Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Segundo Reinado: O problema da mão-de-obra e o declínio do Império

Aula 53, Problema mão-de-obra, imigração, sistema de parcerias; Aula 54, Declínio do Império
by

Lú Carvalho

on 23 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Segundo Reinado: O problema da mão-de-obra e o declínio do Império

Brasil – Império: Segundo Reinado (1840-1889)
O problema da mão-de-obra

Crise no sistema escravista
Bill Aberdeen - 1845:

Abolição do tráfico negreiro por interesses político-econômicos
O crescimento do trabalho assalariado
As primeiras tentativas partiram de D. João, mas foram recusadas por fazendeiros. Com a dificuldade em conseguir escravos, a solução encontrada foi incentivar a imigração sobretudo de trabalhadores europeus.
professoralu.historia@gmail.com
Fatores
Tabela p.319
Com a Revolução Industrial, a escravidão tornou-se anacrônica: eram necessários trabalhadores especializados e mercados consumidores cada vez maiores...
Grupos religiosos ingleses contrários à escravidão pressionaram o governo pelo fim do trabalho escravo...
Imigração financiada pelo fazendeiro
O senador Nicolau Vergueiro e o sistema de parceria (1847 - 1857)
Os primeiros imigrantes: alemães, italianos, suíços e belgas;
A revolta na fazenda de Ibicaba e o fracasso do sistema, levando o governo imperial a subvencionar a imigração.
Imigração financiada pelo governo

A partir de 1870, o governo assumiu a tarefa de trazer os inigrantes, pagando suas passagens e encaminhando-os para as fazendas onde assinavam contratos de parceria com os proprietários.
p.321
A colheita, Antonio Ferrigno, 1903
Semisservidão: declínio da cana e do algodão não dava condições nem de adotar salário assalariado, nem de manter a escravidão. Muitos escravos foram vendidos para as fazendas de café paulistas e os que ficaram no Nordeste se transformaram em trabalhadores livres, porém sem salários...
A campanha abolicionista
A campanha abolicionista foi provavelmente maior movimento de opinião pública do século XIX.
Apesar disso, a campanha abolicionista não foi uma causa do declíncio da escravidão... e sim uma consequência desse declínio...
http://cenpah.wordpress.com/2012/09/26/o-destino-dos-negros-apos-a-abolicao/
A abolição veio quando a escravidão já não era mais economicamente viável e quando o sistema escravista já estava visivelmente abalado.
Leitura do texto: Os limites do Abolicionismo
Leitura do box p. 322
Aula 54: O Segundo Reinado Brasileiro: Declínio do Império
O movimento republicano começou na noite de 14 de novembro de 1889 3 na tarde do dia 15, já era vitorioso...
Por que???
Porque ninguém se dispôs a defender uma Monarquia que há tempos não correspondia mais às necessidades do Brasil.
Apesar do avanço das décadas de 1860 e 1870 (estradas de ferro, aumento da rede bancária, comércio em expansão, crescimento do trabalho livre), as instituições políticas da Monarquia eram conservadoras demais para esses novos tempos e os novos grupos importantes economicamente nesse momento (cafeicultores do Oeste Paulista, por exemplo) tinham pouco ou nenhum espaço na política nacional....
Modernização conservadora... lembram???
Monarquia ameaçada
* Campanha abolicionista;
* Debates sobre lei eleitoral;
* Campanha pelo Federalismo;
* Questão religiosa;
* Questão militar
Questão Militar (1884-1886)
Questão Religiosa (1872-1875)
Charge de Bordalo. Publicada em O Mosquito em setembro de 1875, dom Pedro II dá a mão à palmatoria a Igreja. Trata-se de uma alusão à anistia concedida pelo imperador aos bispos de Olinda e Belém, protagonistas da "Questão Religiosa".
Fonte: Arruda e Piletti. Toda a História. História Geral e do Brasil. Ed. Ática, p. 293



Em classe p.327
Full transcript