Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Validação de testes diagnósticos

No description
by

Tatiana Natasha Toporcov

on 6 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Validação de testes diagnósticos

Validação dos testes diagnósticos
O que é diagnóstico?
O que é teste diagnóstico?
O que significa validação de um teste?
Que elementos são necessários para avaliar a validade de um teste?
(Se vocês tivessem que avaliar a validade de um teste, por onde começariam? Em que pensariam?)
Quando existe um padrão-ouro, por que eu testaria um novo método diagnóstico?

Vamos pensar em exemplos....
Que resultados posso encontrar em um exame?

Que tipo de resultado comumente utilizamos para a validação de um teste diagnóstico ?

Que "resultados" posso obter ao comparar a"verdade"
e o resultado do teste avaliado?
1. Pessoas doentes diagnosticadas como doentes

2. Pessoas doentes diagnosticadas como não doentes

3. Pessoas não doentes diagnosticadas como não doentes

4. Pessoas não doentes diagnosticadas como doentes
2 e 4- Quais problemas??
O processo de determinar o estado de saúde e os fatores responsávei por produzi-lo; pode ser aplicado a um indivíduo, uma família, grupo ou comunidade. O termo é aplicado tanto para o processo de determinação quanto para seus achados.

Porta, 2008
Diagnostico
Inicialmente concebido como um teste laboratorial, mas que atualmente se aplica à informação obtida na história, exame físico ou raio x, etc.
Teste diagnóstico
O processo de estabelecer que um método é adequado

Porta, 2008
Validação
-Contínuo (ex. glicemia)

-dicotômico ou categórico
(ex. presença ou ausência de um sinal)

Exame
- Para a decisão sobre os resultados dos testes, os dados são geralmente transformados em dicotômicos

- presente/ausente;
- anormal/normal;
- doente/sadio

- "Verdade" (para poder comparar com o resultado do teste)


-Medidas utilizadas para a comparação
Elementos necessários para a validação
Padrão-ouro
Método, procedimento, ou medida que é vastamente aceito como o melhor disponível. Geralmente é usado para comparar com novos métodos que tenham efetividade desconhecida
- Pode ser a ocorrência do evento, o resultado de um gold-standard (padrão ouro)
- Sempre como probabilidade de acerto ou de erro e não certeza (o processo diagnóstico é imperfeito!!)
- Em programas de rastreamento, posso usar um teste mais barato
- Na clínica, há testes que geram muito incômodo ao paciente (avaliação de cárie, pressão arterial, glicemia)

Conveniência e
Segurança
Como representamos graficamente esses resultados?
Sensibilidade
-Probabilidade de resultado teste positivo entre os doentes

- Teste sensível:
Detecta grande proporção de doentes.

Mais sensibilidade=
Menos Falsos Negativos
Sensibilidade= VP
VP+FN
Especificidade

- Probabilidade de teste negativo entre indivíduos sem doença .

- Teste específico:
Detecta grande proporção de não doentes.

Mais especificidade=
Menos Falso Positivo
Especificidade= VN
VN+FP
Quando escolho testes sensíveis?
- Quando não se pode correr o risco de não detectar a doença.

Falsos negativos:
Nós dispensaremos de seguimento, com diagnóstico de ausência de doença aqueles realmente doentes.

- doença letal, mas tratável (sífilis, tuberculose, Hodgkin, transfusão - aids).


Quando escolho testes específicos?
- processo diagnóstico em que grande número de possibilidades são consideradas

- probabilidade de doença é baixa e propósito é descobrir a doença: exame periódico, banco de sangue


Associados com custo:
- Quando falso positivo pode lesar física, emocional ou financeiramente o paciente, assim como dificuldade de "desrotular" uma pessoa que foi diagnostica como tendo doença e que posteriormente se descobre que não tem


Testes específicos
Teste específico (poucos falso positivos):
Quimioterapia, indicação cirurgia, doença estigmatizante, etc.

Se eu sou médico, paciente ou gestor de um serviço que utiliza o novo método diagnóstico consigo saber a probabilidade de doença dado um resultado do teste?
Valor preditivo
Com o resultado na mão, a especificidade e sensibilidade de um teste não tem mais importância.
Isto por que não se sabe se a pessoa que fez o teste está ou não doente (senão o teste não seria necessário!).

-Probabilidade de doença, dado um teste positivo.

Valor preditivo
positivo:

Valor preditivo
negativo

Probabilidade de não doença, dado um teste negativo.

Determinantes dos valores preditivos
(Na lousa)
Determinantes dos
Valores Preditivos

- Prevalência
- Sensibilidade
- Especificidade



A interpretação de um teste, negativo ou positivo, pode variar de um local para outro, de acordo com a prevalência local da doença. Da mesma forma, pode variar com mudança de prevalência, após uma intervenção na comunidade.

Valores preditivos variam com a prevalência
Full transcript