Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Doenças Cardiorrespiratórias

No description
by

Ana Carolina Gomes Oliveira

on 22 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Doenças Cardiorrespiratórias

O que é o sistema cardiorrespiratório
e qual a sua constituição?

O sistema Cardiorrespiratório é constituído por dois sistemas: o Sistema Circulatório e o Sistema Respiratório.
Os principais órgãos do sistema cardiorrespiratório são o coração e os pulmões, eles trabalham interligados.


O sistema circulatório é constituído por um órgão impulsionador, o coração e por vasos sanguíneos que transportam o sangue e o sistema respiratório é constituído pela cavidade nasal que filtra, aquece e humedece o ar.
Doenças Cardiorrespiratórias
Doenças cardiorrespiratórias são uma patologia, que afeta o sistema circulatório e respiratório.
Existem inúmeras doenças Cardiorrespiratórias, iremos apresentar-vos algumas destas doenças:
Aterosclerose
Enfarto do Miocárdio
Insuficiência respiratória
Embolia Pulmonar
Insuficiência Cardíaca
Enfisema Pulmonar

Aterosclerose
Aterosclerose é uma doença inflamatória crónica caracterizada pela formação de ateromas dentro dos vasos sanguíneos.
Os ateromas são placas, compostas especialmente por lípidos e tecido fibroso, que se formam na parede dos vasos.
O volume dos ateromas aumenta progressivamente, podendo ocasionar obstrução total em algum ponto do vaso.


Infarto do miocárdio
O infarto do miocárdio, mais conhecido como ataque cardíaco, é o processo de morte (necrose) de parte do músculo cardíaco por falta de nutrientes e oxigénio.
A maior parte do coração é constituída por tecido muscular cardíaco, o miocárdio.

Estes batimentos do coração ocorrem, normalmente, 70 vezes por minuto.
O coração tem aproximadamente o tamanho de um punho fechado e pesa cerca de 400g.
Bate cerca de 100 000 vezes por dia, bombeando uma média de 7 500 litros de sangue.

A aterosclerose em geral é fatal quando afeta as artérias do coração, do cérebro, dos rins, de outros órgãos vitais que resistem apenas poucos minutos sem oxigênio o que pode provocar um enfarte do miocárdio.
Doenças Cardiorrespiratórias
Causas
Os fatores de risco que podem levar uma pessoa ao infarto são: os diabetes, a hipertensão arterial, o histórico familiar, o alto índice de colesterol, o sedentarismo, a obesidade, a ansiedade e o stress emocional.
Em todo o Mundo, as doenças que englobam o sistema respiratório ocupa o posto de terceira causa de morte.
Estas são as doenças mais comuns que acometem o aparelho respiratório:
• Broncopatias;
• Pneumopatias;
• Transtornos respiratórios;
• Fístula do trato respiratório;
• Doenças torácicas;
• Transtorno da motilidade ciliar;
• Doenças nasais;
• Hipersensibilidade respiratória;
• Infecções respiratórias;
• Doenças da traquéia;
• Laringopatias;
• Doenças pleurais;
• Anormalidades do sistema respiratório;
• Neoplasias do trato respiratório.

Os pulmões são órgãos que compõem o sistema respiratório, responsáveis pelas trocas gasosas entre o ambiente e a corrente sanguínea.
São dois órgãos de formato piramidal, sendo estes os principais órgãos do sistema respiratório dos humanos.
O sistema circulatório e o sistema respiratório estão intimamente ligados, uma vez que é o sangue que transporta o oxigênio a todas as partes do corpo humano onde ele é necessário.
As doenças mais comuns associadas aos pulmões são:
• Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);
• Bronquite crônica;
• Enfisema pulmonar;
• Asma;
• Cancro de pulmão.

Asma
Asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas.
O pulmão do asmático é diferente de um pulmão saudável, como se os brônquios dele fossem mais sensíveis e inflamados reagindo ao menor sinal de irritação.
Ninguém sabe exatamente o que provoca asma, uma vez que cada pessoa apresenta uma sensibilidade a gatilhos diferentes.
Dessa forma, é importante entender o que causa seus ataques de asma e tentar reduzir a exposição a esses agentes ou buscar tratamentos mais adequados.
As causas da asma são genéticas e estão relacionadas com alguma alergia respiratória.
Alguns possíveis desencadeadores de uma crise de asma podem ser:
• Poeira
• Ácaros
• Pêlos de animais, como cães e gatos, por exemplo
• Perfumes
• Aromas intensos
• Fezes de baratas
• Atividade física intensa
• Locais fechados, com pouca ventilação do ar

Tapetes, cortinas, lençóis e fronhas de travesseiros podem acumular poeira e partículas de pele que alimentam ácaros, que também causam alergia e podem desencadear uma crise de asma.
Manter a casa e o local de trabalho devidamente limpos e com a janela aberta, para que o ar circule livremente são algumas das dicas para lidar com a asma.

