Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Retrato de Mónica

No description
by

Daniela Silva

on 6 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Retrato de Mónica

Introdução
Sophia de Mello Breyner nasceu em 1919, no Porto e faleceu em 2004 (com 84 anos) em Lisboa.Após o 25 de Abril foi eleita deputada à Assembleia Constituinte dado que participava ativamente na oposição ao Estado Novo. Autora de catorze livros de poesia, escreveu, também, diversos contos, histórias para crianças, artigos e peças de teatros.

Resumo
"Retrato de Mónica" fala de uma mulher (Mónica) da alta sociedade, médica e também dirigente da "Liga Internacional das Mulheres Inúteis". O Conto relata como Mónica lida com a sua vida social, mas ao mesmo tempo com a sua vida pessoal. É uma mulher com uma disciplina rigorosa e constante. Porém, para tanto, Mónica teve de renunciar a 3 coisas: à poesia, ao amor e à Santidade.
Mónica é "casada" com um homem totalmente "maleavel" e ingénuo. O que os une é o facto de eles considerarem o divórcio algo que arruína as situações mundanas; o mundo do negócio é o mais importante.
Contudo, Mónica tem uma boa relação com o Principe deste mundo, pois ambos têm ideias e objetivos de vida comuns; o que os une não é o amor, mas sim uma vontade sem amor.
Mensagem do conto
Detalhes
Conclusão
Com a leitura deste texto podemos entender que o autor quis criticar as pessoas poderosas que têm rotinas inúteis, que são más mas tentam sempre ser boas pelo prazer de aparecer nas revistas.
A nosso parecer este texto transmite-nos que hoje em dia as pessoas são cada vez mais, iguais a Mónica, deste modo tornam-se pessoas horriveis que renunciam ao Amor, à Poesia e à Santidade de modo a serem as pessoas mais importantes e bem-sucedidas que espezinham todos pelo caminho.
Retrato de Mónica
Foi uma das mais importantes poetisas do século XX, sendo a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões em 1999.
Contos exemplares é o nome de uma colectânea de contos, publicada em 1962.
"Retrato de Mónica" - uma descrição da clássica mulher de vida organizada
Este conto literário, apresenta-nos uma metáfora da maldade, do interesse, da futilidade e do aproveitamento do ingénuo cujo o qual lhe foi atrinbuido o nome de Mónica.
O marido de Mónica representa o homem como um ser ingénuo e puramente incapaz de ser autónomo.
Já o príncipe deste mundo representa a maldade, algo nocivo como Satanás.
Sophia de Mello Breyner decidiu inserir "Mónica" na literatura pois a mesma tem o objetivo de nos mostrar que todo o ser humano racional tem dois lados que o governa, o bem e o mal - e não que todos nós somos dotados de belos sentimentos; mas pelo contrario, cada um de nós tem o seu lado de Mónica.
Mónica é um diminutivo de «mona» que provém do grego e significa solidão e viuvez ( etimológicamente).
Relativamente ao texto em si achamo-lo muito descritivo, cansativo e sem história, ao início não tinha grande lógica, apenas depois de termos aprofundado a pesquisa do conto é que o entendemos.
A moral que o texto nos pretende transmitir não está bem explícita. Apenas sabemos que se renunciarmos ao amor, à poesia e à santidade nos vamos tornar pessoas horríveis como Mónica, e que ela é controladora, fútil, interesseira e muito oportunista, apesar de todas as descrições por vezes positivas a autora quis com elas transmitir um ar irónico ao conto que representa na realidade Mónica, que a nosso parecer foi a mensagem do texto a descrição deste tipo de pessoas e aquilo que elas podem fazer.

Como nos diz o texto Mónica tem uma relação com “O Príncipe deste Mundo” (o diabo para ser mais preciso) pois representa a versão feminina do demónio que age como o seu braço direito nos atos malvados e é a sua maior ajuda no controlo dos mundanos.
Full transcript