Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Plano de Aula: Intervenção sobre Diversidade e Preconceito n

No description
by

Diógenes Carvalho

on 5 June 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Plano de Aula: Intervenção sobre Diversidade e Preconceito n

II - Conteúdo Temático
Sobre o estudo da diversidade e preconceito, cujos temas são relevantes no dia a dia escolar, é importante salientar os mesmos na prática escolar dos (as) professores (as). Portanto, ao fazermos uma leitura do Caderno de Atividades do GDE – Gênero e Diversidade na Escola, o qual trabalha a partir das temáticas das relações sociais de gênero, sexualidade, orientação sexual e relações étnicorraciais, uma das atividades pedagógicas propostas no caderno é a despeito do tema “A gente e os outros: desprezo, preconceito e discriminação”, cujo trabalho metodológico está relacionado com o campo da diversidade e o preconceito na Escola, que é o tema escolhido para o nosso plano de aula.
III - Justificativa
O intuito deste trabalho é proporcionar aos/as alunos/as um conhecimento acerca do etnocentrismo através das situações vividas e presenciadas no dia a dia dentro e fora da escola, que envolva o desprezo, o preconceito e discriminação num contexto entre “a gente e os outros."
I - Dados de Identificação
Escola: Escola Municipal Marechal Castelo Branco
Professores: Deuslene Teodoro Rêgo
Diógenes Araújo de Carvalho
Disciplina: Artes Visuais
Série: Ciclo III (9º ano).
Turma: H5

Plano de Aula: Intervenção sobre Diversidade e Preconceito na Escola
[...] Os professores precisam encontrar meios de criar espaço para um mútuo engajamento das diferenças vividas. que não exija o silenciar de uma multiplicidade de vozes por um único discurso dominante.
Giroux
Da Pedagogia Crítica
A problemática deste trabalho sobre desrespeito, preconceito e discriminação é preciosa para uma boa educação, através disto pode-se projetar um combate à discriminação e propiciar um caminho mais humano e feliz.
IV - Objetivos Gerais
O objetivo deste trabalho é fazer um estudo dos aparatos discriminatórios envolvidos no contexto social dos (as) alunos (as), através de pesquisa de conceitos sobre etnocentrismo e uma prática pedagógica envolvida com o cotidiano do (a) aluno (a) com os (1). Cadernos de Atividades. Relações Étnico-Raciais – Desigualdade Racial, p.180, estigmas de preconceito, discriminação, e desprezo, fazendo uma pesquisa com pessoas próximas do seu convívio social para observarem como estão às relações sociais uns com os outros no que diz respeito às diferenças.
V - Objetivos Específicos
Especificamente este trabalho tem como objetivo salientar estes temas contundentes de diversidade e preconceito no seio escolar, que são assuntos vivenciados diariamente pelos (as) alunos/as de forma etnocêntrica ou sofrida; etnocêntrica quando um se coloca superior ao outro; sofrida quando um/a é atingido/a com atitudes/ações preconceituosas. Portanto, o objetivo deste trabalho é combater as formas de discriminação e preconceito dentro da escola, que é uma forma de inferiorizar uns aos outros prejudicando assim o aprendizado dos/as alunos/as e interferindo na sua identidade/individualidade de ser humano para o resto da vida.
VI - Procedimentos Metodológicos
O procedimento metodológico de início é a partir do disparador, que consiste na situação didática escolhida, como exemplo deste trabalho, os/as alunos/as irão entrevistar grupos que eles/as escolherem: homens-mulheres, torcedores de times de futebol, idoso-jovens, heterossexuais -homossexuais, etc. Segundo passo, orientações do/a professor/a aos/as alunos (as), para realização das atividades; e por fim, o fechamento, encarrega-se de sistematizar a aprendizagem proporcionada, sistematização que pode ser feita pelo/a professor/a ou pelos/as alunos (as).
A primeira etapa desta atividade a partir do disparador é trabalhar com os/as alunos/as sobre etnocentrismo, em que os (as) mesmos (as) realizem suas pesquisas conceituais e visuais em sala de aula, sendo estas apresentadas e discutidas em grupo e posteriormente em círculo na sala de aula.
A segunda etapa, com orientações do (a) professor (a) é propor aos alunos (as) que observem algumas situações cotidianas, que percebam o etnocentrismo com relatos e experiências dentro ou fora da escola, e em situações onde o etnocentrismo possa ocorrer entre grupos sociais e culturais, os quais não são muito distintos, e que estão muito próximos.
A terceira etapa é fazer uma lista coletiva da turma (grupos), a partir dos principais grupos de gênero, raça, sexualidade, etc., como por exemplo, homem-mulher, heterossexuais-homossexuais, sertanejo-roqueiro, negro(a)-branco(a), etc., conhecidos entre eles e elas, em que as diferenças se acentuam; eles/as vão citando e o(a) professor(a) deverá escrever no quadro o grupo de gênero, raça e sexualidade, idade, torcida de futebol, etc. Com esta lista cada grupo de alunos/as escolhe um destes assuntos, para que possam fazer uma pesquisa investigativa para saberem o que uns pensam dos outros.
VII - Recursos Didáticos
• Datashow;
• Dicionários;
• Charges;
• Fotografias;
• Gêneros textuais (diversidade, preconceito, racismo, etnocentrismo, etc.);
• Painel.

VIII - Avaliação
• Trabalhos em grupo (análise do conteúdo conceitual e atitudinal de cada membro do grupo);

• Análise do conteúdo procedimental (parte escrita e artística do trabalho).


IX - Recuperação
• Elaboração de novas metodologias para a recuperação desses (as) alunos (as).
• Acompanhamento individualizado;
• Aplicação de novas atividades de ensino e avaliativas.

X - Cronograma
Serão ministradas três aulas uma vez por semana. Cada aula corresponderá a 2:00/aula, uma vez por semana (09, 16 e 23/05/2014) para o ciclo III (9º ano).
1ª aula - Conceito de etnocentrismo (pesquisa conceitual/textual e visual);
2ª aula - Pesquisa de campo (entrevistas dentro e/ou fora da escola);
3ª aula - Elaboração do Painel e leitura do texto: “Os rituais corporais entre os Naciremas”.





Charges utilizadas para o estudo sobre etnocentrismo
Chargista Elians - Cultura Machista
Chargistas Toy e Novais - Preconceito
Charge - Preconceito Racial
Charge - Cultura Hegemônica
Full transcript