Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Políticas Corporativas nas redes sociais - Aula 2

Aula do Prof. Dr. Ivan Paganotti para disciplona de Etiqueta e Políticas Corporativas nas Redes Sociais, do curso de pós-graduação em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais da Universidade Anhembi Morumbi
by

Ivan Paganotti

on 26 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Políticas Corporativas nas redes sociais - Aula 2

"Imagine, por exemplo, que um usuário hipotético, com 100 seguidores em sua conta de Twitter, comece a criticar a instituição X, cuja presença na rede soma 10 mil seguidores. Enquanto a crítica estiver restrita aos 100 seguidores do usuário agressor, o potencial de escala e viralidade é pequeno.
Ponderar antes de tomar qualquer atitude, portanto, é absolutamente fundamental – como também é saber o que configura uma crise que demanda algum tipo de atitude, como pode ser visto na tabela a seguir" (p.98-99):
Por outro lado, uma resposta pública da marca X fará com que os 10 mil seguidores que ela tem passem a conhecer a situação, aumentando o universo da crise e, consequentemente, o potencial de exposição do fato.
- monitoramento
- rapidez e transparência
- SEO (“search engine optimization” / otimização de buscadores) reativo: neutralizar algoritmos de busca
Novos desafios na relação entre colaboradores e redes digitais
Princípios para conduta nas redes digitais
Leitura para próxima aula:
LÉVY, Pierre. "A 'netiqueta' do ciberespaço: a reciprocidade é a moral implícita das comunidades virtuais".
Folha de S.Paulo
, 09/11/1997. Disponível em:
http://bit.ly/25YGaHf
http://secom.gov.br/pdfs-da-area-de-orientacoes-gerais/internet-e-redes-sociais/secommanualredessociaisout2012_pdf.pdf
- “monitoramento sistemático, automatizado e à distância de ações e informações de indivíduos no ciberespaço, com o fim de conhecer e intervir nas suas condutas e escolhas”.
Vigilância digital
BRUNO, Fernanda. "Monitoramento, classificação e controle nos dispositivos de vigilância digital". In: ANTOUN, Henrique. (org.)
Web2.0 - Participação e vigilância na era da comunicação distribuída
. Rio de Janeiro: Mauad, 2008, p. 169.
Bentham e Foucault:
Panóptico: visibilidade e controle
Modelos de controle pela visibilidade e vigilância
FOUCAULT, Michel. "O panoptismo".
Vigiar e punir: nascimento da prisão
. Petrópolis: Vozes, 1987.
diminuem custo do exercício do poder com sua capilaridade, registros, inquéritos e limites "auto"-impostos
Modelo compartilhado por hospitais, escolas, fábricas, exércitos: prisões de contenção (depósito e disciplina)
Não mais o suplício do desviante, mas a observação da norma.
Panóptico de Bentham inverte modelo da masmorra (trancafiado): armadilha da visibilidade vigilante automatizante que sujeita a todos pela disciplina.
Lepra: exílio (exclusão permanente do condenado) - sociedade pura
Peste: quarentena (proibição temporária do enfermo) - sociedade disciplinar
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/tec/tc1210201102.htm
II. Políticas Corporativas para Redes Sociais
Universidade Anhembi Morumbi
Pós-Graduação em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais
Prof. Dr. Ivan Paganotti

"A transparência sobre as práticas de controle, como visto anteriormente, instaura um dizer que estabelece a normalidade destas práticas, isentando as empresas de preocupação com padrões mais alinhados com a preservação ou promoção de direitos fundamentais. Ao ‘avisar’ o trabalhador dos riscos de transgressão, está implícita a ameaça de punição. Não se explicita tampouco como a empresa pode ‘usar’ a informação que detém. Outro fator que vale destacar é o controle não apenas do uso da internet nas empresas, mas de todos os equipamentos interligados à rede da companhia, os quais também podem ser acessados fora das suas dependências [...]"
FIGARO, Roseli; NONATO, Claudia; PACHI FILHO, Fernando Felícia. "Vigilância e controle da comunicação no mundo do trabalho: manuais de conduta modelam a comunicação". E-compós, v.18, n.3, set/dez. 2015, p. 12. Disponível em: http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/view/1210/858
Etiqueta e Políticas Corporativas nas Redes Sociais
Prevenção de ameaças à imagem da instituição
http://manualmidias.sct.embrapa.br/documentos/manual_de_conduta_em_midias_sociais_edicao_1.pdf
Diretrizes para a criação de uma política de conduta em mídias sociais
. Laís Maciel Roberto - São Paulo: Senac, 2012.
Por que ter uma política de conduta?
Orientações para uso de mídias sociais
Divulgação das políticas e normas de acesso para público interno/externo (definir público alvo do documento e público potencial)
Objetivos
Apresentação das políticas de conduta: principais plataformas
Benchmarking
Equipe de responsáveis pela conduta social e formulação de códigos
- normas utilizadas em plataformas específicas (twitter, facebook, youtube, instagram etc)
- punições
- monitoramento
- incentivos ao uso
- restrição de uso de redes sociais
- linguagem: seguir etiqueta (evitar caixa alta, informalidade mas com grafia correta)
- confidencialidade, privacidade de informações, segredos empresariais (industriais e estratégicos) e cuidado com segurança de rede interna
- cuidado redobrado caso se identificar como funcionário da empresa em rede social
- cuidados com perfis pessoais (evitar ofensas, principalmente a empresa, colaboradores, clientes, fornecedores e até concorrentes)
- como (e quem) reponder a comentários de usuários
- uso de propriedades da marca (logo, campanhas, nome etc.)
... e acessível para público externo?
Mecanismos de implantação:
apresentação geral
jogos
testes
tutoriais online / vídeos
reuniões em grupos
Full transcript