Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Sao Tome E Principe

No description
by

celeste maricel

on 20 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Sao Tome E Principe

São Tomé e Príncipe O VÍDIO HISTORIA LINGUA Gastronomia Dispondo de vasta extensão marítima, é natural que o peixe seja um elemento proeminente na cozinha são-tomense. Os peixes são normalmente muito frescos o que os torna mais saborosos. Para os apreciadores de mariscos, a lagosta, a santola, o búzio, o polvo e o choco são muito apreciados.
Por outro lado, a existência de terras férteis e vegetais em abundância conferem um sabor especial a culinária são-tomense. A banana é confeccionada de várias formas, cozida, frita ou assada acompanhada de legumes com o peixe cozido ou grelhado. O calulú, prato tradicional muito apreciado por famílias são-tomenses que assemelha-se a uma sopa com peixe seco ou carne, serve-se acompanhado de puré de banana ou de arroz cozido. De uma forma geral, a cozinha são-tomense é rica e com elevado valor nutritivo em proteína animal e vegetal.
A herança cultural são-tomense também está patente na gastronomia, através de pratos com origens tão diversificada particularmente Portugal e Cabo Verde. República Democrática de São Tomé e Príncipe *Português (Língua oficial). Crioulos Português: *Forro. *Angolar. *Principense. Outros crioulos: Tonga. Monco. Crioulo cabo-verdiano. tonga, e o monco. Na ilha do Príncipe se fala principalmente o monco. Outra
língua muito falada é o crioulo cabo-verdiano. Em São Tomé se fala o forro, o angolar, o RELIGIãO COMPOSIÇÃO DA POPULAÇÃO Preto: 88% Mestiços: 10% Brancos: 2% CULTURA Danças Socopé Puita Dança-congo Ussua 1470: João de santarém e Pedro Escobar.
Século XVI: Rei Amador.
Século XIX: Abolição de escravatura em 1870.
Século XX: Movimentos de libertade nacional.
Comitê de Libertação de STyP (CLSTP - 1960).
Movimento de Libertação de STyP (MLSTP - 1974).
Influências comunistas.
1974: Revolução de Portugal, fin da ditadura.
A Independência ( 12 de julho de 1975).
Adherir-se 'a reformar democrática, e mudanças da Constitui.ção, 'a legalização de partidos políticos.
Eleições PACÍFICAS - LIVRES - TRANSPARENTES. FIM
:) INTEGRANTES
Andrea
Laura
Yamila
Lucas
Anahí Calulu de Peixe 500 grs de camarão descascado - 1 dl de óleo-de-palma - 1 kg de garoupa - 5 quiabos - tomates maduros - 2 beringelas - 1 raminho de manjerona - Sal q.b.
Depois do peixe arranjado e lavado, corta-se às postas não muito finas. Leva-se um tacho ao lume com a cebola picada, a beringela descascada e cortada às rodelas, o tomate sem peles nem sementes e picado, os quiabos cortados ao meio, piripri pisado, o molhinho de manjerona, a folha de louro, o peixe e os camarões. Tape o tacho e deixe ferver um pouco.
A seguir adiciona-se água a cobrir e deixa-se cozer. Quase no fim da cozedura, mistura-se a farinha desfeita num pouco de água, junte esta mistura ao preparado, agite o tacho para misturar e deixe engrossar o molho.
Sirva acompanhado com Angu de Banana Arroz Doce casca de 1 limão cortado fino - 1 litro de leite de coco - 250 grs de açúcar - 1 pau de canela - 230 grs de arroz - água q.b. - 1 pitada de sal - canela em pó q.b.

Coze-se o arroz em água temperada com uma pitada de sal, o pau de canela e a casca de limão.
Depois do arroz cozido, escorre-se a água e mistura-se o leite de coco e o açúcar.
Leve novamente ao lume a ferver até ficar cremoso, mexendo de vez em quando.
Retire do lume, ponha em taças, polvilhe com canela em pó.
Sirva frio. Canjica 6 ovos - •500 grs de açúcar - •1 pau de canela - •1 litro de água quente - •1 kg de milho verde - •canela em pó q.b.

