Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Drogas

No description
by

Nilo Barreto

on 28 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Drogas

Depressoras, Pertubadoras
e Estimulantes Drogas Psicotrópicas Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Departamento de Enfermagem
ENF1101: Saúde do Adulto 1
Eixo 28: O cuidar Nos Processos Psiquiátricos CONCEITO: DROGAS Drogas Ilicitas Tipos de Usuários Depressores de Atividade do SNC Cairo Augusto
Edna Turíbio
Juliana Matias
Nilo Barreto
Patrícia Matos
Thaíza Renata
Profº Nathália Silva Medicina: Qualquer Substância Que É Capaz De Modificar A Função Dos Organismos Vivos, Resultando Em Mudanças Fisiológicas Ou De Comportamento.

Farmácia: É Qualquer Substância Capaz De Produzir Uma Modificação No Funcionamento Do Organismo E Tanto As Drogas Lícitas Como Ilícitas Tem Essa Substância Que Pode Ser Chamada De Substância Psicoativa.

A Oms Define Essa Substância Psicoativa Como Sendo Todas Aquelas De Origem Natural Ou Sintética Incluindo O Álcool Que Uma Vez Utilizadas Modificam As Percepções Sensoriais. (Snc) DROGAS ILÍCITAS: grupo de substâncias relacionadas pela Lei Federal nº 6.368, 21 OUT 76.

Art 1º: não se pode plantar culturas das quais se extraiam substâncias entorpecentes ou psicotrópicas.

Art 4º: transportar, guardar, entregar substâncias entorpecentes é crime.

Art 12: instigar, induzir ou auxiliar alguém ao uso de substâncias entorpecentes é crime.

Ex: Cocaína, heroína, maconha, LSD, crack, anfetaminas, etc. Experimentador: experimenta um ou várias substâncias sem dar continuidade ao uso;

Usuário casual: utiliza uma ou várias substâncias sem rupturas nas relações afetivas, sociais ou profissionais;

Usuário habitual ou “funcional”: já apresenta sinais de ruptura;

Usuário dependente ou “disfuncional” (dependente químico, toxicômano, drogadito): vive da droga e para a droga com rupturas de seus vínculos sociais. Os Depressores da Atividade do Sistema Nervoso Central (SNC), referem-se ao grupo de substâncias que diminuem a atividade do cérebro, ou seja, deprimem o seu funcionamento, fazendo com que a pessoa fique "desligada", "devagar", desinteressada pelas coisas.

São elas:
- Álcool,
- Soníferos ou hipnóticos (drogas que promovem o sono): barbitúricos, alguns benzodiazepínicos;
- Ansiolíticos (acalmam; inibem a ansiedade). As principais drogas pertencentes a essa classificação são os benzodiazepínicos. Ex.: diazepam, lorázepam, etc;
- Opiáceos ou narcóticos (aliviam a dor e dão sonolência). Ex.: morfina, heroína, codeína, meperidina, etc;
- Inalantes ou serventes (colas, tintas, removedores, tiners, etc.). Motivos Para o Uso de Drogas 1- Alívio da Dor
2- Busca do Prazer
3- Busca da Transcedência
4- Fuga
5-Influência** Resumindo, então, as drogas psicotrópicas podem ser classificadas em três grupos, de acordo com a atividade que exercem junto ao nosso cérebro:

1- Depressores da atividade do SNC;
2- Estimulantes da Atividade do SNC;
3- Perturbadores da Atividade do SNC. CLASSIFICAÇÃO DAS DROGAS PSICOTRÓPICAS Álcool Inicio: Efeito Estimulante
Depois: Efeito Depressor Mecanismo de Ação: Benzodiazepínicos e Hipnóticos Mecanismo de Ação Barbitúricos Opiáceos Opiáceos Opióides endógenos: Endorfina, encefalinas (neurotransmissores)
Receptor Mi, relacionado a analgesia
Todos os receptores opióides estão ligados através das proteínas G à inibição da adenilato ciclase. Além disso, facilitam a abertura dos canais de K+  (causando hiperpolarização) e inibem a abertura dos canais de Ca2+ (inibindo a acção de transmissores) Mecanismo de Ação São Substâncias derivadas do Ópio
Atuam nos receptores neuronais dos opióides
Utilizados principalmente para analgesia
Induz o sono
Alto nível de dependência
Injetável Inalantes Cola, loló, lança-perfume

