Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Liderança nos grupo- Psicologia Social II- Ana Fernandes

No description
by

Ana Fernandes

on 29 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Liderança nos grupo- Psicologia Social II- Ana Fernandes

A liderança nos grupos Liderança , Contexto Histórico O Líder no Grupo Estilos de liderança Características de um líder Traços de um líder 3 Lições para ser um bom líder Competências Políticas de um Líder Teorias de liderança O que são/fazem os líderes para aumentarem a probabilidade de eficácia? Ana da Silva Fernandes, nº25175
Ana Rita Pereira do Vale, nº25537
Inês Ferreira Rodrigues, nº24880
Filipa Miguel Seabra Almeida, nº25278 Psicologia Social II
Prof. Joana Bessa Topa Certos líderes são nomeados, outros são eleitos, outros aparecem informalmente no decorrer da interacção do grupo. Liderança:
- Enfocada na tarefa
- Liderança Social
- Carismáticos Enfocada na Tarefa - Atenção à organização de trabalho;
- Fixa padrões;
- Foca-se em atingir objectivos. Liderança Social - Foca-se no trabalho de equipa;
- Acamlma conflitos;
- Apoia os liderados. - Estilo orientador;
- Obtêm bons resultados;
- Mantêm o grupo focado. - Estilo democrático;
- Partilha autoridade;
- Aceitam opinião dos outros; Spector, 1986; Vanderslice et al., 1987 as cited in Myers, 2000, p.176). (Locke & Latham, 1990 as cited in Myers, 2000, p.176) Kurt Lewin - Alunos participavam nas tomadas de decisão; (Nisbett & Ross, 1991 as cited in
Myers, 2000, p.176) - Transmitem ideias de uma forma clara Carismáticos - Extrovertidos;
- Dinâmicos;
- Conscienciosos;
- Simpáticos;
- Emocionalmente estáveis;
- Auto-confiantes. (Hogan et al.,1994 as cited in Myers, 2000, p.177). “Um líder que se desvia de uma forma muito radical dos padrões do grupo pode ser rejeitado” (Myers, 2000, p.177) Definição de Psicologia Social - Estuda e avalia os comportamentos no contexto social e nos grupos. Segundo George Terry (1960) “ a liderança é a actividade de influenciar pessoas fazendo-as empenhar-se voluntariamente em objectivos de grupos.”
(Fachada, 2005, pág. 253) Liderança Autocrática - Líder fixa as directrizes, sem qualquer participação do grupo, descartando a opinião dos liderados; Determina:
- Providências e as técnicas para execução das tarefas; (Metideri,G., 2011). O líder é dominador e pessoal nos elogios e nas críticas ao trabalho de cada membro; Liderança Democrática - Voltada para as pessoas e os liderados participam nas decisões;
- Normas debatidas pelo grupo mas estimuladas pelo líder;
- O grupo esboça os cuidados para atingir o alvo mas pedem conselhos ao líder; A divisão das tarefas fica ao critério do grupo; O líder tenta ser um membro normal; Liderança Liberal - Maior liberdade ao nível de execução dos seus projectos;
- Equipa madura, auto-dirigida e não necessita de supervisão; Este tipo de liderança pode significar:
- uma liderança negliente e fraca;
- o líder deixa passar erros e falhas: - Autocrática
- Democrática
- Liberal
- Paternalista
- Ideal Liderança Paternalista - Líder e liderados mantém uma relação de pai e filho; Este tipo de liderança não gera conflitos contudo pode ser má para uma relação profissional; Liderança por Ideal - Convicções do líder mas objectivos dos liderados; - Líder ultrapassa fronteiras organizacionais; - Auto-eficácia e esperança;
- Resiliência e optimismo;
- Humildade e respeito;
- Prudência;
- Inteligência emocional;
- Coragem;
- Criatividade e curiosidade;
- Honestidade e integridade. Rego e Cunha (2010, p.173) Alguns dos traços que pensavam ser comuns ao líderes:
- a amabilidade;
- a força física;
- a inteligência (Fachada, 2005, pág. 254) “parecia estar em causa o papel do treino e da formação, na aprendizagem da liderança”
(Fachada,2005) “através de vários estudos sobre líderes em situação, verificou que não era possível, dada a sua divergência, encontrar qualquer traço de personalidade que pudesse distinguir os líderes dos não líderes”, (Lindzey, 1948) Está então provado que os líderes divergem uns dos outros, “(…) a realidade organizacional e grupal revela, é que existem características diferentes nos líderes. Um líder pode ter muito sucesso numa situação e insucesso noutro contexto situacional.” (Fachada, 2005, pág. 254) 1ª A distância entre sucesso e fracasso é, por vezes, curta;

2ª O desempenho não é puramente aleatório;

3ª As boas decisões não geram necessariamente bons resultados. (Rego & Cunha, 2010, p.190) - Denotar autoconfiança e manter controlo sobre as situações;

- Suscitar a admiração e apreciação dos outros;

- Possuir perspicácia social para compreender o contexto de poder/influência; - Exercer influência para obter recursos e apoio;

- Ser capaz de sobreviver no seio da adversidade;