Pisa-se muito bem o milho. Depois de pisado adiciona-se a água quente, mexa. Passa-se por um passador de rede fina, espremendo bem. Leva-se um tacho ao lume com o caldo obtido, o açúcar e a canela a ferver até estar em ponto de pérola, o que leva +- 3 minutos de fervura. Retire o tacho do lume e deixe arrefecer. Misture os ovos batidos, mexa e leve novamente ao lume muito brando, mexendo sempre para engrossar, mas sem deixar ferver. Retire o pau de canela. Verta o creme para uma taça ou tacinhas individuais. Sirva fresco, polvilhado com um pouco canela em pó. O milho pode ser congelado ou de lata, desde que seja tenro. Inhame Frito 600 grs de inhame tenro - •2 ovos sal q.b. - •óleo para fritar q.b. - •farinha q.b

Depois de descascado e lavado coze-se o inhame. Escorre-se, deixa-se arrefecer e corta-se às rodelas não muito finas. Passa-se pelos ovos batidos e por farinha. Fritam-se em óleo quente. É um bom acompanhamento para carnes e peixe. Polvo à S. Tomé 2 cebolas - •1 kg de polvo fresco - •0,5 dl de vinagre - •piripiri q.b. - •sal q.b. - •1 dl de óleo de palma - •1 folha de louro - •1 tomate maduro

Em primeiro lugar sova-se um pouco o polvo para amolecer. Depois lava-se muito bem para tirar toda a viscosidade. A seguir corta-se o polvo aos bocados. Leva-se um tacho ao lume com o óleo-de-palma, a cebola picada, o tomate sem peles nem sementes também picado, a folha de louro, piripiri pisado e o polvo. Tapa-se o tacho e deixa-se cozer em lume brando mexendo de vez em quando. Depois de cozido adiciona-se o vinagre, deixa-se ferver mais um pouco com o tacho tapado.
Retire o tacho do lume e rectifique os temperos.
Sirva acompanhado com Papas de Farinha de Mandioca Sonhos de Banana 220 gr de bananas sem casca - 25 gr de açúcar - 120 gr de farinha - 1 dl de leite - 1 ovo - açúcar e canela para polvilhar - óleo para fritar.

Esmague bem as bananas com o auxílio de um garfo e misture-as com o açúcar e a farinha (previamente envolvidos para que a farinha não encaroce), o leite e o ovo ligeiramente batido. Frite colheradas desta massa em óleo bem quente. Escorra bem. Passe por canela em pó misturada com açúcar. Turismo A 30 minutos de voo de São Tomé (existem voos quase diários com a Air São Tomé), é possível encontrar, em pleno Golfo da Guiné, um dos mais belos locais do nosso planeta, ainda em estado virgem. A ilha é pequena e pode ser percorrida num dia. A arquitetura da capital, Santo Antônio, é muito semelhante à de São Tomé, embora um pouco menos cuidada. Os habitantes da ilha mostram-se muito hospitaleiros para com os visitantes. A ilha possui um único resort, o “Bom Bom”. ENCENAÇÕES Auto de Floripes Tchiloli Sé de São Tomé PRESIDENTE PRIMEIRO-MINISTRO MEMBROS DO GABINETE SISTEMA DE GOVERNO MULTIPARTIDÁRIO Universal
Segredo
Direito VOTO ASSAMBLEIA NACIONAL SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL



