Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Níveis de Linguagem

No description
by

milly hudson

on 15 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Níveis de Linguagem

Níveis de Linguagem
Para identificar em situações concretas e utilizar na adequação da nossa linguagem nas situações em que nos encontramos, é vital compreender a noção de registro.
Linguagem Informal

Níveis de linguagem são diferentes maneiras de se dizer e escrever um texto. Esses níveis são decorrentes de aspectos
geográficos, culturais, econômicos, educacionais e também profissionais.
Os quatro níveis de linguagem
Comunicação
Empresarial
Êmily Hudson
Julia Knack
Isabel Martins
Artur Mazuco
Níveis de linguagem: espontaneidade, consenso, elaboração, talento.
Lucidez
é essencial no contexto de comunicação, para quem compreende que saber apresentar, de forma clara, é um valioso aliado do sucesso. No ato de comunicação tudo deve ser considerado e avaliado e a linguagem deve ser usada a seu favor.


É possível serem apresentadas situações diferentes de comunicação que tratem do mesmo tema, se diferindo pelos interlocutores apresentados que vão definir o uso da linguagem na determinada ocasião. As diferentes formas de
registro
são marcadas por esses elementos, evidenciando a existência de diferentes níveis de linguagem.


Linguagem Formal

Linguagem descuidada
Uso frequente
Grande envolvimento afetivo
Emprego de Anacolutos
Repetição de palavras
Emprego de apelidos e diminutivos
Léxico coloquial (abreviações e gírias)

Linguagem no rigor culto
Uso menos frequente
Pouco envolvimento afetivo
Ordem frasal segue a gramática normativa
Evita-se a repetição
Emprego de títulos
Léxico formal (formas não abreviadas e não emprego de gírias)


Tais fatores influenciam o tipo de linguagem a ser utilizado, fazendo com que conforme o contexto, nós adequemos nossa linguagem.
Elementos como quem fala, com quem se fala, onde se fala, sobre o que se fala vão influenciar no surgimento dos diversos níveis de linguagem.
Nível da espontaneidade
Esse nível de linguagem é de uso popular, podendo referir-se a experiências humanas, fatos do cotidiano, sentimentos, emoções, preconceitos e/ou superstições.
Oralmente pode ser utilizado em:
• Conversas entre familiares;
• Rodas de amigos;
• Salas de consultório;
• Em viagens;
• Manifestações;

Algumas das características desse uso são:
• Linguagem descontraída, mais ousada, criativa e inovadora;
• Estilo natural, espontâneo;
• Construções de frases tidas como incorretas;
• Expressões pitorescas;
• Forma descuidada.

Na linguagem espontânea escrita observamos outros aspectos. Seu conteúdo refere-se aos assuntos de ordem pessoal, interesses comerciais e sociais em geral, assim como problemas trabalhistas e profissionais.
Quanto à forma pode-se observar:
• Linguagem mais informal;
• Tratamento simplório dos assuntos;
• Menor policiamento aos padrões gramaticais.


Nível do consenso
O nível do consenso é utilizado oralmente em salas de aula, seminários, rádio, televisão, reuniões, painéis e mídia em geral. Expressa análises, comentários ou críticas a respeito de um fato cotidiano. Também pode abordar fatos e ideias de uma determinada área do conhecimento de uma forma acessível.
Sua forma possui as seguintes características:
• Caráter acessível em: - Exposições;
- Comentários;
- Debates;
- Entrevistas;
- Reportagens.

• Vocabulário ainda comum, porém com maior policiamento aos padrões gramaticais.

A linguagem escrita desse nível pode ser encontrada em comentários jornalísticos, aulas escritas, artigos de revistas, jornais, resenhas, reportagens, entrevistas e críticas. Sua abordagem escrita é mais profunda, marcada por discussões de assuntos de ordem pessoal, social econômica, política, cultural ou religiosa.
Caracteriza-se por:
• Palavras, expressões e sintaxe comuns e de compreensão geral;
• Preocupação com a “correção” e a apresentação do texto e das ideias;


Nível de elaboração
Na linguagem oral

As situações de uso são: cursos, palestra, congressos, conferencias, painéis, etc.
Conteúdo
na linguagem oral: análise crítica, fatos e ideias tratados de forma acessível e específicos na área de conhecimento.
Forma
de apresentação na linguagem oral: Sintaxe; frases mais elaboradas, reveladoras de raciocínio lógico (organizado) e de capacidade de abstração.

Na linguagem escrita

As situações de uso são: Teses, ensaios, dissertações, monografias, conferencias, estudos de cunho científico.
Forma
de apresentação na linguagem escrita: culta, respeito aos padrões linguísticos, domínio da escrita, linguagem mais trabalhada.
Conteúdo
na apresentação escrita: assuntos ou temas tratados com maior complexidade, conhecimentos especializados ou técnicos.

Nível de talento
Na linguagem oral

As situações de uso são: discursos, sermões, defesa de tese, júri.
Conteúdo
na linguagem oral: Informar, demonstrar, convencer, emocionar e criar.
Forma
de apresentação na linguagem oral: uso da retórica, recursos vocais e gestuais e oratória (dom de falar).

Na linguagem escrita

As situações de uso são: criações literárias, romance, teatro e poesia.
Forma
de apresentação na linguagem escrita: recursos estilísticos, linguagem ousada e inovadora, sintaxe própria, conotativa e figurativa.
Conteúdo
na apresentação escrita: situações de vida, conflitos humanos, problemas existenciais, emoções e ideias.

A língua é uma característica cultural.
Mas por que as pessoas se comunicam de formas diferentes?
Ela se desenvolve pelas relações sociais de um grupo. Na utilização da linguagem como meio de comunicação, observa-se que há pessoas que se destacam mais em uma sociedade pelas suas
habilidades de comunicação
.
Nesse caso, vamos considerar o seguinte: época, região geográfica, ambiente, situação sociocultural das pessoas que se comunicam.
Pode-se perceber que não se tem uma língua-padrão. Muitas vezes, percebe-se que uma pessoa, dependendo do meio em que se encontra ou até mesmo da sua situação sociocultural, se comunica em níveis diferentes de língua. Quando isso ocorre, podemos reconhecer, imediatamente, dois tipos de língua: falada e escrita.
A língua falada pode ser:
Culta (Obedece aos padrões da norma culta da língua portuguesa)
Coloquial (Língua falada no dia-a-dia)
Vulgar (Os falantes quebram as convenções gramaticais)
Regional (Pertence a regiões geográficas. Ela caracteriza-se pelo acento linguístico)
Grupal técnica (Só é entendida por um grupo de pessoas que desenvolvem a mesma profissão)
Grupal gíria (Pertence a grupos fechados. Como surfistas, policiais, jovens…)

A língua escrita pode ser:
Lingua-padrão (Segue os padrões gramaticais)
Literária (é de uso dos escritores)
Full transcript