova Iorque
Lúcio Costa - Park Hotel São Clemente
1944
Obras que se transformam em manifestos da nova arquitetura "pós moderna"
-Uso de materiais locais;
-Pilotis;
-Volumes visualmente diferentes
1945
Mies Van Der Rohe - Farnsworth
-Uso de planos;
-Estrutura aparente;
-Uso de vidro e metal
Reidy - Conj. Habitacional Pedegrulho
1947
-Volumes simples;
-Linhas curvas;
-Pilotis;
-Adaptação ao terreno;
-Justaposição de cheios e vazados;
-Uso de cores
-Fachada inclinada (alguns volumes)
Forte presença urbana, o prédio combina duas faces de grelhas estruturais.
Foi pioneiro na tecnologia em automação, ar condicionado e caixilharia com sistema silicone glazing,
Se destaca pela funcionalidade da edificação
1943
1948
Walter Gropius - Harvard Graduate Center
-Grandes aberturas;
-Salas livres;
-Fachadas "flutuantes";
-Pilotis
1950
Busca inspiração no PROTOMODERNISMO e nas obras de Lucio Costa.
Busca estabelecer relações com o entorno.
Simplicidade do traço geométrico e uso de cores.
Mies Van Der Rohe - Crown Hall
-Prisma puro;
-Uso de vidros;
-Estrutura aparente
1951
Oscar Niemeyer - Casa das Canoas
-Adaptação e aproveitamento da topografia;
-Linhas curvas;
-Uso do vidro
Considerada até hoje a mais genuína manifestação do movimento pós-moderno no Brasil.
A principal intervenção foi inser um volume marcante e contemporâneo no conjunto histórico sem destoar do entorno.
A face externa do conjunto é marcada pela sutileza minimalista.
1951
Mies Van Der Rohe - Lake Shore Drive
-Construído em pré-fabricados;
-Uso do vidro;
-Estrutura metálica
-Linhas curvas;
-Aspecto monumental;
-Maior estrutura de concreto armado do país
Oscar Niermeyer - Conjunto Ibirapuera
-Volumes simples ligados por superfície curva;
-Uso do concreto;
-Uso de brises;
-Uso de pilotis "V"


Inicio da II Guerra Mundial

1952
Breuer, Zehrfuss e Nervi - UNESCO Paris
-Volume simples curvo;
-Pilotis
-Percepção de planos;
-Relação entre natureza e arquitetura;
-Uso de cobre na fachada
Frank Lloyd Wright - Price Tower
1952
-Horizontalidade;
-Pilotis;
-Aspecto pesado
1990
Helio Duarte e Ernest Mange - Escola de Eng. USP
Haas Haus
Hans Hollein
Viena, Áustria
DUALIDADE
O edifício procura ser discreto, ainda que com forte presença urbana. A pedra e o vidro marcam essas duas características.
1953
-Concreto aparente;
-Pórticos;
-Horizontalidade;
-Uso de vidros
Reidy - Museu de Arte Moderna do RJ
-Horizontalidade;
-Pilares diferenciados;
-Uso de vidro;
-Leveza
Oscar Niemeyer - Palácio da Justiça
Tower of Winds
Toyo Ito
Japão
Silver Hut
Toyo Ito
Japão
1958
-Concreto aparente;
-Uso de vidro;
-Aspecto pesado;
-Horizontalidade
-Horizontalidade;
-Linhas curvas e retas;
-Leveza;
-Uso de vidro

Oscar Niemeyer - Congresso Nacional
-"Bloco-plataforma";
-Volumes puros;
-Caráter monumental
- Eficiência
- Simplicidade
- Linhas retas
- Minimalista




Oscar Niemeyer - Palácio do Planalto
1957
Louis Khan - Richard Medical Center
-Integração entre forma, material e processo construtivo;
-Estrutura aparente;
-Revestimento rústico
James Stirling e James Gowan - Ham Common Flats
-Aspecto pesado;
-Materiais aparentes;
-Grandes aberturas

1958
Mies Van Der Rohe - Seagram
-Funcionalista;
-Pilotis;
-Uso de vidros;
-Estrutura metálica "não portante" aparente;
-Monumentalidade
Casa Koshino
Tadao Ando
Japão
-Apenas 4 pilares (como tronco de árvore);
-Estrutura aparente;
-Planos

Joaquim Guedes - Casa Cunha Lima
CONTRADIÇÃO
A parede curva, em contradição com a organização retilínea do conjunto original, inicia um ritmo completamente novo à residência.
1959
Vilanova Artigas - Residência M. B. Bittencourt
-Dois blocos interligados sob um volume;
-Concreto;
-Aspecto pesado
1959
Louis Kahn - Salk Institute
-Simétrico;
-Concreto aparente;
-Monumentalidade;
-Interação entre volumes e planos
1960
Joaquim Guedes - Fórum de Itapira
-Contraste entre tijolo e concreto aparentes;
-Arranjo entorno de um vazio;
-Adaptação a topografia
Carlos Millan - Residência Roberto Millan
-Estrutura do tipo Dom-ino;
-Concreto aparente na estrutura e nos fechamentos
Cemitério San Cataldo
Aldo Rossi
Itália
1988
1994
1995
1997
Casa Gerassi
Paulo Mendes da Rocha
São Paulo
1960
Marcel Breuer - Centro de Investigações da IBM
-Pilotis diferenciados;
-Forma orgânica;
-Simetria;
-Estrutura em concreto aparente;
-Leveza;
-Adaptação ao terreno
Igreja sobre a Água
Tadao Ando
Japão
Hospital Sarah Kubitschek
Salvador, Bahia
Edifício de Escritórios
Ricardo Legorreta
México
Residência em Tijucopava
Marcos Acayaba Arquitetos
São Paulo
CENÁRIO/EFEITO
É uma rota analógica da “casa dos mortos”.
MODA/FANTASIA
Através de obras de arte, adota estilos como temática.
EFEITO/CENÁRIO
Através das cores escolhidas conforme orientação solar, cria cria efeitos para o cenário esejado.
ORNAMENTAÇÃO
Tem na ornamentação (uso da madeira), um de seus elementos chave.
FANTASIA CRIADA PELO ARQUITETO
Todo uma paisagem é criada pela arquiteto, e manipulada no âmbito religioso.
No lago, uma cruz de aço fica enquadrada pela moldura da paisagem.
1997
UNA Arquitetos - Casa Carapicuiba
Concebida como um pavilhão, a casa se localiza a 20km de São Paulo na aldeira de Carapicuíba.
Foi concebida de forma singela, com programa enxuto, orçamento restrito e soluções muito diretas e acessíveis a uma mão de obra pouco especializada.
Estrutura de madeira
Tijolo de barro pintado
Cobertura leve
Não utiliza lajes
Instalações elétricas e hidráulicas aparentes
Acomodada as curvas do terreno
Horizontalidade
Uso de materiais locais
Leveza
Utilização de planos
Caráter simples
Uso de vidro
Full transcript