- Ter aptidões para construir reputações, desenvolver amizades e formar alianças. (Rego & Cunha, 2010, p.193) (Rego & Cunha, 2010, p.193) - Traços de Personalidade
- Estilos de liderança
- Contigência Teoria da Personalidade A primeira teoria foi definida por Carlyle (1910), conhecida por Teoria do “grande homem” Os traços agrupam-se em:
1- Traços físicos;
2- Traços intelectuais;
3- Traços sociais;
4- Traços relacionados com a tarefa; Estilos de liderança A abordagem dos estilos de liderança se refere àquilo que o líder faz, isto é o seu estilo de comportamento para liderar. White e Lippitt (1939) realizaram um estudo em termos do estilo de comportamento do líder.
Três tipos de liderança:
- Autocrática;
- Democrática;
- Liberal. Principais consequências:
- Promover o bom funcionamento e amizade entre grupo;
- Ritmo de trabalho progressivo e seguro;
- Bons resultados ao nível da produção. Contingência - Característica de liderança válidos para todas as situações; - O líder deve ter a capacidade de assumir diferentes padrões de liderança;

Variáveis fundamentais:
- Líder;
- Grupo;
- Situação •São emocionalmente maduros;
•São autoconfiantes;
•Buscam oportunidades de aprendizagem; •Não se deslumbram com o sucesso;
•São humildes;
•Estimulam o espírito crítico dos colaboradores;
•Não subcontratam com os olhos; •Atuam com justiça;
•Mobilizam as pessoas através de uma visão ambiciosa;
•São íntegros, leais e de confiança; •Reconhecem o valor intelectual e emocional dos colaboradores ;
•São optimistas e resilientes, e contaminam os colaboradores;
•São motivados para exercer poder;
•São culturalmente inteligentes. Rego e Cunha (2010, p.191) Rego e Cunha (2010, p.191) Rego e Cunha (2010, p.191) Rego e Cunha (2010, p.191) Normas e Conformidade Quando iniciadas hostilidades intergrupais graves, os membros do grupo preocupam-se ainda mais em vencer o problema (Leventhal,1979, as cited in Minchener, DeLamater & Myers, 2005, p.473) Quando há um conflito intergrupal, não aumenta só a coesão grupal e a militância da liderança, como também mudam as regras e os objectivos de grupo. Solução do Conflito Intergrupal Neste tema a preocupação é acerca do conflito se expandir além dos limites racionais. Apesar deste problema ocorrer por vezes em grupos, pesquisadores têm desenvolvido diversas técnicas para fazer com que se extinga o conflito intergrupal. (Michener, DeLamater & Myers,2005, p.473) Reflexão: Barack Obama O povo americano entendeu que era preciso mudar, e dar uma guinada, rever diversos conceitos, e foi quando surgiu a esperança. Eleger o primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos foi um facto extraordinário para um País cuja história é marcada pela segregação racial. Esta eleição mostrou que por vezes, as mudanças começam a ocorrer onde menos se espera. Os americanos acreditaram nele, como um líder capaz e preparado para realizar as mudanças que o seu País precisava, para não cair em decadência, em virtude da crise mundial, e da péssima gestão realizada pelo presidente anterior. A expectativa da administração Obama é muito grande, espera-se que ele consiga reconduzir a nação americana ao caminho de desenvolvimento económico. Só o futuro dirá se ele vai conseguir, porém a eleição dele já foi uma grande mudança A eleição de Obama mostra que cada vez mais, a população se torna mais exigente na escolha de seus líderes:
- Procuram pessoas compromissadas;
- Realizadoras;
- Éticas;
- Acima de tudo conhecedores de que o papel do líder é servir, e não ser servido. Referências Bibliográficas Livros:
Fachada, M. (2005). Psicologia das relações interpessoais. Lisboa: Edições Rumo, Lda.

Rego, A. & Cunha, M. (2010). Liderança positiva. Lisboa: Edições Silabo Lda.

Michener, H. Andrew., DeLamater, Jonh D. & Myers, Daniel J. (2005). Psicologia social. Lisboa: Editora Thomson.

Myers, David G. (2008). Psicologia social. Rio de Janeiro: TLC (Livros Técnicos e Científicos Editora S.A). Documentos Eletrónicos:

Costa,R. (s/d). Dinâmicas de grupo, Liderança e Coaching. Retrieved from http://dinamicasecoaching.webnode.pt/lideran%C3%A7a/teorias%20da%20lideran%C3%A7a/teoria%20de%20tra%C3%A7os%20de%20personalidade/.

Metideri, G. (2011). Estilos de liderança: Autocrática, Democrática e Liberal. Retrieved from http://www.administradores.com.br/artigos/administracao-e-negocios/estilos-de-lideranca-autocratica-democratica-e-liberal/52800/.

Sousa,K. (2009). Barack Obama- Um novo líder para um novo grupo. Retrieved from http://www.artigos.com/artigos/sociais/administracao/lideranca/barack-obama-%96-um-novo-lider,-para-um-novo-mundo.-5453/artigo/#.UZ949tgvxGM.
Full transcript