Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

JESSICA GUO

on 21 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais/UFMG - Comunicação e Movimentos Sociais

CONSUMIDOR


Grupo:
Ana Viana
Bruna Correia
Jessica Guo
Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais/UFMG - Comunicação e Movimentos Sociais


Mídia e a Usina de Belo Monte


Grupo:
Ana Viana
Bruna Correia
Jessica Guo
USINA DE BELO MONTE
Mídia e a Usina de Belo Monte

O Globo

Veja

Carta Capital

El Pais

Deutsche Welle

New York Times

Conjunto de organizações e movimentos sociais e ambientalistas da região de Altamira;

Tem a participação de ribeirinhos, pescadores, trabalhadores e trabalhadoras rurais, indígenas, moradores de Altamira, atingidos por barragens, movimentos de mulheres e organizações religiosas e ecumênicas.

Movimento Xingu Vivo para Sempre

Concessão para construção da usina e operação por 35 anos;

Composta por empresas estatais e privadas do setor elétrico, fundos de pensão e de investimento e empresas autoprodutoras;

Divulgação dos programas sociais e ambientais (reciclagem, pesca sustentável...)

Norte Energia

Extremamente parciais em relação a Belo Monte.

Canais de TV

Cineastas, economistas, advogados e comunicadores que repudiam atitudes conformistas e propõem o debate sobre o modelo de desenvolvimento que o Brasil e o mundo vem adotando;
Direção André D’Elia;
Todo o documentário disponível no YouTube.

Belo Monte: Anúncio de uma Guerra
Fotografo André Solnik foi a Altamira registrar imagens da população afetada pela construção da Usina

Aos Montes
Segundo Góes:

“Os movimentos ambientalistas surgiram da crescente consciência social de que, em vez de vida e bem-estar social superiores e apesar de vários benefícios, a industrialização, baseada na ciência e nas tecnologias modernas, provoca doenças e desastres ecológicos, podendo, inclusive, inviabilizar a vida no planeta, pois degrada e polui o meio ambiente. Ao habitar e utilizar o ambiente natural, todos os seres humanos o alteraram.”



Breve Contextualização – Movimentos Ambientalistas

Na década de 1950 – preocupações voltadas para o meio científico;
Na década de 1960- Movimentos de contracultura;
Na década de 1970- Ecologismo dos políticos;
Na década de 1980- Movimentos ambientalistas se espalharam por toda parte do globo;
Os movimentos sociais no Brasil emergiram na década de 1970.


Breve Contextualização – Movimentos Ambientalistas

De acordo com Carvalho (1992) os movimentos ambientalistas podem ser classificados em quatro diferentes vertentes:

Antropocentrismo tecnocêntrico neoliberal;
Antropocentrismo tecnocêntríco "verde“;
Ecocentrismo comunalismo;
Ecocentrismo am¬bientalismo radical.

Breve Contextualização – Movimentos Ambientalistas

Introdução
O setor de hidroeletricidade é o tipo de fonte geradora que tem dominado a matriz energética brasileira há muitos anos.

Os projetos de recursos hídricos influenciam e são influenciados pelas questões sociais e ambientais, sendo alvo de grandes discussões, principalmente envolvendo as populações diretamente afetadas.

Porém, a decisão, aprovação e execução de obras teve uma grande evolução no país, que passa por diversas consultas pelos órgãos da sociedade.
Marcos do Projeto
CARVALHO, S.H. Do desenvolvimento (in) Suportável à sociedade feliz. In Goldeberg, M (org). Ecologia, Ciência e Política - Coletânea de Textos. Rio de Janeiro: Revan, 1992.

GONÇALVES, Carlos Walter Porto. Os (des) caminhos do meio ambiente. 4ª ed. São Paulo: Contexto, 1993.

FALCÃO, Alexandre. Belo Monte: uma usina de conhecimento. Rio de Janeiro: Insight, 2010.


Ione Góes - www.juvencioterra.com.br/virtual/texto_ambientalistas.doc
Movimento “Gota D’água” - http://www.movimentogotadagua.com.br
Movimento “Tempestade em Copo D’água”- https://www.facebook.com/tempestadeemcopodagua
Petição Pública -http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N19449
Blog Belo Monte-http://blogbelomonte.com.br
Movimento Xingu Vivo para Sempre -http://www.xinguvivo.org.br
O Globo - http://oglobo.globo.com/
New York Times - http://www.nytimes.com/
Deustche Welle - http://www.nytimes.com/
El pais - http://elpais.com/elpais/portada_america.html
Veja - http://veja.abril.com.br/
Carta Capital - http://www.cartacapital.com.br/
Observatório da imprensa - www.observatoriodaimprensa.com.br/‎
Belo Monte: Anúncio de uma Guerra - http://www.belomonteofilme.org/portal/br
Eduardo Kobra - http://eduardokobra.com/

Referências
Full transcript