Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Carlos Gomes...

história de um artista único...
by

Daniela Matos

on 21 April 2010

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Carlos Gomes...

Toda a cidade tem seus lugares, objetos, documentos e lendas históricas....
Toda cidade tem em sua história lugares históricos,
objetos históricos e documentos históricos... Mas e os ARTISTAS HISTÓRICOS? Campinas teve em sua histórica um grande músico chamado





Carlos Gomes Carlos Gomes nasceu dia 11 de Julho de 1836.
Quando criança, teve sua mãe assassinada.
Devido às dificuldades de criar vários filhos, o pai de Carlos Gomes forma uma banda, onde o talento de seu filho começa a aparecer.
Ocorre nessa banda, então, as primeiras apresentações em bailes.
Nessa época Carlos Gomes dividia sua vida, e, quando não estava trabalhando
em uma alfaiataria, estava se aperfeiçoando na música Aos quinze anos de idade, em 1851, já compõe valsas, quadrilhas e polcas. Aos dezoito anos, Carlos Gomes compõe a primeira missa que era dedicada ao seu pai. Em 1857, compõe a modinha Suspiro d'Alma com versos do poeta romântico português Almeida Garrett. Com 23 anos, já tinha apresentado vários concertos, com o pai. Lecionava piano e canto, dedicando-se ao estudo das óperas. Era conhecido também em São Paulo, onde realizava concertos e ondeescreveu também o Hino Acadêmico, ainda hoje cantado pela mocidade da Faculdade de Direito.

Tudo indicava que Carlos Gomes deveria frequentar o conservatório da Corte para poder se aperfeiçoar. Mas Carlos Gomes não tinha como viajar por falta de dinheiro. Em 4 de setembro de 1861, foi cantada, no Teatro da Ópera Nacional, A Noite do Castelo, uma das óperas de Carlos Gomes.
Essa apresentação causou uma grande revelação e uma excitação geral nunca vistos antes no Brasil . Carlos Gomes foi levado para casa em triunfo por uma multidão que o reverenciava. Em 4 de setembro de 1861, foi cantada, no Teatro da Ópera Nacional, uma das óperas de Carlos Gomes, chamada de A Noite do Castelo. Foi uma grande revelação para todos e houve uma excitação geral nunca vista antes no Brasil. Carlos Gomes foi levado para casa por uma enorme multidão que chamava por ele e o reverenciava. Outro que se surpreendeu com o talento de Carlos Gomes foi o Imperador, deu-lhe aImperial Ordem da Rosa ( Ordem Honorária Brasileira ) e concedeu a ele o lugar no Conservatório.
O futuro brilhante de Carlos Gomes já havia começado. Em 1863 foi lido um ofício pelo diretor do Conservatório de Música dizendo que Carlos Gomes fôra o aluno escolhido para ir à Europa, devido a um contrato com o Governo Imperial, que sugeria Carlos Gomes representando a Empresa de Ópera Lírica Nacional. O Imperador preferia que Carlos Gomes fosse para a Alemanha, porém sua mulher, Dona Teresa Cristina, napolitana, sugeriu-lhe a Itália.

Na Itália, Carlos Gomes se casou com Adelina Péri. Ele teve conco filhos,por ele muito amados. Porém todos acabaram morrendo jovens demais e só sobrou Ítala Gomes Vaz de Carvalho, que escreveu um livro, em que honrou a memória de seu pai. Depois de muito sucesso na Europa, Carlos Gomes só queria voltar ao Brasil, podendo ser útil ao país. Já estava sofrendo com um cancêr na língua, que logo o levaria a morte. Após ser operado em Lisboa, no ano de 1895, sem muitos bons resultados, Carlos Gomes volta ao Brasil.
Ele tinha sido chamado para ser diretor do Conservatório de Música, depois de muita espera. "Em 14 de maio de 1895, foi recebido pelo povo paraense com enternecedoras manifestações de apreço.
No entanto os últimos dias de Carlos Gomes em Belém foram de grande sofrimento.
Seu mal era muito grave, e os esforços médicos não conseguiam diminuir as dores.
Uma única vez ele saiu de casa, quando foi ao Conservatório de Música, que não chegou a dirigir"" Carlos Gomes morreu em 16 de setembro de 1896.
Seu corpo foi colocado para visitação pública, cheio de flores e
objetos que o lembravam, como instrumentos e partituras Porém até hoje Carlos Gomes é lembrado por suas óperas e sua personalidade.
Ele foi considerado o maior compositor de óperas do mundo.
E com certeza ele é um orgulho para toda a cidade de Campinas, e faz parte de sua história. E é sobre isso que eu mais gosto de aprender.
Sobre os artistas de Campinas.
Sobre os nossos artistas.
Full transcript