Efeitos

Mec. de Ação

Riscos à Saúde Pertubadoras da Atividade do SNC Os Perturbadores da Atividade do Sistema Nervoso Central referem-se ao grupo de substâncias que modificam qualitativamente a atividade do cérebro. Ou seja, perturbam, distorcem o seu funcionamento, fazendo com que a pessoa passe a perceber as coisas deformadas, parecidas com as imagens dos sonhos. São elas:
a) de origem vegetal:
- mescalina (do cacto mexicano)
- THC (da maconha)
- psilocibina (de certos cogumelos)
- lírio ou trombeteira ou zabumba ou saia branca b) de origem sintética:
- LSD-25
- "Ecstasy"
- Anticolinérgicos (Artane®, Bentyle®) LSD - (dietilamida do ácido lisérgico) Substância sintética. O LSD não leva comumente a estados de dependência. Mas para certas pessoas, os efeitos do LSD podem ser considerados como uma "experiência positiva" e estas pessoas podem se apresentar dependentes. Encontra-se tolerância com seu uso.

Efeitos: Os efeitos do LSD são imprevisíveis. Dependem da quantidade ingerida, personalidade do usuário, humor e expectativas.
Psíquicos: Alucinações; Delírios; Alterações em relação ao tempo e espaço; Sinestesia (mistura das cores)
Físicos: Midríase; Hipertermia; Taquicardia; Hipertensão Sudorese; Inapetência Maconha - Cannabis Sativa                 Maconha é o nome popular dado no Brasil para a planta Cannabis sativa, usada há mais de 12.000 anos, com finalidade medicinal, para fazer tecidos e, mais recentemente, para obtenção de prazer (ou “barato”).

Efeitos psíquicos mais importantes:
 • leve estado de euforia e relaxamento
• vontade de rir sem motivo
• pensamentos confusos
• melhora da percepção para música e sabor dos alimentos
• prolonga a percepção de tempo (minutos viram horas)

Uso frequente:
                O uso frequente da maconha, por períodos grandes de tempo, pode ser responsável por uma série de problemas Ecstasy A MDMA (metilenodioximetanfetamina) é uma substância com efeitos mistos, tanto estimulantes como perturbadores, sendo usada na forma de comprimidos conhecidos popularmente como ecstasy
Efeitos psíquicos mais importantes:
• altera a percepção dos sentidos, principalmente audição, visão e tato• sentimentos de harmonia e empatia em relação aos outros• melhora o humor (sensação de felicidade)• efeitos estimulantes (agitação).
Efeitos que podem causar a morte:
• aumento da temperatura do corpo (pode chegar a 42 graus)
• retenção de urina (dificuldade de urinar)
• alteração dos batimentos cardíacos. Ayahuasca (Chá do Santo Daime) É uma droga lícita, porém a legalização protege o uso da droga para fins religiosos. Produz efeitos alucinógenos devido à presença da Dimetiltriptamina na planta Banisteriopsis caapi.
É uma bebida, um chá, preparada por meio da mistura da Banisteriopsis caapi (também denominada Ayahuasca) e da Psichotria viridis ou de plantas similares.

Efeitos Psíquicos: Alterações de pensamento, concentração, atenção, memória e julgamento. Alteração na percepção da passagem do tempo, medo de perda do controle e do contato com a realidade, alterações na expressão emocional variando do êxtase ao desespero, mudanças da percepção corporal, alucinações e sinestesias.  
Efeitos Físicos: Náuseas, diarreia, vômitos, Hipertensão, Taquicardia e incoordenação motora. Podem aparecer também sonolência, sudorese e tremores. Cogumelos Organismos que por suas características se enquadram no reino vegetal, embora incapazes de sintetizar clorofila, os cogumelos apresentam espécies comestíveis e outras altamente tóxicas, das quais se extraem venenos e substâncias alucinógenas.

