Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Internacionalização USP

Apresentação MBA
by

Augusto César Freire Santiago

on 13 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Internacionalização USP

Internacionalização -> Globalização

Altbach e Knight (2007, p. 290), “as motivações para a internacionalização podem incluir vantagem comercial, conhecimento e aquisição de fluência em outros idiomas, melhorando assim o currículo com conteúdo internacional ...”
Início da Internacionalização da USP
Influências acadêmicas internacionais;
Internacionalização nas IES
“A principal motivação dos programas de internacionalização permanece ancorada à realização de atividades capazes de fortalecer o desenvolvimento nacional, seja no nível da formação de quadros, seja na produção e difusão de conhecimento.”
Correia Lima e Contel (2011)
“Ser uma Universidade internacionalizada não é mais uma opção e sim uma necessidade...”
Prof. Dr. Claudio Possani
Assessor da VRERI
Processo de Internacionalização da USP de 2003 a 2013: Um Estudo de Caso
Políticas públicas
Financiamentos: agências de fomento e programa Ciência sem Fronteiras;
Acordos internacionais;
“A USP nasceu com os professores de outros países devido uma carência de massa crítica... Só tinham as escolas profissionais, onde a pesquisa ficava em segundo plano, sendo a profissionalização o mais importante... necessidade de ampliar a conversa entre a pesquisa produzida aqui e fora do país...”
Profa. Dra. Selma Garrido Pimenta
Pró-Reitora de Graduação 2006-2009
Objetivo
Analisar o processo da internacionalização da USP, políticas, estratégias e ações no período de 2003 a 2013.
Metodologia
Levantamento teórico;
Entrevistas;
Questionário avaliativo (Lickert);
Análise de dados;
Estratégias e Ações
Estruturação Organizacional
CCInt, CRInts;
VRERI;
Fomentos, Financiamentos e Programas
Pro-Int, Bolsa Mobilidade Santander, Bolsa Mérito Acadêmico e Empreendedorismo;
Infraestrutura Tecnológica
Sistema Corporativo Mundus;
Normatização específica
As vertentes principais do Programa USP Internacional:
Promoção, implementação e consolidação de parcerias;
Implantação de Núcleos Internacionais;
Estabelecimento de um novo Programa de Internacionalização da USP para os próximos anos;

Segundo o Prof. Dr. Claudio Possani:
“É um programa ousado e com potencial de mudar o patamar das ações internacionais da USP.”
Segundo o Prof. Dr. Adnei Melges de Andrade, Ex-vice-reitor da VRERI:
“O Programa USP Internacional é uma ideia piloto em teste, ainda não teve tempo suficiente para avaliação[..]”
A CRInt da Unidade tem assento e voto em outras comissões internas
Análise e Resultados
As Resoluções e Portarias vigentes atendem todas as solicitações para a Internacionalização da Unidade
O Sistema Corporativo Mundus atende todas as expectativas/necessidades da Unidade
Falhas x Propostas
Falhas:
Na gestão local da internacionalização;
Na integração entre gestores e diretores de Unidades;
Descompasso político entre as Unidades e a Administração Central;

Propostas:
Política integrada;
Plano de Metas Institucional para a Internacionalização;
Capacitação funcional permanente;
Continuidade do Programa USP Internacional;
Conclusão
Participação nos rankings;
Ampliação de apoios financeiros e políticas de internacionalização;
Reestruturação organizacional positiva;
Componentes
Augusto César Freire Santiago – FFLCH
Edna Neves Olímpio de Lima – DF
Ilza A. de Oliveira Godoi – Programa USP Internacional – Núcleo São Paulo
Luciana Delfini de Campos – PRG
Mônica Cristina Guimarães dos Santos – EDUSP
Renato Cezar Muñoz – IEB
58%
59%
Full transcript