Recomenda-se por isso, não ter animais dentro de casa e que no quarto do asmático não tenha tapetes ou cortinas, mas se forem realmente necessários, que estes sejam lavados pelo menos a cada 15 dias.
Lençóis e fronhas devem ser trocados semanalmente.
Cancro de Pulmão
O cancro de pulmão é um dos tumores malignos mais comuns.
É a segunda causa de morte em Portugal e continua a ter como principal fator de risco o tabaco.
Atualmente, corresponde a 90% dos casos desse tumor.
É mais comum em homens do que em mulheres; todavia, o número de casos em mulheres está aumentando, enquanto o número de casos em homens está diminuindo.

O cancro do pulmão é o tumor mais frequente entre os homens e a sua ocorrência tem vindo a aumentar substancialmente entre as mulheres, já ultrapassando, em alguns países desenvolvidos, o cancro da mama, como causa de morte feminina.
Em Portugal, são diagnosticados, anualmente, mais de três mil novos casos, dos quais mais de metade acabam por falecer em menos de um ano.

Doença pulmonar obstrutiva crónica
Em Portugal, mais de 500 mil pessoas sofrem de DPOC, uma patologia que pode ser evitada.
É uma doença que nos acrescenta o dobro da idade ao impedir-nos de realizar tarefas elementares.
Tão elementares como respirarmos.
A doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) tem como causa principal o tabagismo e, como tal, pode ser evitada.

A doença pulmonar obstrutiva crónica é a quarta causa de morte nos países desenvolvidos e prevê-se que, em 2020, venha a ser a terceira.
Na Europa, a DPOC é a quinta causa de morte.
Cerca de 200 e 300 mil europeus morrem, anualmente, vítimas desta patologia.

Enfisema pulmonar

É uma doença crónica, na qual os tecidos dos pulmões são gradualmente destruídos, tornando-se hiperinsuflados (muito distendidos).
Esta destruição ocorre nos alvéolos, onde acontece a troca gasosa do oxigênio pelo dióxido de carbono.
Como resultado, a pessoa passa a sentir falta de ar para realizar tarefas ou exercitar-se.
A principal característica da doença é a falta de ar.
Bronquite crónica
A bronquite é uma doença que afeta os brônquios.
Existem dois tipos, a bronquite aguda e a bronquite crônica.
Esta última dura anos e não é necessariamente resultante de uma infeção.
Esta moléstia faz parte de uma síndrome denominada doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Ela afeta pessoas de todas as idades, mas, geralmente, aquelas com mais de 45 anos.


Esta patologia costuma aparecer após 20 a 30 anos de exposição das vias aéreas a produtos irritantes, como o tabaco, a poluição do ar, entre outros.
Estes são responsáveis por levarem a alterações da mucosa bronquica.

As manifestações clínicas apresentadas pelos portadores desta moléstia são:
Tosse;
Expetoração de muco;
Falta de ar;
Febre, quando houver uma infeção associada;
Cianose (pele azulada);
Inchaço dos membros inferiores pode estar presente, decorrentes de um maior esforço cardíaco.

Curiosidades:
Há cerca de 1,2 bilhão de fumantes no mundo.
5 milhões de pessoas morrem por ano por doenças causadas pelo cigarro, sendo 80 mil no Brasil.
1/4 dos fumantes experimenta o primeiro cigarro antes dos dez anos.

http://www.coracaoalerta.com.br/o-que-e-infarto-do-miocardio-2/
http://pt.slideshare.net/edu95/doenas-do-sistema-cardio-respiratrio-para-apresentar
http://www.infoescola.com/sistema-respiratorio/hematose-pulmonar/
http://pt.shvoong.com/medicine-and-health/1729043-sistema-cardiorespirat%C3%B3rio/#ixzz2w1iQCmjK
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/asma
http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?179
http://www.infoescola.com/doencas/bronquite-cronica/

Bibliografia:
Conclusão
Neste trabalho abordamos o tema das doenças cardiorrespiratórias e concluímos que estas doenças atingem um número elevado de mortes e que algumas podem-se prevenir mas outras não.
Cumprimos todos os objetivos que nos tínham proposto.
Este trabalho foi muito importante para o nosso conhecimento, compreensão e aprofundamento deste tema porque permitiu-nos ficar a conhecer melhor sobre as doenças cardiorrespiratórias e compreender uma das doenças que mata mais portugueses.
Trabalho elaborado por:

Ana Carolina nº1 9ºE
Elisa Pereira nº9 9ºE
Full transcript