Efeitos Pisíquicos: alucinações, usuário tem reações psíquicas agradáveis. Em outros casos, o cogumelo provoca fenômenos mentais desagradáveis, como sensações de deformação no próprio corpo.
Efeitos Físicos: Náuseas, diarreias e vômitos. Pode causar intoxicação de consequências fatais, decorrentes de insuficiência renal e hepática. Anticolinérgicos: Entre os anticolinérgicos naturais, o chá de Datura (lírio branco, trombeteira ou saia branca) é o mais comum no Brasil, podendo causar intoxicações acidentais. Também existem medicamentos como a triexifenidila (Artane) que, quando usados em doses elevadas , podem provocar alucinações intensas.

Efeitos Psíquicos: Delírios e Alucinações.
Efeitos Físicos: Midríase, o que causa embaçamento e "falta de foco" da visão. Taquicardia, a pele fica seca e avermelhada, retenção urinária, hipertermia, podendo ocorrer ataques convulsivos. Em alguns casos, a intoxicação pode levar à morte. Estimulantes da Atividade do SNC Os Estimulantes da Atividade do Sistema Nervoso Central referem-se ao grupo de substâncias que aumentam a atividade do cérebro. Ou seja, estimulam o seu funcionamento, fazendo com que a pessoa fique mais "ligada", "elétrica", sem sono.

São elas:
Anorexígenos (diminuem a fome). As principais drogas pertencentes a essa classificação são as anfetaminas.Ex.: dietilpropiona, fenproporex, etc.;
Cocaína;
Cafeína;
Nicotina. Anfetaminas
PARA QUE SÃO USADAS?

O que as Anfetaminas fazem no organismo?

Como as Anfetaminas são eliminadas do organismo? Cocaína
Histórico e Formas de Preparação da Cocaína

O que a cocaína faz no Organismo?

Como a cocaína é eliminada do organismo? Crack Tal substância faz com que a dopamina, responsável por provocar sensações de prazer, euforia e excitação, permaneça por mais tempo no organismo. Outra faceta da dopamina é a capacidade de provocar sintomas paranoicos, quando se encontra em altas concentrações. ECSTASY Droga psicoativa com alto poder estimulante e propriedades alucinógenas. A substância chave do ecstasy é o MDMA, tal substância faz com que o ecstasy seja confundido com metanfetaminas e outras drogas sintéticas. Mesmo sendo um derivado da anfetamina, o composto de MDMA é muito semelhante a um alucinógeno. ICE – CRISTAL MEET Metanfetamina extremamente pura. Parecem pequenos cristais, semelhante a gelo quebrado. Em geral é fumado, mas também pode ser aspirado ou injetado.

O que fazem de mal para a saúde? O abuso destas drogas pode causar vários tipos de problemas. Muitos desses relacionam-se com o fato da pessoa ser incapaz de avaliar sua condição física e psicológica, quando sob ação da droga.
Produzem Dependência? Sim, sabe-se que o uso continuado destas drogas ocasiona necessidade de aumentar a dose para produzir efeito igual ao efeito obtido no início de seu uso. Merla É absorvida pela mucosa pulmonar rapidamente e assim como a cocaína é excitante ao sistema nervoso. Causa euforia, diminuição de fadiga, aumento de energia, diminuição do sono, do apetite e consequentemente causa perda de peso bastante expressiva e psicose tóxica como alucinações, delírios e confusões mentais. Ação dos Psicotrópicos A ação de cada psicotrópico depende: do tipo da droga (estimulante, depressora ou perturbadora), da via de administração, da quantidade da droga, do tempo e da freqüência de uso, da qualidade da droga, da absorção e da eliminação da droga pelo organismo, da associação com outras drogas, do contexto social bem como das condições psicológicas e físicas do indivíduo. Dependência das Drogas Vínculo extremo onde a droga é priorizada em detrimento de outras relações. Na falta da droga, as pessoas que se acostumaram a consumi-la, são invadidas por sintomas penosos.
Pode ser a conseqüência de um desejo sem medida.

Termo recomendado em 1964, pela Organização
Mundial da Saúde (OMS), para substituir outros termos com maior conotação moral como "vício".

