Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Emoções

No description
by

Sandro Marcelino da Silva

on 19 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Emoções

Emoções
Domínios da Inteligência Emocional
Segundo Antonio Damásio:
As emoções geram mapas mentais em determinadas regiões do cérebro.

Esses mapas correspondem a estados do corpo.

A percepção desses mapas mentais é o que chamamos de Sentimentos.

Tarefa em grupo
1 – Defina a emoção TRISTEZA.
2 – Dê exemplos dos sentimentos derivados da Tristeza.
3 – Quais os efeitos corporais da Tristeza?
4 – Como devo lidar com minha Tristeza?
5 – Como devo lidar com a Tristeza do outro?
Efeitos da Tristeza
Fixar a atenção na perda e minar energias para criar coisas novas;
Perda da fome;
Perda do interesse pelo sexo;
Perda da esperança, podendo levar a idéia de suicídio;
Sua maior manifestação está no choro.
Afeto
Autoconsciência
Identificar suas próprias emoções.
Autogestão
Saber lidar com suas emoções.
Consciência Social
Identificar as emoções no outro.
Administração de relacionamentos
Saber lidar com as emoções do outro.

TRISTEZA
A Tristeza é uma reação do ser humano a uma perda significante.

Pode resultar de estímulos externos ou internos, sendo que os externos podem ser conseqüência de perdas materiais ou afetivas, de objetos ou pessoas com grande significado existencial.

Quando decorrida de estímulos internos pode ser por insatisfação de desejos, frustração por erros ou fracassos.

Outros Efeitos da Tristeza
Sugere-se que a tristeza sob forma de depressão pode agravar as doenças.

Idosos que sofrem ataques cardíacos e contam com apoio emocional,
têm mais de duas vezes probabilidade de sobreviver além de um ano após o ataque.

A Tristeza pode ser: NATURAL ou APRENDIDA
Tristeza Natural
– Acontece independente da sua vontade, sendo uma reação natural do ser humano a uma perda significante.
É transitória e sua duração proporcional a perda em intensidade e duração.

Pode ser Contaminada
Capacidade de sentir a tristeza de outrem como se fosse sua;
Tende a ser transitória com pouca duração;

A Tristeza Aprendida manifesta-se como:
Tristeza Disfarce
Quando substitui uma outra emoção que está
escondida sem permissão para ser expressa.
A emoção reprimida pode ser raiva, medo, alegria ou afeto.

Tristeza Evocada

Quando um fato não significativo do presente lembra um fato significativo do passado;

Ferramenta manipuladora
Serve para manipular as pessoas

Sistema de Recompensas em Escolher a Tristeza.
A Tristeza pode levar as pessoas a sentirem pena de você.

Pode chamar a atenção pois os outros preferirão confortá-lo.

Se você receia a intimidade ou o amor, pode evitá-los ficando deprimido.
Sistema de Recompensas em Escolher a Tristeza.
Pode fazer o papel da vítima dizendo que ninguém pode lhe ajudar ou que tudo pra você é difícil.

Pode usar a sua tristeza para manipular as pessoas e conseguir o que quer.

Como trabalhar a Tristeza:
Contestar sua validade (Origem).

Identificar se a Tristeza é Natural ou Aprendida.

Como Lidar com a própria Tristeza
Para Tristeza Natural ou autêntica:

Buscar apoio e esgotá-la;
Programar atividades agradáveis;
Comparar-se com casos piores;
Ajudar o próximo (trabalhos voluntários)

Tristeza Aprendida

Aprendida no convívio com outras pessoas, sendo gerada e mantida pelo pensamento.
É desproporcional ao estímulo que a provocou, tendo origem fora do presente.

Como Lidar com a
própria Tristeza
Para Tristeza aprendida:

Livrar-se do papel de vítima;
Eliminar o ponto de evocação ou
vivenciá-la moderadamente;
Se for um disfarce, descobrir a emoção reprimida e se permitir vivenciá-la.

Como Lidar com a Tristeza do outro
Para Tristeza Natural (Autêntica):

Oferecer ajuda, escutar, afagar, proteger, dar o ombro para o outro chorar;

Mostrar-se disponível respeitando o tempo que o outro precisa para expressar a sua dor.

A partir de certo ponto incentivá-lo a desenvolver novas atividades, sair, movimentar o corpo, olhar para cima etc, enfim, a vida continua.

Para Tristeza não autêntica:


Não alimentar a postura de vítima e chamar a pessoa para a realidade.

Tarefa em grupo
1 – Defina a emoção RAIVA.
2 – Dê exemplos dos sentimentos derivados da Raiva.
3 – Quais os efeitos corporais da Raiva?
4 – Como devo lidar com minha Raiva?
5 – Como devo lidar com a Raiva do outro?
RELAÇÃO DA RAIVA
COM AS DOENÇAS
A Raiva pode provocar a doença?
A Raiva pode piorar a doença?

Ainda não podemos dizer se a raiva desempenha um papel causal no desenvolvimento antecipado de doença na artéria coronária, ou se intensifica o problema uma vez iniciada a doença cardíaca.

Úlcera, gastrite, azia, ataque cardíaco, hérnia de disco, artrite, cegueira, hipertensão, derrame cerebral etc.

Guardar ressentimentos é como tomar veneno e esperar que outra pessoa morra.
A alegria e a liberdade
Mensagem Final
Full transcript