PODER LEGISLATIVO PODER JUDICIAL Depósito petrolífero Imagem de uma plataforma de extração de petróleo marco da passagem da linha do equador, na zona sul de S. Tomé  MS Freedom of the Seas, o maior navio de passageiros do mundo imagem de floresta de S. Tomé NECESSIDADES DE ORDEM LOGÍSTICA E SUAS VANTAGENS De acordo ao censo feito em 2001: 77,5% de Cristãs 19,4% são não religiosos. 3,4% Evangélicos 2% Novo Apostólico 1,8% Adventista 3,1% Outras. 70,3% Católicos S. XVI S. XVII S. XIX S. XVI Forro: Crioulo de origem portuguesa,
originada da antiga língua falada pela
população mestiça e livre das cidades. Angolar: Crioulo de base portuguesa,
com termos de origem bantú. 78% de
semelhanças
entre estas
línguas. Tonga: Crioulo com base no português e em outras
línguas africanas. Monco: crioulo de base portuguesa e com acréscimos
de outras línguas indo-europeias. Análise sobre o Turismo em São Tomé Príncipe Por muito tempo ignorada pela comunidade mundial, empobrecida, e pouco conectada com grupos regionais maiores ou outros grupos de interesse.está indicado no sumário do Programa de Consultoria para São Tomé e Príncipe, 1) a gestão das futuras reservas petrolíferas, 2) a revitalização da agricultura e da pesca, e 3) o turismo, são reconhecidos como o tripé de uma estratégia de desenvolvimento diversificada para São Tomé e Príncipe. Vários estudos sobre questões gerais do turismo foram feitos para o país nos últimos quatro ou cinco anos. Condições Actuais Infra-estrutura Geral
Muito frequentemente, o turismo é visto como um sector que compete com as populações locais pela infra-estrutura crítica.
Protecção do Capital
A Island Resources Foundation é forte defensora do turismo desenvolvido através de pequenos hotéis e pousadas administrados por gerentes-proprietários locais, situados no interior do país, próximos às áreas principais de florestas e de observação de aves, como sugerido em diversos estudos de turismo.
Infra-estrutura Física: Água, Energia e Estradas
Há muitos planos e programas de desenvolvimento que citam a necessidade de atenção prioritária a essas três infra-estruturas básicas: água tratada, energia eléctrica, e estradas e ruas adequadas
Abastecimento
Mais do que muitos estados insulares pequenos, São Tomé e Príncipe possuem rotas de abastecimento extremamente longas e difíceis, com grande exposição a vários problemas logísticos e económicos, advindos da combinação de população pequena e baixa renda.
Saúde
A sessão a seguir, sobre questões no sector de turismo, descreve problemas peculiares com a malária, e os potenciais problemas de contaminação das águas costeiras. Riscos para o Turismo
Malária
Há um risco generalizado de malária por todo o país, incluindo as áreas com maior diversidade biológica e interesse para turistas que apreciam a natureza.
Poluição das Águas Costeiras
A falha em reconhecer os riscos de poluição das águas costeiras ao redor de São Tomé é comum no planeamento de pequenas ilhas.
Mudando o Foco de Marketing do Turismo
A prioridade dada ao turismo de natureza não tem sido muito realista no entendimento de necessárias mudanças nas estratégias de marketing. Especificamente, o marketing turístico sairá do mercado tradicional de Portugal para se concentrar em novos turistas potenciais das comunidades de “observação de aves” da Europa do norte. Isto pode também trazer mais turistas durante o inverno, e durante períodos de grande concentração de aves migratórias e outras espécies (por exemplo, baleias) no Golfo da Guiné. Lugares de São Tomé e Príncipe que você pode visitar Norte de S. Tomé A estrada que leva ao norte oferece uma belíssima paisagem, cheia de restos vulcânicos que adquirem formas espetaculares que contrastam com o verde intenso da selva. Perto de Guadalupe encontra-se a Lagoa Azul, ideal para a prática do snorkelling. Sul de S. Tomé Pelo caminho do sul encontram-se as melhores praias da ilha. Entre elas a Praia das Sete Ondas e a Praia Grande, ambas de areia fina e branca e águas cristalinas. Em Trindade pode apreciar-se o espetáculo das Cascatas do São Nicolau, inseridas numa paisagem selvagem. Aos pés das cascatas, um lago de águas frias convida o turista a nadar. Ilhéu das Rolas Atravessado pela linha do Equador, é um cenário de recantos idílicos desenhados com areias claras, águas azul-turquesa e coqueirais à volta. Possui um dos fundos marinhos menos explorados, mais diversificados e coloridos do planeta e é um lugar fantástico para a prática de atividades subaquáticas. Há a oportunidade de fazer passeios para observação de baleias e golfinhos. Roça São João Famosa pelo programa de culinária “Na roça com os Tachos”, apresentado pelo proprietário João Carlos da Silva. Localizada a 200 metros da vila de Angolares e com vista para a baía de Santa Cruz, é uma roça tipicamente colonial e a primeira roça turística e cultural do País. Pretende conciliar com o turismo, não só os eventos artísticos e culturais, mas também a exploração agrícola e pecuária (apenas para consumo interno), a preservação do ambiente e das espécies endémicas, bem como a educação e formação. Roça Monte Café Criada em 1850, conta atualmente com 1.300 trabalhadores. É um dos principais pólos de produção de café da ilha. Lá o turista tem oportunidade de observar todo o processo na produção do café. Ilhéu Santana :Pode visitar a Boca do Inferno, uma gruta criada pela erosão da água. Príncipe ECONOMIA São Tome é Príncipe um pais exportador de cacau, copra, café, banana e oleo-de-palma. A maior parte das importações é constituída por produtos manufaturados (cerca de 45%) e bens alimentares (30%). A Holanda, Po (cercade45%) e bens alimentares (30%). A Holanda, Portugal, aAlemanha e Angola são os principais parceiros comerciais de São Tomé e Príncipe. A ajuda de organismos das Nações Unidas e a cooperação de países ocidentais têm sido preciosas para assegurar as necessidades básicas da população e permitir algum desenvolvimento. .É provável que a recente descoberta de petróleo no golfo de Guiné venhaater repercussões na economia do país. Indicador ambiental: o valor da semissões de dióxido de carbono, percapita, não foi atribuído.
Moeda: Dobra. Quatro Línguas Nacionais.
Full transcript