Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Naw-Rúz 170

No description
by

Marcos Tabacow

on 1 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Naw-Rúz 170

Naw-Rúz

21 de março 2013 O que podemos fazer? Também podemos pensar em... E também... Consulta Vamos pensar em... Como podemos convidar nossos
amigos, parentes, conhecidos? Como podemos contribuir para a
realização da Festa? Como podemos por em prática a exortação
do Mestre, de que:

"Hoje não há resultado ou fruto maior do
que o de guiar os povos." Numa palestra sobre a Festa de Naw-Rúz, em Alexandria, Egito, em 1912, 'Abdu'l-Bahá disse:

“De acordo com as sagradas leis de Deus, em cada ciclo e dispensação há festas sacras, dias santos e dias de descanso. Em tais dias toda espécie de ocupação - comércio, indústria, agricultura, etc. - deve ser suspensa.
Juntos, todos devem regozijar-se, realizando reuniões gerais e tornando-se como uma só assembléia, de modo que a união, a unidade e harmonia nacionais possam ser demonstradas aos olhos de todos.


Uma vez que se trata de um dia abençoado, não se deve negligenciá-lo, nem se privar de seus benefícios, dedicando-o ao mero prazer.

Durante tais dias devem ser fundadas instituições que possam ser de benefício permanente e de utilidade ao povo. . . .

Hoje não há resultado ou fruto maior do que o de guiar os povos. Os amigos de Deus devem, sem dúvida, nesses dias, deixar traços tangíveis, filantrópicos ou ideais que atinjam a toda a humanidade e não somente aos bahá'ís. Nessa maravilhosa Dispensação as ações filantrópicas devem ser para toda a humanidade, sem exceção, porque é a manifestação da misericórdia de Deus. É minha esperança, pois, que os amigos de Deus, cada um deles, torne-se uma manifestação de Sua Mercê para todo o gênero humano.” Naw-Rúz Numa palestra sobre a Festa de Naw-Rúz, em Alexandria, Egito, em 1912, 'Abdu'l-Bahá disse:

“De acordo com as sagradas leis de Deus, em cada ciclo e dispensação há festas sacras, dias santos e dias de descanso. Em tais dias toda espécie de ocupação - comércio, indústria, agricultura, etc. - deve ser suspensa.
Juntos, todos devem regozijar-se, realizando reuniões gerais e tornando-se como uma só assembléia, de modo que a união, a unidade e harmonia nacionais possam ser demonstradas aos olhos de todos.


Uma vez que se trata de um dia abençoado, não se deve negligenciá-lo, nem se privar de seus benefícios, dedicando-o ao mero prazer.

Durante tais dias devem ser fundadas instituições que possam ser de benefício permanente e de utilidade ao povo. . . .

Hoje não há resultado ou fruto maior do que o de guiar os povos. Os amigos de Deus devem, sem dúvida, nesses dias, deixar traços tangíveis, filantrópicos ou ideais que atinjam a toda a humanidade e não somente aos bahá'ís. Nessa maravilhosa Dispensação as ações filantrópicas devem ser para toda a humanidade, sem exceção, porque é a manifestação da misericórdia de Deus. É minha esperança, pois, que os amigos de Deus, cada um deles, torne-se uma manifestação de Sua Mercê para todo o gênero humano.” Naw-Rúz
Full transcript