Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Biomas Brasileiros

No description
by

Grupo Turma D

on 20 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Biomas Brasileiros

As florestas tropicais abrigam uma das maiores biodiversidades do mundo. Encontramos este tipo de floresta em regiões situadas, em sua grande maioria, na faixa entre os trópicos.
Florestas tropicais
O Pantanal pussue uma grande variedade de ávores, plantas, ervas e outros tipos de vegetação.
Nas Planícies, encontramos vegetação de gramínias. Nas regiões intermediárias, desenvolven-se pequenos arbustos e vegetação
rasteira. Já nas regiões mais altas, podemos encontrar árvores de grande porte.
Ex: Aroareia, Ipê, Figueira, Palmeira e Angico.
Flora Pantaneira
O Pantanal possui uma área de 228.000 Km², além de ter uma grande biodiversidade é uma das maiores planícies inundadas do mundo. O Pantanal se localiza nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul
O Pantanal situa-se na Bacia Hidrográfica do Alto do Rio Paraguái e seus afluentes alagam a região formando extensas áreas alagadiças (Pantânos). No bioma, o clima predominante é o Tropical, com média anual de 24°C e com índices pluvométricos altos durante o verão e baixos durante o inverno.
Pantanal
Biomas Brasileiros:

Biomas Brasileiros
Florestas Tropicais -
Mata Atlântica e Floresta Amazônica
Pantanal
Fauna do Pantanal
A fauna do Pantanal é muito rica. Há cerca de 650 espécies de aves, 1.100 espécies de borboletas, 124 espécies de mamíferos e 230 espécies de peixes.

Aves que povoam a região: Arara-Azul, Tuiuiú e Tucanos.

Peixes: Piranha, Pintado, Pacu, Curimbata e Jaú.
Répteis: Jacaré-do-pantanal, Sucuri-amarela-do-pantanal.
Mamíferos: Capivaras, onça-pintada, tamanduá.
Espécies Ameaçadas
Capivaras, tamanduá-bandeira, tamanduá-mirim, lobinho e veado-mateiro.
É a maior floresta tropical do mundo e está presente nos seguintes estados brasileiros: Amazonas, Amapá, Rondônia, Acre, Pará e Roraima. Possui riquíssima biodiversidade com a presença de milhares de espécies animais e vegetais.
No bioma, o clima predominante é o Equatorial (chuvas abundantes, elevadas temperaturas e médias anuais de 26°C). A floresta se localiza em drepessões e planícies.
Em função do crescimento das áreas de plantio, criação de gado e exploração de madeira, vem enfrentando desmatamento considerável nas últimas décadas.
Uma das principais características desta floresta é a presença de árvores de grande porte, localizadas próximas umas das outras.
Floresta Amazônica
Mata-Atlântica
Floresta Amazônica
Mata Atlântica
Esta formação florestal encontra-se em poucos trechos da região litorânea brasileira e
está localizada em um planalto.
Sofreu muita devastação nos últimos séculos em função, principalmente, da ocupação do solo.
Caracterizada pela presença de árvores de porte médio e alto. Apresenta grade variedade de ecossistemas.
Com os climas Tropical de Altitude e Litoranio (chuvas concentradas no outono-inverno no litoral nordestino e primavera-verão no litoral da região sudeste), a Mata Atlântica tem média anual de 25°C.
Fauna da Amazônia
A região é o lar de cerca de 2,5 milhões de espécies de insetos e cerca de 2 000 aves e mamíferos. Até o momento, pelo menos 3 000 espécies de peixes, 1 294 aves, 427 mamíferos, 428 anfíbios e 378 répteis foram classificadas cientificamente na região. Um em cada cinco de todos os pássaros no mundo vivem nas florestas tropicais da Amazônia.
Mamíferos: Onça-pintada, preguiça real e macaco barrigudo.
Répiteis: Jacaré-açu, sucuri e tartaruga da Amazônia.
Aves: Gavião Real, Mutum e Tucano.
Peixes: Apapá, Aruanã e Curimatã.
Flora da Amazônia
Na Floresta Amazônica já foram identificados 104 sistemas de paisagens, o que revela uma alta diversidade e complexidade de ecossistemas. A biodiversidade torna-se cada vez mais valorizada como fonte potencial de informações genéticas, químicas, ecológicas, microbiológicas, etc