Existem dois tipos de dependência: física e psíquica. Dependência Física Quando a droga é utilizada em quantidades e freqüências elevadas, o organismo se defende estabelecendo um novo equilíbrio em seu funcionamento e adaptando-se à droga de tal forma que, na sua falta, funciona mal.

Estado de adaptação do corpo, manifestado por distúrbios físicos quando o uso de uma droga é interrompido. A interrupção causa a crise de abstinência.

Na dependência física, a droga é necessária para que o corpo funcione normalmente. Dependência Psíquica É a dependência fundamental.
A dependência psíquica se instala quando a pessoa é dominada por um impulso forte, quase incontrolável, de se administrar a droga à qual se habituou, experimentando um mal-estar intenso ("fissura"), na ausência da mesma.
Condição na qual uma droga produz um sentimento de satisfação e um impulso psicológico, exigindo uso periódico ou contínuo da droga para produzir prazer ou evitar desconforto.
Apego ao estado onde as dificuldades do usuário são momentaneamente apagadas pelos efeitos da droga que acaba por preencher a necessidade de "soluções" imediatas Querem proibir as drogas vendidas em becos ao invés de proibir primeiro as que vendem em supermercados.
Rennan Frezzatti
É tanta decepção, que prefiro drogas ao em vez do amor!
Torsh
Nenhuma coragem ou atitude movida á álcool ou drogas, não é coragem muito menos atitudes.
Cello Vieira
...A melhor forma de combater as drogas é regulamento o seu consumo.LEGALIZAR é diferente de LIBERAR...
Murilo de Farias
"As drogas me deram asas para voar... Mas me tiraram o céu."
John Lennon
Para que usar drogas, se estudar já me deixa doidão.
Cristiane M Alves Consequências Das Drogas O uso ou o manuseio das drogas psicotrópicas causam diversas consequências, efeitos e sintomas no ser humano, dentre as quais iremos classificar nos campos:

1- Conseqüências físicas;
2- Conseqüências sócio-econômico-culturais;
3- Conseqüências mentais, e
4- Conseqüências legais. Consequências Físicas Lapso de memória, pouca atenção, dificuldade de concentração;
Fraca coordenação motora, fala incoerente;
Perda de sono e peso;
Indiferença com higiene e aparência;
Falta de interesse por atividade física;
Falta de apetite ou voracidade;
Morte (AIDS-transmissão por instrumentos injetáveis, prática sexual promíscua, relação homossexual) Consequências Sócio-Economico-Culturais Sobrecarga para hospitais e familiares;
Inversão de valores éticos e morais;
Atuação como desintegrador da ordem social do país;
Queda no rendimento escolar, com atraso sócio-cultural do indivíduo;
Crescimento de delitos (furtos, roubos, assassinatos, etc.);
Gerador de indisciplina social, desordem e exploração;
Facilitador do enriquecimento ilícito generalizado;
Possibilidade do desenvolvimento paralelo de outras atividades ilícitas e ilegais. Consequências Mentais Síndrome amotivacional;
Desonestidade crônica (mentiras, furtos e fraudes);
Atitude evasiva e mudança de relacionamento;
Perda da auto-estima (amor próprio) e da autodisciplina;
Diminuição do interesse por atividades de laser e profissionais;
Introspecção (observação dos próprios pensamentos ou sentimentos);
Instabilidade, inquietação e insônia ou, ao contrário, depressão e sonolência;
Esquizofrenia, paranóia;
Tendência ao suicídio. Consequências Legais Pagamento de multas (medicamentos vendidos contrários à legislação vigente);
Prestação de serviços à comunidade;
Prisão. Atitudes Contrárias as Drogas: Ter um bom relacionamento familiar
Ter um ideal religioso que leve boas atitudes
Ter um relacionamento amoroso ideal e seguro
Estar em busca de oportunidades de trabalho
Ocupar-se com atividades artísticas e laser
Relacione-se com boas amizades
Buscar conhecimento e informações através do estudo
Praticar esportes
Viajar e fazer novas amizades
Estar em contato com a natureza
Full transcript