A diversidade de árvores na Amazônia varia entre 40 e 300 espécies diferentes por hectare. Das 250.000 espécies de plantas superiores da terra, 170.000 (68%) vivem exclusivamente nos trópicos, sendo 90.000 na América do Sul.
Animais em extinção
Doninha Amazônica
Peixe Boi
Guariba-de- mão-ruiva
Florestas de Igapó: ocorrem em solos que permanecem alagados durante cerca de seis meses, em áreas próximas aos rios. As árvores podem atingir até 40 metros de altura e raramente perdem as folhas - geralmente largas para captar a maior quantidade possível de luz solar. Nas águas aparecem as folhas da vitória-régia - que chegam a ter 4 metros de diâmetro. Ocorrem associadas aos rios de água branca.
Florestas de Várzea: as árvores são de grande porte (até 40 metros de altura) e apresentam características semelhantes ao igapó - embora a várzea apresente maior número de espécies. Ocorrem associadas aos rios de água preta.
Florestas de Terra Firme: apresentam grande porte, variando entre 30 e 60 metros; o dossel é contínuo e bastante fechado, tornando o interior da mata bastante úmido e escuro. Esta formação está presente nas terras altas da Amazônia e mescla-se com outros tipos de associações locais, como os campos e os cerrados amazônicos.
Campinaranas ou Caatingas do Rio Negro:caracterizadas pela presença de árvores mais baixas, com troncos finos e espaçados. Situadas sobre areias brancas, lavadas e pobres do rio Negro.
Ex: Vitoria-régia, guaraná e açaí.
Fauna
Rica em diversidade de espécies, a Mata Atlântica está entre as cinco regiões do mundo com maior número de espécies endêmicas. Os animais podem ser considerados generalistas ou especialistas.
Os generalistas apresentam hábitos alimentares variados, alta taxa de crescimento e dispersão; vivem em áreas de vegetação aberta e secundária, tolerantes e capazes de aproveitar diferentes recursos oferecidos pelo meio ambiente. Os animais especialistas são mais exigentes em relação aos habitats nos quais vivem, com dieta específica, uma alteração no meio ambiente exige dos animais especialistas a procura de novos habitats.
Mamíferos – A Mata Atlântica possui cerca de 250 espécies de mamíferos, das quais 55 são endêmicas. Os mamíferos são os que mais sofrem com o desmatamento.

Aves – Possui cerca de 1020 espécies de aves, sendo 188 espécies endêmicas e 104 ameaçadas de extinção em virtude da destruição dos habitats, da caça predatória e do comércio ilegal, entre as mais ameaçadas estão as aves de rapina.

Anfíbios – Apresentam formas de reprodução estrategicamente diversificada. Na Mata Atlântica há cerca de 370 espécies de anfíbios, sendo 90 endêmicas.

Répteis – O jacaré-do-papo-amarelo é uma das espécies endêmicas da Mata Atlântica, que possui 150 espécies de répteis, das quais 43 também são encontradas na Amazônia.

Peixes – A Mata Atlântica possui cerca de 350 espécies de peixes, sendo 113 endêmicas. O endemismo é justificado pelo isolamento da área em relação das demais bacias hidrográficas.
Flora
A Mata Atlântica é uma formação vegetal que está presente em grande parte da região litorânea brasileira. Ocupa, atualmente, uma extensão de aproximadamente 100 mil quilômetros quadrados. É uma das mais importantes florestas tropicais do mundo, apresentando uma rica biodiversidade.

A Mata Atlântica encontra-se, infelizmente, em processo de extinção. Isto ocorre desde a chegada dos portugueses ao Brasil (1500), quando iniciou-se a extração do pau-brasil, importante árvore da Mata Atlântica. Atualmente, a especulação imobiliária, o corte ilegal de árvores e a poluição ambiental são os principais fatores responsáveis pela extinção desta mata.
As principais características da Mata Atlântica são:

- presença de árvores de médio e grande porte, formando uma floresta fechada e densa;
- rica biodiversidade, com presença de diversas espécies vegetais;
- as árvores de grande porte formam um microclima na mata, gerando sombra e umidade.


Ex de espécies: Andira, Ananas e tapirira
Animais em extinção
Jacutinga
Mono-carvoeiro
Full transcript